Pintura helenística

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Isso, Mosaico de Alexandre.

Poucos exemplos de pintura mural grega sobreviveram através dos séculos. Foi necessário se contentar com o estudo das influências helenísticas em afrescos romanos, por exemplo aqueles de Herculano ou Pompeia. Certos afrescos, contudo, fornecem uma boa idéia da pintura grandiosa do período: estas são cópias de afrescos. Um exemplo é o Mosaico de Alexandre, mostrando o confronto do jovem conquistador e o Grande Rei Dario III na Batalha de Isso, um mosaico que adorna as paredes da Casa do Fauno, em Pompeia. Acredita-se ser uma cópia da pintura descrita por Plínio, o Velho. No mosaico, admira-se a escolha das cores, a composição do conjunto com o movimento e a expressividade facial. Descobertas arqueológicas recentes trouxeram à luz algumas obras originais, como por exemplo, a tumba que parece ser de Felipe II. O Período Helenístico é igualmente a época do desenvolvimento do mosaico.

Ver também[editar | editar código-fonte]

  • Mosaico de Alexandre, vista geral.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Pintura helenística
Ícone de esboço Este artigo sobre pintura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.