Sega 32X

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sega 32X
Sega 32X
Fabricante Sega
Tipo Console de videogame
Geração 4ª geração
Lançamento Estados Unidos Nov de 1994 EUA
Japão 03 de Dez de 1994
União Europeia Jan de 1995 (EU)
Descontinuado Outubro de 1995
Unidades
vendidas
200.000[1]
Mídia Cartucho
CPU 2x SH-2 - 32-bit RISC (23 MHz)[2]
Controladores Gamepad
Conectividade Mega Drive
Retrocompa-
tibilidade
Mega Drive
Antecessor Sega CD
Sucessor Sega saturn

Sega 32X é um acessório para o console da Sega, o Mega Drive.

No Japão, foi distribuído com o nome Sega Super 32X. Na América do Norte, Sega Genesis 32X. Na Europa, Austrália, e Brasil, era chamado Mega 32X.

O acessório deveria ser inserido na entrada de cartucho do Mega Drive, recebendo cartuchos próprios ou do Mega Drive. Para caber em todas as versões do console, possuía diferentes fundos.

O 32X nasceu como um dos projetos da Sega para ultrapassar o Super Nintendo tecnologicamente, e seu codinome durante o desenvolvimento era Project Mars(Projeto Marte).

O console teve apenas 39 jogos lançados, dos quais 2 são exclusivos da Europa (Darxide e Fifa 96) e um, do Japão (Sangokushi IV, em inglês Romance of the Three Kingdoms IV). 6 dos 39 jogos eram utilizados junto com o Sega CD [3] , sendo o mais famoso o Night Trap, que apresentava 32,768 cores na tela ao invés das 64 do Sega CD.

O console acabou enfrentando diversos problemas, como a existência paralela do console Sega Saturn, que apresentava-se como um videogame mais adequado a nova geração de consoles considerando as especificações técnicas, e mais adequado também para competir com a nova geração de videogames da Sony e Nintendo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Blake Sow (2007-05-04). The 10 Worst-Selling Consoles of All Time. GamePro.com. Arquivado do original em 18 de agosto de 2008. Página visitada em 2007-11-25.
  2. Sega Mega Drive 32X instruction manual. [S.l.]: Sega Enterprises. 20 p.
  3. Pop, Lee (15 de Agosto de 2012). 6 Sega CD 32X Games (is all they made) p. poprewind.com. Página visitada em 10 de Março de 2014.