Anti (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Anti
Álbum de estúdio de Rihanna
Lançamento 28 de janeiro de 2016 (2016-01-28)
Gravação 2014-15
Estúdio(s)
Duração 43:36
Editora(s) Westbury Road, Roc Nation
Produção Robyn Fenty (exec.), Boi 1da, Brian Kennedy, Chad Sabo, DJ Mustard, Daniel Jones, Fade Majah, Frank Dukes, Fred Ball, Hit-Boy, Jeff Bhasker, Kevin Parker, Mick Schultz, Mitus, No I.D., Robert Shea Taylor, Scum, Timbaland, Travis Scott, Twice as Nice
Cronologia de Rihanna
Singles de Anti
  1. "Work"
    Lançamento: 27 de Janeiro de 2016
  2. "Kiss It Better"
    Lançamento: 30 de Março de 2016
  3. "Needed Me"
    Lançamento: 30 de Março de 2016
  4. "Love on the Brain"
    Lançamento: 27 de Setembro de 2016

Anti (estilizado como: ANTI) é o oitavo álbum de estúdio da cantora barbadense Rihanna, lançado a 28 de janeiro de 2016 através das editoras Westbury Road Entertainment e Roc Nation.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Em novembro de 2012, Rihanna lançou o seu sétimo disco de originais, Unapologetic, de género R&B e pop[1][2] com elementos de dubstep e EDM incorporados.[3][4] Estreou na primeira posição da tabela norte-americana Billboard 200 com vendas avaliadas em 238 mil cópias,[5] e para sua promoção, foram editados os singles "Diamonds" e "Stay", além de ter realizado a digressão mundial Diamonds World Tour. Entre 2005 e 2012, a cantora cumpriu o calendário com um lançamento anual, contudo, em 2013 confirmou que não iria manter a tradição para se dedicar a outros projetos.[6] Ao lado de Jim Parsons, Steve Martin e Jennifer Lopez, a intérprete participou no filme de animação, Home, estreado em março de 2015, e foi creditada como produtora executiva da respetiva banda sonora.[7][8]

Em maio de 2014, a revista Complex anunciou que a cantora tinha deixado a sua editora Def Jam Recordings e assinado contrato completo com a Roc Nation.[9] Rihanna confirmou que optou por procurar por uma nova direção musical e recomeçar o seu novo álbum do início, depois de terem surgido rumores de que o trabalho tinha sido adiado ou cancelado.[10] Em outubro de 2015, foi revelado que a intérprete tinha adquirido os direitos de todas as suas gravações e lançaria Anti sob a sua recém-criada editora discográfica, Westbury Road Entertainment.[11] Nesse mesmo mês, foi anunciada a assinatura de um contrato de 25 milhões de dólares com o grupo multinacional coreano Samsung, a fim de promover o lançamento do disco, uma digressão de suporte e ainda a linha de produtos da marca Samsung Galaxy.[12]

Lançamento e promoção[editar | editar código-fonte]

Em novembro de 2014, Rihanna anunciou que o seu disco seria editado "muito em breve".[13] No mês seguinte, convidou alguns fãs para participar num vídeo promocional, gravado em Paris, associado com a promoção do álbum.[14] Sem anunciar uma nova data, a cantora lançou três singles, várias prévias curtas de novas músicas e atuou em cerimónias de entrega de prémios. Depois do primeiro single, "FourFiveSeconds", com Kanye West e Paul McCartney, a intérprete divulgou a 5 de março de 2015 um vídeo com alguns segundos de um tema intitulado "Higher".[15] A segunda faixa de trabalho, "Bitch Better Have My Money", foi lançada e interpretada pela primeira vez ao vivo durante a 2.ª edição dos iHeartRadio Music Awards.[16] No seu sítio oficial, Rihanna anunciou um interlúdio denominado "James Joint", como celebração do 420, a 21 de abril do mesmo ano.[17] Durante a campanha da cantora com a marca francesa Dior, foi revelado um minuto de vídeo com uma obra chamada "Only if for a Night".[18]

Em novembro de 2015, após a assinatura do contrato promocional com a Samsung, foi lançado um sítio na Internet denominado "ANTIdiaRy", com vários vídeos, fotos e mensagens com pistas sobre o lançamento de Anti.[19] Nesse mesmo mês, Rihanna cancelou a atuação planeada no Victoria's Secret Fashion Show para se dedicar ao término do disco[20] e anunciou a Anti World Tour, com datas para a América do Norte e Europa.[21][15][18][22][23]

Alinhamento de faixas[editar | editar código-fonte]

N.º TítuloCompositor(es)Produtor(es) Duração
1. "Consideration" (com SZA)Solána Rowe, Robyn Fenty, Tyran DonaldsonScum 2:41
2. "James Joint"  Robert Shea Taylor, Fenty, James FauntleroyTaylor 1:12
3. "Kiss It Better"  Jeff Bhasker, John Glass, Teddy Sinclair, FentyBhasker 4:13
4. "Work" (com Drake)Jahron Braithwaite, Michael Samuels, Allen Ritter, Rupert Thomas, Aubrey Graham, Robyn Fenty, Monte MoirBoi-1da 3:39
5. "Desperado"  Krystin "Rook Monroe" Watkins, Mick Schultz, Fenty, Fauntleroy, D. RachelSchultz 3:06
6. "Woo"  Chauncey Hollis, Jacques Webster, Jeremih Felton, Abel Tesfaye, Fenty, Terius Nash, Rachel, Jean BaptistHit-Boy, Travis Scott(a) 3:55
7. "Needed Me"  Dijon McFarlane, Fenty, Nick Audino, Lewis Hughes, Khaled Rohaim, Te Warbrick, Adam Feeney, Brittany Hazard, Charles Hinshaw, RachelDJ Mustard, Twice as Nice,(a) Frank Dukes(b) 3:11
8. "Yeah, I Said It"  Tim Mosley, Badriia Bourelly, Evon Barnes, Daniel Jones, Chris Godbey, Jean-Paul Bourelly, FentyTimbaland, Fade Majah, Jones 2:13
9. "Same Ol' Mistakes"  Kevin ParkerParker 6:37
10. "Never Ending"  Chad Sabo, Fenty, Paul Herman, Dido ArmstrongSabo 3:22
11. "Love on the Brain"  Fred Ball, Joseph Angel, FentyBall 3:44
12. "Higher"  Ernest Wilson, B. Bourelly, Fenty, Fauntleroy, Jerry Butler, Kenny Gamble, Leon HuffNo I.D. 2:00
13. "Close to You"  Brian Kennedy Seals, Fauntleroy, FentyKennedy 3:43
Duração total:
43:36
Notas
Créditos de demonstrações

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Stacy-Ann Ellis (19 de novembro 2012). «'Unapologetic' Review: Rihanna Is Sorry She's Not Sorry» (em inglês). Vibe. Consultado em 16 de outubro de 2015.. Cópia arquivada em 23 de outubro de 2013 
  2. Greg Kot (19 de novembro de 2012). «Album review: Rihanna, 'Unapologetic'». Chicago Tribune (em inglês). Consultado em 16 de outubro de 2015.. Cópia arquivada em 4 de fevereiro de 2013 
  3. Adam Thrills (15 de novembro de 2012). «Rihanna is unapologetic as she wins the battle of the divas» (em inglês). RoberDaily Mail. Consultado em 16 de outubro de 2015.. Cópia arquivada em 20 de janeiro de 2014 
  4. Randall Roberts (16 de novembro de 2012). «Review: Rihanna's 'Unapologetic' shines light on past drama». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 16 de outubro de 2015. 
  5. Keith Caulfield (27 de novembro de 2012). «Rihanna Earns First No. 1 Album on Billboard 200 Chart» (em inglês). Billboard . Consultado em 16 de outubro de 2015. 
  6. Peter Robinson (18 de setembro de 2015). «Rihanna Exclusive Interview: 'I Break The Rules Even When I Don't Intend To'» (em inglês). NME. Consultado em 28 de dezembro de 2015. 
  7. «Music — Home (Original Motion Picture Soundtrack) by Various Artists» (em inglês). iTunes Store. Consultado em 16 de outubro de 2015. 
  8. Marc Graser (25 de fevereiro de 2014). «Rihanna to Make Concept Album for Upcoming Animated Movie» (em inglês). Variety. Consultado em 28 de dezembro de 2015. 
  9. Lauren Nostro (5 de maio de 2014). «Rihanna Has Left Def Jam and Signed to Jay Z's Roc Nation Label» (em inglês). Complex. Consultado em 16 de outubro de 2015. 
  10. «Rihanna scraps highly anticipated album» (em inglês). Inquisitr. Consultado em 28 de dezembro de 2015. 
  11. Courtney Lindley (1 de outubro de 2015). «Rihanna Will Release Her Next Album Through Her Own Company & This Feminist Move Is Typical For Bad Girl RiRi» (em inglês). Bustle. Consultado em 28 de dezembro de 2015. 
  12. Claire Atkinson (29 de outubro de 2015). «Rihanna inks $25M sponsorship deal with Samsung» (em inglês). New York Post. Consultado em 28 de dezembro de 2015. 
  13. Sophie Schillaci (19 de novembro de 2015). «Rihanna Tells ET: New Album Coming 'Very Soon'» (em inglês). Entertainment Tonight. Consultado em 28 de dezembro de 2015. 
  14. Dee Lockett (março de 2013). «Everything We Know About Rihanna's Next Album» (em inglês). Vulture. Consultado em 28 de dezembro de 2015. 
  15. a b «Rihanna Previews Florence + the Machine-Sampling 'A Night' in Dior Ad: Watch» (em inglês). CBS Radio. 14 de abril de 2015. Consultado em 8 de outubro de 2015. 
  16. Stacey Anderson (29 de março de 2015). «Rihanna Debuts 'Bitch Better Have My Money' at iHeartRadio Awards» (em inglês). Billboard. Consultado em 28 de dezembro de 2015. 
  17. Ali Szubiak (21 de abril de 2015). «Rihanna Releases 4/20 Themed Track 'James Joint'» (em inglês). PopCrush. Consultado em 28 de dezembro de 2015. 
  18. a b Will Robinson (18 de maio de 2015). «Rihanna Teases New Track 'Only If For A Night'» (em inglês). Entertainment Weekly. Consultado em 16 de novembro de 2015. 
  19. Gerrick D. Kennedy (19 de novembro de 2015). «Rihanna is teaming up with Samsung for 'Anti,' unveils album website» (em inglês). Los Angeles Times. Consultado em 28 de dezembro de 2015. 
  20. Gregory Hicks. «Rihanna Cancels Her Victoria Secret Performance, But For A Great Reason» (em inglês). MTV. Consultado em 28 de dezembro de 2015. 
  21. Jessica Goodman (23 de novembro de 2015). «Rihanna announces Anti world tour» (em inglês). Entertainment Weekly. Consultado em 28 de dezembro de 2015. 
  22. Jeremy Gordon (21 de abril de 2015). «Rihanna Releases Stoner Anthem "James Joint"» (em inglês). Pitchfork Media. Consultado em 28 de dezembro de 2015. 
  23. Latifah Muhammad (8 de janeiro de 2016). «Report: Rihanna and Drake Reunite for 'Work'» (em inglês). Pitchfork Media. Consultado em 11 de janeiro de 2016. 
  24. Brittany Spanos (27 de janeiro de 2016). «Rihanna Surprise-Releases Eighth Album, 'Anti'» (em inglês). Rolling Stone. Consultado em 28 de janeiro de 2016. 
  25. «Longplay-Chartverfolgung at Musicline» (em alemão). Media Control Charts. Consultado em 5 de fevereiro de 2016. 
  26. «Australian-charts – Rihanna - Anti» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 6 de fevereiro de 2016. 
  27. «Austriancharts – Rihanna - Anti» (em alemão). Hung Medien. Consultado em 13 de fevereiro de 2016. 
  28. «Ultratop.be - Rihanna - Anti» (em holandês). Hung Medien. Consultado em 5 de fevereiro de 2016. 
  29. «Ultratop.be - Rihanna - Anti» (em francês). Hung Medien. Consultado em 5 de fevereiro de 2016. 
  30. «Rihanna – Chart history - Canadian Albums Chart» (em inglês). Billboard. Consultado em 9 de fevereiro de 2016. 
  31. «gaon chart» (em coreano). Gaon Music Chart. Consultado em 23 de fevereiro de 2016. 
  32. «Danishcharts.com – Rihanna – Anti» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 18 de fevereiro de 2016. 
  33. «Official Scottish Albums Chart Top 100 - 05 February 2016 - 11 February 2016» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 9 de fevereiro de 2016. 
  34. «Spanishcharts.com - Rihanna - Anti» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. 
  35. «Rihanna – Chart history - Billboard 200» (em inglês). Billboard. Consultado em 2 de fevereiro de 2016. 
  36. «Rihanna Album & Song Chart History » R&B/Hip Hop Albums» (em inglês). Billboard. Consultado em 7 de fevereiro de 2016. 
  37. «Musiikkituottajat – IFPI Finland» (em finlandês). Musiikkituottajat. Consultado em 23 de fevereiro de 2016. 
  38. «Lescharts.com - Rihanna - Anti» (em francês). Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2016. 
  39. «Official IFPI ChartsTop-75 Albums Sales Chart (Week: 3/2015)» (em grego). Association of Greek Producers of Phonograms . Consultado em 29 de fevereiro de 2016.. Cópia arquivada em 2 de março de 2016 
  40. «Archívum – Slágerlisták – MAHASZ – Magyar Hangfelvétel-kiadók Szövetsége» (em húngaro). MAHASZ. Consultado em 21 de fevereiro de 2016. 
  41. «Chart Track» (em inglês). GfK. Consultado em 13 de fevereiro de 2016. 
  42. «Album - Classifica settimanale WK 6 (dal 2016-02-05 al 2016-02-11)» (em italiano). Federazione Industria Musicale Italiana. Consultado em 13 de fevereiro de 2016. 
  43. «リアーナ – アンチ» (em japonês). Oricon. Consultado em 29 de fevereiro de 2016. 
  44. «Norwegiancharts – Rihanna - Anti» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 13 de fevereiro de 2016. 
  45. «NZ Top 40 Albums Chart» (em inglês). RMNZ. Consultado em 13 de fevereiro de 2016. 
  46. «Dutchcharts.nl – Rihanna - Anti» (em holandês). Hung Medien. Consultado em 5 de fevereiro de 2016. 
  47. «Oficjalna lista sprzedaży :: OLIS - Official Retail Sales Chart» (em polaco). OLiS. Consultado em 21 de fevereiro de 2016. 
  48. «Portuguesecharts.com – Rihanna - Anti» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. 
  49. «Official Albums Chart Top 100 - 05 February 2016 - 11 February 2016» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 5 de fevereiro de 2016. 
  50. «Official R&B Albums Chart Top 40 - 05 February 2016 - 11 February 2016» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 5 de fevereiro de 2016. 
  51. «ČNS IFPI» (em checheno). IFPI Česká Republika. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. 
  52. «Новый альбом «Ночных снайперов» вошел в чарты российского iTunes» (em russo). Lenta.ru. 8 de fevereiro de 2016. Consultado em 11 de fevereiro de 2016. 
  53. «Swedishcharts.com – Rihanna - Anti» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2016. 
  54. «Rihanna - Anti swisscharts.com» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 10 de fevereiro de 2016. 
  55. «Certificações (Áustria) (álbum) – Rihanna – Anti» (em alemão). Federação Internacional da Indústria Fonográfica (Áustria). Consultado em 5 de maio de 2016.  Introduza Rihanna no campo Interpret. Introduza Anti no campo Titel. Seleccione álbum no campo Format. Clique Suchen.
  56. «Certificações (Canadá) (álbum) – Rihanna – Anti» (em inglês). Music Canada. Consultado em 21 de fevereiro de 2016. 
  57. «Certificações (Dinamarca) (álbum) – Rihanna – Anti» (em dinamarquês). Federação Internacional da Indústria Fonográfica (Dinamarca). Consultado em 5 de maio de 2016. 
  58. «Certificações (Estados Unidos) – Rihanna – Anti» (em inglês). Recording Industry Association of America. Consultado em 30 de março de 2018. 
  59. «Certificações (Reino Unido) – Rihanna – Anti» (em inglês). British Phonographic Industry. Consultado em 16 de março de 2016.