Maria Antonieta de Bourbon-Duas Sicílias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Maria Antonieta de
Bourbon-Duas Sicílias
Princesa das Duas Sicílias
Condessa de Caserta
Cônjuge Afonso de Bourbon-Duas Sicílias
Descendência
Fernando Pio
Carlos Tancredo
Francisco de Paula
Maria Imaculada
Maria Pia
Maria Josefina
Januário Maria
Raniero
Felipe
Francisco de Assis
Gabriel Maria
Nome completo
Maria Antonieta Josefina Leopoldina de Bourbon-Duas Sicílias
Casa Bourbon-Duas Sicílias
Pai Francisco de Bourbon-Duas Sicílias
Mãe Maria Isabel de Áustria-Toscana
Nascimento 16 de Março de 1851
Nápoles, Reino das Duas Sicílias
Morte 12 de setembro de 1938 (87 anos)
Freiburg im Breisgau, Alemanha
Enterro Cimetière du Grand Jas, Cannes, França

Maria Antonieta Josefina Leopoldina de Bourbon-Duas Sicílias (em italiano: Maria Antonietta Giuseppina Leopoldina di Borbone-Due Sicilie) (Nápoles, 16 de março de 1851 - Freiburg im Breisgau, 12 de setembro de 1938), foi uma princesa da Casa Real das Duas Sicílias e condessa de Caserta e pretendente ao trono do Reino das Duas Sicílias pelo casamento.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Família[editar | editar código-fonte]

Maria Antonieta era a filha mais velha do príncipe Francisco de Bourbon-Duas Sicílias, conde de Trápani e de Maria Isabel de Habsburgo-Lorena, princesa da Toscana e arquiduquesa da Áustria. Seus avós paternos foram o rei Francisco I das Duas Sicílias e Maria Isabel de Bourbon, infanta de Espanha; e seus avós maternos foram Leopoldo II, Grão-duque da Toscana e Maria Antonia de Bourbon-Duas Sicílias.

Exílio[editar | editar código-fonte]

Como consequência da ocupação do Reino das Duas Sicílias pelas tropas de Giuseppe Garibaldi, o rei Francisco II se exila com toda sua família em Roma, sob proteção do Papa Pio IX. Maria Antonieta, então com dez anos de idade, passa a residir na capital dos Estados Pontifícios com seus pais.

Casamento e filhos[editar | editar código-fonte]

Casou-se em Roma, em 8 de junho de 1868, com seu primo, o príncipe Afonso de Bourbon-Duas Sicílias, conde de Caserta, filho do rei Fernando II e de sua segunda esposa, a arquiduquesa Maria Teresa de Áustria-Teschen. O casal teve doze filhos:

Com a morte de Francisco II, em 27 de dezembro de 1894, o conde de Caserta torna-se Chefe da Casa Real de Bourbon-Duas Sicílias e pretendente ao trono. Os legitimistas os proclamam como Suas Majestades Afonso I e Maria Antonieta, Reis das Duas Sicílias.

Morte[editar | editar código-fonte]

Maria Antonieta morreu na cidade alemã de Freiburg im Breisgau, em 12 de setembro de 1938, aos 87 anos de idade. Seu corpo foi sepultado no Cimetière du Grand Jas, em Cannes.

Nota[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]