Aquarela Brasileira 7

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Aquarela Brasileira 7 é o sétimo e último repertório do disco de Emílio Santiago, lançado em 1994.

.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. É luxo só (Ary Barroso, Luiz Peixoto)
    • Na cadência do samba (Luiz Bandeira)
  2. Dilema (Gilson Casinha, Aldir Blanc)
    • Castigo (Dolores Duran)
  3. Fim de caso (Dolores Duran)
  4. Coleção (P. Zdanowski, Cassiano)
    • Todo azul do mar (Flávio Venturini-Ronaldo Bastos)
  5. Cadê juizo (Gilson Casinha, Joran)
  6. Alfluentes (Fhernanda Rodrigues, Sarah Benchimol)
  7. Razão de viver (Paulo Sergio Valle, Eumir Deodato)
  8. Desde que o samba é samba (Caetano Veloso)
    • Folhas secas (Nelson Cavaquinho-Guilherme de Brito)
  9. Lembranças (Benil Santos, Raul Sampaio)
    • Meu nome é ninguém (Haroldo Barbosa-Luiz Reis)
  10. Tropeços naturais (Altay Veloso)
  11. Passarinho, Passarola...Quero Ver Voar (GRES Tradição)