New York Red Bulls

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Red Bull New York)
Ir para: navegação, pesquisa
Red Bull New York.PNG
Nome New York Red Bulls
Fundação 1995 (como New York/New Jersey MetroStars)
Estádio Red Bull Arena
Capacidade 25.000
Treinador Estados Unidos Mike Petke
Material esportivo Alemanha Adidas
Competição MLS
Website Site Oficial (em inglês)
Kit left arm nyrb13h.png Kit body nyrb13h.png Kit right arm nyrb13h.png
Kit shorts adidaswhite.png
Kit socks river1011h.png
Uniforme
titular
Kit left arm nyrb14a.png Kit body nyrb14a.png Kit right arm nyrb14a.png
Kit shorts nyrb14a.png
Kit socks 3 stripes yellow.png
Uniforme
alternativo
editar

New York Red Bulls é uma equipe de futebol norte-americana.

História[editar | editar código-fonte]

1995-2005: New York MetroStars[editar | editar código-fonte]

Fundado em 1995 como New York MetroStars e com sede em New Jersey, participou, entre 1996 e 2005, da Major League Soccer (MLS), a liga americana de futebol. Não ganhou nenhum título. Seus melhores resultados foram os vice-campeonatos da US Open Cup em 2003 e o da MLS Reserve Division em 2005. Participou da Copa Merconorte em 2001, mas foi desclassificado na primeira fase.

2006-atualidade: New York Red Bulls[editar | editar código-fonte]

Thierry Henry em ação durante a temporada 2010

Em 9 de março de 2006, o clube foi comprado pela companhia multinacional austríaca de bebidas energéticas Red Bull e mudou seu nome para New York Red Bulls. Foi vice-campeão da MLS Cup em 2008. Em 2009, o New York Red Bulls fez uma campanha muito ruim. Tanto, que venceu apenas 5 dos 30 jogos disputados. Terminou na última colocação geral e ficou a 9 pontos do penúltimo colocado, o San José Earthquakes. Ainda participou da Liga dos Campeões da CONCACAF 2009-10, mas não passou da fase preliminar. No dia 27 de março de 2010, o New York Red Bulls venceu o Chicago Fire na estreia da MLS deste ano por 1x0. Este também foi o primeiro jogo do clube pela liga utilizando o seu novo estádio, a Red Bull Arena. No dia 14 de julho de 2010, foi oficializada a contratação do craque francês Thierry Henry,[1] seguindo a Lei de Beckham. Henry estreou pelo New York no dia 22 de julho de 2010, num amistoso contra o Tottenham e fez um gol logo na estreia, mas o New York perdeu o jogo por 2x1. Em 2 de agosto, os Red Bulls contrataram mais um jogador seguindo a Lei de Beckham , o mexicano Rafael Márquez. Com a contratação de Márquez, os Red Bulls se tornaram a primeira equipe da MLS a ter três jogadores seguindo a Lei de Beckham. Nesse mesmo ano ficou em 3º lugar na MLS Supporters' Shield. Em 26 de outubro de 2013, conquistou seu primeiro título da MLS: MLS Supporters' Shield [2]

Estádio[editar | editar código-fonte]

Inauguração da Red Bull Arena com a partida New York Red Bulls x Santos, em 20 de Março de 2010

Teve seu estádio próprio inaugurado no dia 20 de março de 2010 e se chama Red Bull Arena. Para comemorar a inauguração, o New York Red Bulls marcou um amistoso contra o Santos nesse mesmo dia. O jogo terminou em 3x1 para o New York Red Bulls.

Rivalidade[editar | editar código-fonte]

Os times em que o New York Red Bulls mantem certa rivalidade são o D.C. United, o New England Revolution, Philadelphia Union, o primeiro desse mantendo-se como o maior rival do time, desde a época dos MetroStars.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Como New York MetroStars

Como New York Red Bulls

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Uniformes atuais[editar | editar código-fonte]

  • 1º uniforme: Camisa branca, calção vermelho e meias brancas;
  • 2º uniforme: Camisa azul-marinho, calção e meias azuis-marinho.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time

Uniformes dos goleiros[editar | editar código-fonte]

  • Azul com detalhes brancos.
  • Amarelo com detalhes pretos.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'

Uniformes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 2011
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2010
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2009
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2008
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2007
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2006
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro

Elenco Atual[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 23 de fevereiro de 2014.[3]

Legenda
  • Capitão: Capitão


Goleiros
Jogador
18 Estados Unidos Ryan Meara
24 Estados Unidos Santiago Castano
31 Estados Unidos Luis Robles
Defensores
Jogador Pos.
2 Inglaterra Richard Eckersley Z
4 Colômbia Jámison Olave Z
5 Espanha Armando Z
7 Costa Rica Roy Miller Z
16 Estados Unidos Connor Lade Z
20 Estados Unidos Matt Miazaga Z
27 Japão Kosuke Kimura Z
32 Uganda Ibrahim Sekagya Z
Meio-campistas
Jogador Pos.
6 Estados Unidos Ian Christianson M
10 Inglaterra Lloyd Sam M
11 Estados Unidos Dax McCarty M
12 Estados Unidos Eric Alexander M
13 Camarões Marius Obekop M
17 Austrália Tim Cahill M
21 Espanha Ruben Bover M
22 Irlanda do Norte Jonny Steele M
23 Colômbia Michael Bustamante M
30 Estados Unidos Bobby Convey M
Atacantes
Jogador
8 França Péguy Luyindula
15 Estados Unidos Andre Akpan
99 Inglaterra Bradley Wright-Phillips
14 França Thierry Henry
Comissão técnica
Nome Pos.
Estados Unidos Mike Petke T

Jogadores históricos[editar | editar código-fonte]

O australiano Tim Cahill, ídolo da história recente do New York Red Bulls, em Maio de 2013

Técnicos[editar | editar código-fonte]

Estádios[editar | editar código-fonte]

Recordes[editar | editar código-fonte]

Média de público[editar | editar código-fonte]

temporada regular/playoffs

  • 1996: 23,898/14,416
  • 1997: 16,899
  • 1998: 16,520/11,686
  • 1999: 14,706
  • 2000: 17,621/15,172
  • 2001: 20,806/12,817
  • 2002: 18,148
  • 2003: 15,822/10,211
  • 2004: 17,194/11,161
  • 2005: 15,077/10,003
  • 2006: 14,570/14,570
  • 2007: 16,530/14,165
  • 2008: 16,967/11,578
  • 2009: 12,229

Maior público em uma partida da liga: 66,237

Notas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de Estados UnidosSoccer icon Este artigo sobre clubes de futebol estadunidenses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.