Apocalipse 8

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Os sete anjos com sete trombetas
Gravura de Albrecht Dürer (1496-1498).

Apocalipse 8 é o oitavo capítulo do Livro do Apocalipse (também chamado de "Apocalipse de João") no Novo Testamento da Bíblia cristã.[1][2] O livro todo é tradicionalmente atribuído a João de Patmos, uma figura geralmente identificada como sendo o apóstolo João.[3]

Neste capítulo encerra-se a narrativa dos sete selos e começa a descrição das sete trombetas.

Texto[editar | editar código-fonte]

O texto original está escrito em grego koiné e contém 13 versículos. Alguns dos mais antigos manuscritos contendo porções deste capítulo são:

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Este capítulo pode ser dividido em cinco seções distintas:

  • "Sétimo selo: Prelúdio para as sete trombetas" (versículos 1-6)
  • "Primeira trombeta: vegetação é atingida" (versículo 7)
  • "Segunda trombeta: os mares são atingidos" (versículos 8-9)
  • "Terceira trombeta: as águas são atingidas" (versículos 10-11)
  • "Quarta trombeta: os céus são atingidos" (versículos 12-13)

Conteúdo[editar | editar código-fonte]

A primeira parte deste capítulo encerra a narrativa dos sete selos e serve de prelúdio para a próxima, a das sete trombetas. O último selo revela os anjos que receberam do próprio Deus suas trombetas. Com um turíbulo aceso pelo fogo do altar, um dos anjos "lançou sobre a terra; e houve trovões, vozes, relâmpago e terremoto" (Apocalipse 8:1-6). Daí em diante, os anjos passam a tocar suas trombetas em sequência. A primeira queimou um terço das terras, um terço das árvores e todas as plantas menores com fogo e sangue. A segunda lançou um fogo sobre o mar e um terço dele se transformou em sangue, matando um terço das criaturas e destruindo um terço dos navios. A terceira trombeta lançou do céu uma "estrela", que João chama de "Absinto", que amargou uma terça parte dos rios e as fontes de água potável, matando muitos homens. A quarta trombeta "feriu" uma terça parte do sol, uma terça parte da lua e uma terça parte das estrelas, escurecendo o dia e a noite (Apocalipse 8:7-13).

O capítulo termina com o aviso de uma águia lamentando sobre as três trombetas que ainda faltavam (os "três ais", uma referência ao seu lamento: "ai, ai, ai"), indicando a continuação da narrativa em Apocalipse 9.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Halley, Henry H. Halley's Bible Handbook: an abbreviated Bible commentary. 23rd edition. Zondervan Publishing House. 1962.
  2. Holman Illustrated Bible Handbook. Holman Bible Publishers, Nashville, Tennessee. 2012.
  3. Evans, Craig A (2005). Craig A Evans, ed. Bible Knowledge Background Commentary: John, Hebrews-Revelation. Colorado Springs, Colo.: Victor. ISBN 0781442281 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]