Samwise Gamgee

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde maio de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Samwise Gamgee
Personagem da Terra Média
Raça Hobbit
Divisão pés-peludos
Família Gamgi
Tiítulos Prefeito do Condado
Outros Nomes Samwise Gardner,
Sam,
Samwise, o Bravo,
Banazîr Galbasi
Data de Nascimento 2980 da Terceira Era do Sol
Data de Falecimento Desconhecido, 61 da Quarta Era do Sol
Primeira aparição
em Livro
A Sociedade do Anel (1954)
Primeira aparição
em Filme
O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel (2001)
Intérprete Sean Astin
Personagems Criados por J.R.R. Tolkien


Samwise Gamgee (ou Sam Gamgee, também traduzido no Brasil por Samwise "Sam" Gamgi), filho de Hamfast "Ham" Gamgi, é uma personagem fictício da trilogia O Senhor dos Anéis, de J. R. R. Tolkien.

Sam na história[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Na obra de Tolkien, Sam e Frodo são hobbits, seres com mais ou menos a metade da altura de um humano, de pés grandes e peludos, que habitam a Terra-média.

Como uma punição por bisbilhotar a conversa de Gandalf com Frodo sobre o Um Anel, Sam foi nomeado companheiro de Frodo em sua empreitada até Valfenda. Na verdade, Sam acaba adorando, pois seu sonho sempre foi conhecer elfos.

Já em Valfenda, Sam escuta escondido o Conselho de Elrond, onde recusa-se a deixar Frodo e de ir sem ele até Mordor.

Inicialmente, Sam só foi um bom companheiro, caracterizado pelo interesse em Elfos e talentoso na declamação e composição de poemas. Posteriormente ele se mostra muito corajoso, não deixando de cumprir suas responsabilidades como companheiro, protetor e amigo.

Quando Frodo encontrou Gollum, que um dia foi dono do Um Anel, Sam imediatamente desprezou-o e avisou Frodo que ele não merecia a confiança, suspeitas confirmadas quando Gollum conduziu Frodo até uma caverna onde Laracna, uma aranha monstruosa, o devoraria.

Sam e Frodo atravessam várias adversidades (leia aqui o resumo do enredo) e, por fim, destroem o Anel na Montanha da Perdição, com uma ajuda providencial e involuntária de Gollum, já que Frodo tinha sido dominado pelo Anel e não conseguia se desfazer dele, mas Gollum arrancou o dedo em que Frodo usava o Anel, mas acaba caindo nas Fendas da Perdição e morrendo junto.

Depois da Guerra do Anel, Sam casou-se com Rosinha Villa e mudou-se para Bolsão com Frodo. Teve treze filhos: Elanor, a Bela; Frodo, Rosa, Merry, Pippin, Cachinhos Dourados, Hamfast, Margarida, Primavera, Bilbo, Rubi, Robin e Tolman.

Quando Frodo partiu, no fim da Terceira Era, Sam herdou Bolsão, assim como o Livro Vermelho do Marco Ocidental, para que Sam continuasse a história.

Na Quarta Era, Sam foi eleito sete vezes seguidas como prefeito do Condado.

Depois da morte de sua mulher, Sam deu o Livro Vermelho a sua filha Elanor, a Bela, e deixou o Condado. Não foi visto mais na Terra-média, e diz-se que, por ter sido por um tempo um Portador do Anel, ele conseguiu o direito de partir para as Terras Imortais.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

A Sociedade do Anel
Frodo · Sam · Merry · Pippin · Gandalf · Aragorn · Legolas · Gimli · Boromir


Ícone de esboço Este artigo sobre a obra de J. R. R. Tolkien é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.