Lana Turner

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lana Turner
Lana Turner(1951).
Nome completo Julia Jean Mildred Frances Turner
Nascimento 8 de fevereiro de 1921
Wallace, Idaho, EUA
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americana
Morte 29 de junho de 1995 (74 anos)
Century City, Los Angeles, Califórnia, EUA
Ocupação Atriz
Cônjuge Artie Shaw (1940–1940)
Stephen Crane (1942–1943, 1943–1944)
Henry J. Topping (1948–1952)
Lex Barker (1953–1957)
Fred May (1960–1962)
Robert Eaton (1965–1969)
Ronald Dante (1969–1972)
Atividade 1937–1991
Outros prêmios
Estrela na Calçada da Fama, no 6233 Hollywood Blvd.
Melhor Atriz 1975 no Sitges - Catalonian International Film Festival, por Persecution (1974)
IMDb: (inglês)

Lana Turner, nome artístico de Julia Jean Mildred Frances Turner, (Wallace, 8 de fevereiro de 1921 - Century City, 29 de junho de 1995) foi uma atriz estadunidense.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filha de Mildred Frances Cowan e John Virgil Turner, foi descoberta, aos quinze anos, em 1936, tomando uma coca-cola na lanchonete "Top Rat Café" na rua Highland, em Hollywood pelo produtor do jornal "Hollywood Report", W.R.Wilkerson. Foi contratada, a 50 dólares por semana, por Mervyn LeRoy, diretor da Warner tendo estreado em 1937, no filme "They won't forget". Ela era a "Garota do Suéter", considerada símbolo sexual entre as décadas de 1940 e 1950 e tornou-se uma das atrizes mais bem pagas da época.[2]

Percorreu várias etapas até alcançar o estrelado em "O Destino bate à sua porta" (The Postman Always Rings Twice) de 1946. A estrela era esbanjadora e maníaca por sapatos. Foi casada e separada sete vezes além de ter mantido casos amorosos com várias personalidades como Victor Mature, Howard Hughes, Gene Krupa, Robert Stack, Tony Martin[desambiguação necessária], Clark Gable, Fernando Lamas, Peter Lawford e Rex Harrison, entre outros. Teve uma única filha com Joseph Stephen Crane. Os outros maridos foram o músico Artie Shaw, o milionário Henry J. Topping, o ator(e ex-Tarzan) Lex Barker, Fred May, o produtor Bob Eaton e o hipnotizador Joe Robert Dante, que roubou-lhe dinheiro e jóias. Apesar disso o grande amor de sua vida foi o ator Tyrone Power com quem não se casou.

Um dos grandes escândalos de Hollywood envolveu a filha da atriz, Cheryl Christina Crane, que acusava a mãe de abandono e, em 1958 assassinou Johnny Stompanato, um dos amantes de Lana com uma faca de cozinha. Nessa época a estrela era constantemente agredida pelo gângster Stompanato e ameaçada de ter seu rosto desfigurado caso ela deixasse de lhe sustentar. Cheryl foi absolvida pelo crime.

Lana passou um longo tempo em depressão causada pelo álcool. Apesar de toda a tragédia e da vida sofrida de Lana, sua filha Cheryl demonstrou muito carinho pela mãe em sua autobiografia "Detour - a Hollywood tragedy" enfatizando ainda que tinha muito orgulho de haver matado para defender a mãe. Fez uma participação especial na série de televisão de horário nobre, Falcon Crest, entre 1982 e 1983. Em 1985 foi lançado o livro "Lana", uma autobiografia da estrela.[3]

Morreu em 29 de junho de 1995 em Century City, na Califórnia de câncer na garganta.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Lana Turner in Dramatic School trailer 2.JPG Turner and Tracy in Dr. Jekyll and Mr. Hyde trailer.jpg
Dramatic School (1938) Spencer Tracy e Lana Turner em Dr. Jekyll and Mr. Hyde (1941)
  • 1937 - Esquecer, Nunca (They Won't Forget)
  • 1938 - Love Finds Andy Hardy (O amor encontra Andy Hardy)
  • 1938 - Dramatic School
  • 1941 - Quero-te como És (Honky Tonk)
  • 1941 - A Vida É Um Teatro (Ziegfeld Girl)
  • 1941 - O Médico e o Monstro (Dr. Jekyll and Mr. Hyde)
  • 1942 - Ainda Serás Minha (Somewhere I'll Find you)
  • 1942 - A Estrada Proibida (Johnny Eager)
  • 1944 - A Felicidade Vem Depois (Marriage is a Private Affair)
  • 1945 - Eram Três Mulheres (Keep Your Powder Dry)
  • 1945 - Aqui Começa a Vida (Weekend at the Waldorf)
  • 1946 - O Destino Bate à sua Porta (The Postman Always Rings Twice)
  • 1947 - O Eterno Conflito (Cass Timberlane)
Lana Turner in A Life Of Her Own trailer 3.JPG Mr. Imperium 1951.JPG
A Life of Her Own (1950) Mr. Imperium (1951)
Latin Lovers 1953.JPG Imitation of Life-LanaTurner3.JPG
Latin Lovers (1953) Imitation of Life (1959)
  • 1958 - A Força do Amor (The Lady Takes a Flyer)
  • 1958 - Vítima de Uma Paixão (Another Time, Another Place)
  • 1959 - Imitação da Vida (Imitation of Life)
  • 1960 - Retrato Negro (Portrait in Black)
  • 1961 - Solteiro no Paraíso (Bachelor in Paradise)
  • 1961 - O Amor Tudo Vence (By Love Possessed)
  • 1962 - Ela Topou a Parada (Who's Got the Action?)
  • 1965 - O Amor tem Muitas Faces (Love has many faces)
  • 1966 - Madame X (Madame X)
  • 1974 - O Cemitério (The Graveyard)
  • 1976 - Amargo Amor (Bittersweet Love)
  • 1980 - A Poção Mágica (Witches Brew)

Referências

  1. LANA TURNER NostalgiaBR.
  2. Lana Turner CinemaClassico.
  3. Lana Turner memorial da fama.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Lana Turner