Movimento Völkisch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Movimento Völkisch era a interpretação alemã do movimento populista, com um enfoque romântico sobre o folclore do país. O termo völkisch, que significa "étnico", deriva da palavra alemã Volk (cognato do Inglês "folk"), correspondente a "povo". Segundo o historiador James Webb, a palavra também tem "conotações de "nação", "raça" e "tribo"...".[1]

A idéia de definir o movimento völkisch girava em torno de Volkstum (lit. "folkdom", provavelmente mais preciso no significado seria "folclore" e/ou "etnia"), não confundir com Volkssturm. "Populista" ou "popular", neste contexto seria volkstümlich.

O "movimento" völkisch não foi um movimento unificado, mas "um caldeirão de crenças, medos e esperanças que encontrou expressão em vários movimentos e era muitas vezes articuladas em um tom emocional", Petteri Pietikäinen observou no traçado völkischs influências de Carl Gustav Jung.[2] O movimento völkischs era "provavelmente o maior grupo" no movimento revolucionário conservador na Alemanha.[3] Entretanto, como conservadores-revolucionários e fascistas, völkisch é um termo complexo ("schillernder Begriff").[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. James Webb. 1976. The Occult Establishment. La Salle, Ill: Open Court ISBN 0-87548-434-4 pp 276 – 277
  2. Petteri Pietikainen, "The Volk and Its Unconscious: Jung, Hauer and the 'German Revolution'" Journal of Contemporary History 35.4 (October 2000: 523-539) p. 524
  3. a b Hans Jürgen Lutzhöft (1971):Der Nordische Gedanke in Deutschland 1920-1940. (em alemão) Stuttgart. Ernst Klett Verlag, p. 19.

Bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • Goodrick-Clarke, Nicholas. 1985. The Occult Roots of Nazism: The Ariosophists of Austria and Germany 1890-1935. Wellingborough, England: Aquarian Press. ISBN 0-85030-402-4. (1992. The Occult Roots of Nazism: Secret Aryan Cults and Their Influence on Nazi Ideology. New York: New York University Press. ISBN 0-8147-3060-4)
  • Kurlander, E. 2002. "The Rise of Völkisch-Nationalism and the Decline of German Liberalism: A Comparison of Liberal Political Cultures in Schleswig-Holstein and Silesia 1912–1924", European Review of History 9(1): 23-36. Abstract
  • Mosse, George L. 1964. The Crisis of German Ideology: Intellectual Origins Of The Third Reich. New York: Grosset & Dunlap.
  • Stern, Fritz. 1961, 1963. The Politics Of Cultural Despair: A Study In The Rise Of The Germanic Ideology. Berkeley: University of California Press.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Alemanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.