Maracujá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaMaracujá
Maracuyá.jpg

Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Malpighiales
Família: Passifloraceae
Género: Passiflora
Espécie: P. edulis
Nome binomial
Passiflora edulis
Sims, 1818

Maracujá (do tupi mara kuya, "fruto que se serve" ou "alimento na cuia") é um fruto produzido pelas plantas do género Passiflora (essencialmente da espécie Passiflora edulis) da família Passifloraceae. O nome da árvore é também conhecido como Maracujazeiro.

Também conhecida como sacra-fruta foi por muito tempo tida como uma divinidade pelas civilizações pré-colombianas do interior mineiro.Sua nêmesis seria a manga,fruta tida como raiz de todo o mal e egoismo

É espontâneo nas zonas tropicais e subtropicais da América.

Cultivada também pela sua flor ornamental (tal como as outras espécies do mesmo género botânico), a Passiflora edulis é cultivada com fins comerciais, devido ao fruto, no Caribe, no sul da Florida e no Brasil, que é o maior produtor - e também consumidor - mundial de maracujá. O maracujá de uso comercial é redondo ou ovóide, amarelo ou púrpura-escuro quando está maduro, e tem uma grande quantidade de sementes no seu interior.

O fruto é utilizado especialmente para produzir suco ou polpa de maracujá, às vezes misturada a suco de outros frutos, como a laranja. É popularmente conhecido como a fruta da tranquilidade.

A flor do maracujá é polinizada principalmente por um inseto conhecido como mamangava.

Valor nutritivo[editar | editar código-fonte]

Este fruto é fonte de vitaminas A, C e do complexo B. Além disso, apresenta boa quantidade de sais minerais (ferro, sódio, cálcio e fósforo)

Sua utilização como sedativo é conhecida desde a antiguidade, entretanto essa não é sua única utilização, pois pode ser utilizada como calmante, hipnótico, sonífero e tonificante ( DHAWAN, ET., 2004).

Suas folhas tem ação na ansiedade, asma, calmante, convulsão, crises nervosas e neurastênicas, espamos e excitação nervosa, fadiga, inquietação, hiperatividade, nervosismo e insônia. A Passiflora tem efeito depressor do sistema nervoso central,sendo utilizada no tratamento de distúrbios da ansiedade (DHAWAN,ET AL., 2003).

Óleo de Maracujá[editar | editar código-fonte]

O Óleo de Maracujá tem uma aplicação muito variada na indústria cosmética: cremes, xampus, loções, óleos, sabonetes, etc. O óleo também pode ser usado tanto na alimentação humana e animal, quanto na indústria de tintas, sabões, alimentos e outras.[1]

Enquanto produto cosmético a base de óleo de maracujá, este auxilia na regeneração pós-peeling e ajuda amaciar e hidratar peles secas. Auxilia também na regeneração de peles com estrias e normaliza o conteúdo lipídico alterado.[2]

Produtos a base do óleo do maracujá proporciona sensação relaxante e anti-stress.[3]

Dados físico-químicos do óleo de Maracujá
Indice Unidades Valores de referencia
Índices de refração (40 ºC) - 1,47
Índice de Iodo gl2 141
Índice de Saponificação mg KOH\g 190
Densidade (15 ºC ) gr\ltr 0,92
Ponto de fusão ºC 5

Composição acido-graxo do óleos de maracujá[4]

Ácidos graxos Unidade Composição
Ácido palmitico  % peso 8 - 12
Ácido esteárico  %peso 1,5 - 2,5
Ácido oleico  % peso 13,0 - 18,0
Ácido linoleico  % peso 70 - 77
Ácido linolenico  % peso < 2
Saturado  % 16
Insaturado  % 84

Pragas[editar | editar código-fonte]

As doenças e as pragas que atacam a planta do maracujá provocam prejuízos econômicos expressivos e acarretam maior uso de defensivos agrícolas, além de serem a principal ameaça à expansão e à produtividade dos cultivos de maracujá-azedo e maracujá-doce. Em algumas regiões do Brasil, doenças como a bacteriose (Xanthomonas axonopodis pv. passiflorae), murcha de fusarium (Fusarium oxysporum f. sp. passiflorae), virose do endurecimento do fruto (Passion fruit Woodiness Virus – PWV ou Cowpea aphid-borne mosaic vírus - CABMV) e a antracnose (Colletotrichum gloeosporioides) têm sido importantes limitadores da produção. Essas doenças são favorecidas por condições edafoclimáticas favoráveis.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Maracujá

Referências[editar | editar código-fonte]

[6] [7] [8]

  1. ÓLEO DE MARACUJÁ. http://www.campestre.com.br/oleo-de-maracuja.shtml
  2. ÓLEO DE MARACUJÁ.http://www.farmacam.com.br/monografias/oleodemaracujafarmacam.pdf
  3. Óleo Maracujá. Amazon Oil Industry.http://www.amazonoil.com.br/produtos/oleos/maracuja.htm
  4. KRIST, S; BUCHBAUER, G; KLAUSBERG,C. Lexikon der Pflanzlich Fette und Öle.
  5. FORMAÇÃO DE MUDAS DE MARACUJAZEIRO POR ENXERTIA EM ESPÉCIES SILVESTRES E EM HÍBRIDOS INTER E INTRAESPECÍFICOS - Dissertação de mestrado
  6. ÓLEO DE MARACUJÁ. http://www.campestre.com.br/oleo-de-maracuja.shtml
  7. ÓLEO DE MARACUJÁ.http://www.farmacam.com.br/monografias/oleodemaracujafarmacam.pdf
  8. Óleo Maracujá. Amazon Oil Industry.http://www.amazonoil.com.br/produtos/oleos/maracuja.htm

8. DHAWAN, K.., KUMAR, S., SHARMA, A. A anti-anxiety studies on extracts of Passiflora incarnate Linneaus. Journal of Ethnopharmacology, v.78, p. 165-170, 2004.

[1]

Ícone de esboço Este artigo sobre a ordem Malpighiales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. KRIST, S; BUCHBAUER, G; KLAUSBERG,C. Lexikon der Pflanzlich Fette und Öle.