Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pirates of the Caribbean:
On Stranger Tides
Piratas das Caraíbas:
Por Estranhas Marés
 (PT)
Piratas do Caribe:
Navegando em Águas Misteriosas
 (BR)
Pôster promocional.
 Estados Unidos
2011 • cor • 136 min 
Direção Rob Marshall
Produção Jerry Bruckheimer
Roteiro Ted Elliott
Terry Rossio
Baseado em Tim Powers (livro)
Stuart Beattie
Jay Wolpert
Elenco Johnny Depp
Penélope Cruz
Ian McShane
Geoffrey Rush
Kevin McNally
Género Aventura
Idioma Inglês
Música Hans Zimmer
Figurino Penny Rose
Cinematografia Dariusz Wolski
Edição David Brenner
Michael Kahn
Wyatt Smith
Estúdio Walt Disney Pictures
Jerry Bruckheimer Films
Distribuição Walt Disney Studios Motion Pictures
Lançamento Portugal 19 de maio de 2011[1] Estados Unidos 20 de maio de 2011
Brasil 20 de maio de 2011[2]
Orçamento US$ 250 milhões[3]
Receita US$ 1.045.713.802[4]
Cronologia
Último
Último
Pirates of the Caribbean: At World's End
Pirates of the Caribbean: Dead Men Tell No Tales
Próximo
Próximo
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides (no Brasil Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas; em Portugal, Piratas das Caraíbas: Por Estranhas Marés) é um filme de 2011 dirigido por Rob Marshall. É o quarto filme da série Pirates of the Caribbean, distribuído pela Walt Disney Pictures, produzido por Jerry Bruckheimer e estrelado por Johnny Depp, Penélope Cruz, Ian McShane, Geoffrey Rush, Kevin McNally, Àstrid Bergès-Frisbey, Sam Claflin, Gemma Ward e Richard Griffiths.

O filme foi anunciado em 2008 e as filmagens começaram em junho de 2010. Diferente dos filmes anteriores, que foram filmados em locações no Caribe, On Stranger Tides foi filmado em locação no Havaí. Seu enredo é inspirado no livro On Stranger Tides, de Tim Powers - que já havia inspirado o jogo The Secret of Monkey Island, da LucasArts - e apresenta o Capitão Jack Sparrow procurando a Fonte da Juventude e confrontando o lendário pirata Barba Negra. É o primeiro filme da série a ser dirigido por Rob Marshall, e não por Gore Verbinski. Também é o primeiro a mostrar versões ficcionais de figuras históricas, como Barba Negra, Jorge II da Grã-Bretanha, Henry Pelham e Fernando VI da Espanha. Estreou em 20 de maio de 2011, em Disney Digital 3-D e IMAX 3-D, além das versões normais de duas dimensões e IMAX. É a 13ª maior bilheteria da história.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Jack Sparrow (Johnny Depp) está a procura da Fonte da Juventude. Ele reencontra uma mulher do seu passado chamada Angelica (Penélope Cruz), mas o pirata fica na dúvida se é amor ou se ela o está usando para encontrar a fonte. Quando ela o força a embarcar no Queen Anne's Revenge, o navio do lendário pirata Barba Negra (Ian McShane), o capitão Sparrow se encontra numa inesperada aventura em que não sabe a quem deve temer mais, Barba Negra ou Angelica. Com a ajuda de um velho rival, Barbossa (Geoffrey Rush), que agora é um corsário a serviço do reino da Inglaterra, e que está a procura de vingança contra Barba Negra, por ter afundado o Pérola Negra, eles enfrentarão sereias, maldições,sapos venenosos,penhascos,cobras e a marinha real da Espanha liderada pelo Espanhol (Óscar Jaenada) para obter a Fonte da Juventude. Jack Sparrow, conta também com ajuda de seu fiel e melhor amigo, Joshamee Gibbs (Kevin McNally).

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.


Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Stephen Graham como Scrum, um pirata servindo à bordo do Queen Anne's Revenge (Vingança da Rainha Anna).
  • Greg Ellis como Tenente Comandante Theodore Groves, Primeiro Oficial do HMS Providence.

Dublagem[editar | editar código-fonte]

  • Capitão Jack Sparrow – Marco Antônio
  • Angélica – Priscila Amorim
  • Capitão Barba Negra – Élcio Romar
  • Capitão Hector Barbossa – Mauro Ramos
  • Joshamee Gibbs – Isaac Bardavid
  • Philip Swift – Raphael Rossatto
  • Serena – Márcia Coutinho
  • Capitão Teague – Sérgio Fortuna
  • Scrum – Samir Murad
  • Tenente Comandante Theodore Groves – Christiano Torreão
  • Ezequiel – Marcelo Torreão
  • Rei George II da Grã-Bretanha – José Santa Cruz
  • Lorde John Carteret – Hércules Franco
  • Henry Pelham – Dário de Castro

Produção[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O autor do livro On Stranger Tides, Tim Powers, o havia lançado em 1988. Powers havia vendido os direitos da obra para a Disney cerca de dois anos e meio antes do quarto filme de Piratas do Caribe ser anunciado e, segundo ele, não sabia que o filme teria ligação com seu livro até então.[5] Ele disse, "Eu assisti todos os filmes várias vezes, é claro, e acho que a única coisa que claramente eles vão usar é a procura pela fonte da juventude. Meu personagem principal [John "Jack Shandy" Chandagnac] não se parece com Jack Sparrow; eles têm personalidades completamente diferentes".[5] Um dos roteiristas do filme, Terry Rossio, afirmou que não sabe dizer se ele "é baseado [no livro], mas há elementos em comum".[6]

Escolha do elenco[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2009, o retorno de Johnny Depp como o Capitão Jack Sparrow foi confirmado.[7] O ator tornou-se o mais bem pago de Hollywood ao receber o equivalente a R$130 milhões para estar nesse filme.[8] Outro ator que retorna a franquia é Kevin McNally, que esteve nos três filmes anteriores como Joshamee Gibbs. Penélope Cruz também estará no elenco, atuando como o par romântico do personagem de Depp e filha de Barba Negra, que será interpretado por Ian McShane.[9] Outros atores confirmados são Keith Richards como o pai de Sparrow,[10] Geoffrey Rush como o Capitão Barbossa,[11] Stephen Graham como um pirata chamado Scrum, Sam Claflin como o missionário Philip, e a atriz francesa Astrid Bergès-Frisbey como a sereia Syrena A modelo Gemma Ward também interpretará uma sereia.[12] Judi Dench fará uma participação especial, como uma mulher da sociedade que é seduzida e roubada por Jack Sparrow.[13]

Keira Knightley e Orlando Bloom, que participaram dos três filmes anteriores da série, não estão nesse,[14] pois ambos decidiram que sua história como os personagens havia acabado.[15] [16] Mackenzie Crook também não voltou ao seu papel de Ragetti.[17]

Filmagens[editar | editar código-fonte]

As filmagens foram iniciadas em junho de 2010,[18] , no Havaí, e também foi gravado em Londres.[19] Originalmente, o filme seria rodado no Caribe e em Los Angeles, mas as locações foram mudadas para baratear os custos, já que os incentivos fiscais nessas áreas são menores.[19] Com um orçamento de 150 milhões de dólares, outras medidas foram tomadas pelos estúdio para tornar o projeto mais barato, como serem rodadas mais cenas na terra do que no mar, menor quantidade de efeitos especiais - cerca de 1.400, quando o anterior contou com 2.000 - e aproximadamente 90 dias de filmagens, enquanto Pirates of the Caribbean: At World's End teve 142.[19]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

On Stranger Tides foi recebido com críticas geralmente médias ou mistas. Obteve uma média de 34% de aprovação no Rotten Tomatoes, que se baseou em 249 críticas recolhidas, das quais 84 foram consideradas positivas e 165, negativas. No entanto, 61% dos cerca de 145,5 mil usuários do site que avaliaram o filme, o deram 3,5 estrelas ou mais - em uma escala de até cinco.[20] Por comparação, o Metacritic calculou uma média de 46/100, baseado em 36 críticas recolhidas.[21]

Em uma crítica publicada no Washington Post, Ann Hornaday avaliou o filme com três estrelas - em um máximo de cinco. Ela afirmou que "os cinéfilos que tornaram os filmes de Piratas do Caribe gigantes de bilheteria não precisam se preocupar. On Strange Tides é tão fresco e emocionante quanto a primeira vez em que Jack Sparrow agitou sua fivela, colocando mais energia em uma franquia que não mostra qualquer sinal de desgaste".[22] No Entertainment Weekly, Owen Gleiberman o comparou com a base do seu enredo, a procura pela fonte da juventude, dizendo, "não é o sonho de qualquer sequência em uma grande franquia parecer tão fresca e nova quanto a anterior? E ter certeza de que a franquia em si irá permanecer eternamente jovem? Uma sequência como On Stranger Tides, no entanto, parece um tônico anti-envelhecimento empurrado para o público". Ele avaliou o filme com um "C".[23]

No site brasileiro Omelete, Marcelo Forlani comentou que "na tentativa de evitar as confusões do terceiro Piratas do Caribe, cada um dos detalhes desta nova trama digna de Indiana Jones é explicado nos seus pormenores, de forma mais didática que os planos dos inimigos do Scooby-Doo. [..] O quarto filme da série Piratas do Caribe dá voltas, sobe, desce, pula de penhascos, brinca bem de leve com o sobrenatural e faz gracinhas, mas acaba no mesmo lugar. Os fãs certamente vão gostar de tomar mais um porre de rum ao lado de Jack Sparrow".[24]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

On Stranger Tides obteve a maior estreia internacional da história do cinema até seu lançamento, com US$256,3 milhões durante seus primeiros cinco dias de exibição fora dos Estados Unidos, superando Harry Potter e o Enigma do Príncipe.[25]

No dia 4 de julho de 2011, a Disney confirmou que o filme havia ultrapassado um bilhão de dólares em bilheteria ao redor do mundo. Embora tenha sido a menor bilheteria da série nos Estados Unidos, conseguindo pouco mais de 235 milhões de dólares, é a segunda maior mundialmente, na frente de No Fim do Mundo (963 milhões) e A Maldição do Pérola Negra (654 milhões) e atrás de O Baú da Morte, que chegou a um bilhão e 66 milhões.

Atualmente é a décima maior bilheteria da história. Permaneceu até maio de 2012 na oitava posição, até Os Vingadores alcançar o posto e posteriormente ser a terceira maior bilheteria da história.

Continuação[editar | editar código-fonte]

A Walt Disney Pictures anunciou oficialmente que já está trabalhando na produção de Pirates of the Caribbean: Dead Men Tell No Tales. O estúdio já revelou informações sobre o novo filme da franquia. A produção novamente será de Jerry Bruckheimer e será dirigido pela dupla de diretores Joachim Rønning e Espen Sandberg. Johnny Depp retornará como Capitão Jack Sparrow.

Referências

  1. De super-heróis a Piratas das Caraíbas: o cinema de 2011 SAPO Cinema. Página visitada em 30 de abril de 2011.
  2. Piratas do Caribe 4” é recebido com frieza em Cannes Mariane Morisawa. Página visitada em 16 de maio de 2011.
  3. Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides (em inglês) BoxOfficeMojo. boxofficemojo.com (20-05-2011). Página visitada em 09-07-2013.
  4. Pirates of the Caribbean:On Stranger Tides (2011) (em inglês) Box Office Mojo. Página visitada em 16-09-2011.
  5. a b Boucher, Geoff (06-10-2009). Surprised author Tim Powers finds himself setting sail with 'Pirates of the Caribbean' [Updated] (em inglês) Los Angeles Times. Página visitada em 19-05-2010.
  6. Plumb, Alastair (17-10-2009). The Latest On Pirates 4 Origins (em inglês) Empire. Página visitada em 14-06-2010.
  7. Johnny Depp vai estrelar 'Piratas do Caribe 4' (em português) EGO. Globo.com (25-09-2008). Página visitada em 22-03-2010.
  8. Johnny Depp é o ator mais bem pago de Hollywood (em português) R7 (18-11-2009). Página visitada em 23-03-2010.
  9. Penélope Cruz fará par romântico com Depp em 'Piratas do Caribe 4' (em português) Terra (20-03-20010). Página visitada em 22-03-2010.
  10. Personagens de Penélope Cruz e Johnny Depp se envolverão em 'Piratas do Caribe 4' (em português) O Globo (20-03-2010). Página visitada em 22-03-2010.
  11. Ditzian, Eric (23-09-2009). Geoffrey Rush Says He's Planning To Shoot 'Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides' In The Spring (em inglês) MTV. Página visitada em 22-03-2010.
  12. Piratas do Caribe 4 ganha outra sereia (em português) Cineclick (14-06-2010). Página visitada em 14-06-2010.
  13. Toledo, Carina (05-11-2010). Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides terá participação especial de Judi Dench (em português) Omelete. Página visitada em 08-11-2010.
  14. Pirates of the Caribbean 4: On Stranger Tides with out Keira Knightley and Orlando Bloom (em inglês) New Movies List (21-02-2010). Página visitada em 23-03-2010.
  15. Bamigboye, Baz (10-11-2006). Swann song from pirate maid Keira (em inglês) Mail Online. Página visitada em 23-03-2010.
  16. Orlando Bloom Says No to Pirates 4 But Would Return for The Hobbit (em inglês) ReelzChannel (27-01-2010). Página visitada em 23-03-2010.
  17. Wightman, Catriona (06-02-2010). Mackenzie Crook 'not joining Pirates 4' (em inglês) Digital Spy. Página visitada em 19-05-2010.
  18. Ditzian, Eric (19-03-2010). Exclusive: Penelope Cruz To Play Johnny Depp's Love Interest In New 'Pirates' (em inglês) MTV. Página visitada em 22-03-2010.
  19. a b c Borgo, Érico (04-05-2010). Piratas do Caribe 4 passa por revisões de orçamento (em português) Omelete. Página visitada em 19-05-2010.
  20. Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides (2011) (em inglês) Rotten Tomatoes. Página visitada em 26-06-2012.
  21. Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides (em inglês) Metacritic. Página visitada em 20-05-2011.
  22. Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides (em inglês) The Washington Post. Página visitada em 20-05-2011.
  23. Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides (2011) (em inglês) Entertainment Weekly. Página visitada em 20-05-2011.
  24. Piratas do Caribe 4: Navegando em Águas Misteriosas - crítica (em português) Omelete. Página visitada em 20-05-2011.
  25. 'Piratas do Caribe 4' é a maior estreia da história do cinema (em inglês) G1 (23-05-2011). Página visitada em 25-05-2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]