Campeonato Mundial de Rali de 1985

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Campeonato Mundial de Rali de 1985 foi a décima-terceira temporada do Campeonato Mundial de Rali (WRC ou World Rally Championship) da Fédération Internationale de l'Automobile (FIA). A temporada consistiu de 12 ralis que seguiram a mesma ordem dos anos anteriores.

Após uma estréia bem-sucedida no Grupo B de seu Peugeot 205 Turbo 16 no final da temporada anterior, a Peugeot Talbot Sport voltou em 1985 para disputar a temporada com Ari Vatanen que venceu três dos quatro últimos ralis em 1984. Já no primeiro rali Vatanen ultrapassou o Quattro de Walter Röhrl apesar de uma penalidade ter lhe acrescentado oito minutosde desvantagem. No Rali da Suécia, Vatanen venceu novamente, se posicionando como favorito ao título de pilotos, além de dar uma vantagem à Peugeot no campeonato de construtores.

Uma tragédia ocorrou no Rali da Córsega em maio. No 4º estágio do rali, o piloto italiano Attilio Bettega bateu seu Lancia 037 em uma árvore e morreu na hora, seu co-piloto Maurizio Perissinot sobreviveu ao acidente sem ferimentos. A batida levantou questionamentos a respeito da segurança nos carros do Grupo B. Ironicamente, exatamente um ano depois no mesmo evento Henri Toivonen foi vítima de um acidente fatal semelhante que forçou a a FIA a banir o Grupo B.

Como nas temporadas anteriores, apesar dos doze eventos somarem pontos para o campeonato de pilotos, apenas dez dos eventos valiam para a disputa entre os construtores. Os dois eventos excluídos em 1984 foram o Rali da Suécia e o da Costa do Marfim.

Apesar do bom começo, Vatanen sofreu um grave acidente no Rali da Argentina durante um longo trecho de alta velocidade. Toda a parte externa do carro ficou destruída, mas o santantônio absorveu a maior parte do impacto. Os pilotos foram levados ao hospital pelo helicóptero da Peugeot e os ferimentos de Vatanen foram graves. Apesar de mais tarde se recuperar e voltar ao esporte, a equipe Peugeot passou a depender de seu outro piloto Timo Salonen. Salonen logo assumiu a liderença e terminou o campeonato com cinco ralis vencidos.

A Audi Sport teve de enfrentar a dupla pressão exercida pela competitividade do Peugeot 205 e um comprometimento cada vez menor da fábrica com o desenvolvimento do carro de rally. Com a crescente preocupação quanto a segurança do Grupo B, a empresa passou a questionar o envolvimento no esporte caso não fossem tomadas medidas de segurança. Apesar de Stig Blomqvist e Walter Röhrl permanecerem na equipe e alcançarem o segundo e terceiro lugares respectivamente, seu desempenho estava bem abaixo dos carros da Peugeot e a Audi terminou o campeonato com uma única vitória, em San Remo com Röhrl, a última vitória da Audi no grupo B do campeonato mundial.

A temporada da equipe Lancia Martini foi ainda mais decepcionante que o da Audi. O Lancia Sport 037 de tração traseira teve pouco sucesso, mesmo nas mãos de pilotos como Markku Alén, Massimo Biasion e Henri Toivonen. Toivonen ainda sofreu um acidente, quebrando três vértebras em seu pescoço logo no início da temporada e ficando de fora de boa parte dela.[1] A equipe já esperava a chegada do Delta S4, com tração nas quatro rodas, esperando que fosse competitivo. Ao estrear no último rali da temporada, o Rali da Grã-Bretanha, conquistou a vitória e deu esperanças à equipe para a temporada seguinte.

A Austin Rallying estreou no mundo dos ralis com o MG Metro 6R4 e seu motor V6 de 3 litros, alcançando o pódio no Rali da Grã-Bretanha. Seu sucesso seria breve no entanto, com o baixo desempenho do Metro na última temporada do grupo B em 1986.

Semelhante às temporadas anteriores, apesar dos doze eventos somarem pontos para o campeonato de pilotos, apenas onze dos eventos valiam para a disputa entre os construtores. O evento excluído em 1985 foram o Rali da Suécia.

Eventos[editar | editar código-fonte]

Mapa dos eventos[editar | editar código-fonte]

WRC-1983.png
Preto = Asfalto Marrom = Cascalho Azul = Neve/gelo Vermelho = Superfície mista

Agenda e resultados[editar | editar código-fonte]

Etapa Nome do rali Estágios Pódio
Colocação Piloto Co-piloto Carro Tempo
1 Mónaco 53ème Rallye Automobile de Monte Carlo
(26 de janeiro-1 de fevereiro)
34 estágios
852 km
Asfalto
1 Finlândia Ari Vatanen Reino Unido Terry Harryman Peugeot 205 T16 10:20:49
2 Alemanha Ocidental Walter Röhrl Alemanha Ocidental Christian Geistdörfer Audi Sport Quattro 10:26:06
3 Finlândia Timo Salonen Finlândia Seppo Harjanne Peugeot 205 T16 10:30:54
2 Suécia 35th International Swedish Rally
(15-17 de fevereiro)
29 estágios
505 km
Neve/gelo
1 Finlândia Ari Vatanen Reino Unido Terry Harryman Peugeot 205 T16 4:38:49
2 Suécia Stig Blomqvist Suécia Björn Cederberg Audi Sport Quattro 4:40:38
3 Finlândia Timo Salonen Finlândia Seppo Harjanne Peugeot 205 T16 4:42:15
3 Portugal 15º Rallye de Portugal Vinho do Porto
(6-9 de março)
47 estágios
733 km
Cascalho/asfalto
1 Finlândia Timo Salonen Finlândia Seppo Harjanne Peugeot 205 T16 8:07.25
2 Itália Miki Biasion Itália Tiziano Siviero Lancia 037 8:12:12
3 Alemanha Ocidental Walter Röhrl Alemanha Ocidental Christian Geistdörfer Audi Sport Quattro 8:13:23
4 Quénia 33rd Marlboro Safari Rally
(4 -8 de abril)
88 controles
5167.6 km
Cascalho
1 Finlândia Juha Kankkunen Reino Unido Fred Gallagher Toyota Celica TCT +5:18 pen
2 Suécia Björn Waldegård Suécia Hans Thorszelius Toyota Celica TCT +5:52 pen
3 Quénia Mike Kirkland Quénia Anton Levitan Nissan 240RS +6:01 pen
5 França 29ème Tour De Corse - Rallye de France
(2-4 de maio)
29 estágios
1078 km
Asfalto
1 França Jean Ragnotti França Pierre Thimonier Renault 5 Maxi Turbo 12:54:15
2 França Bruno Saby França Jean-François Fauchille Peugeot 205 T16 E2 13:06:47
3 França Bernard Béguin França Jean-Jacques Lenne Porsche 911 SC RS 13:20:04
6 Grécia 32nd Acropolis Rally
(27-30 de maio)
47 estágios
807.8 km
Cascalho
1 Finlândia Timo Salonen Finlândia Seppo Harjanne Peugeot 205 T16 E2 10:20:19
2 Suécia Stig Blomqvist Suécia Björn Cederberg Audi Sport Quattro 10:24:34
3 Suécia Ingvar Carlsson Suécia Benny Melander Mazda RX-7 11:08:25
7 Nova Zelândia 15th AWA Clarion Rally of New Zealand
(29 de junho-2 de julho)
46 estágios
894 km
Cascalho
1 Finlândia Timo Salonen Finlândia Seppo Harjanne Peugeot 205 T16 E2 8:29:16
2 Finlândia Ari Vatanen Reino Unido Terry Harryman Peugeot 205 T16 E2 8:30:33
3 Alemanha Ocidental Walter Röhrl Alemanha Ocidental Christian Geistdörfer Audi Sport Quattro 8:31:42
8 Argentina 5º Marlboro Rally Argentina
(31-3 de agosto)
23 estágios
959 km
Cascalho
1 Finlândia Timo Salonen Finlândia Seppo Harjanne Peugeot 205 T16 E2 10:04:33
2 Áustria Wilfred Wiedner Áustria Franz Zehetner Audi Quattro A2 10:18:29
3 Argentina Carlos Reutemann França Jean-François Fauchille Peugeot 205 T16 E2 10:35:47
9 Finlândia 35th 1000 Lakes Rally
(23-25 de agosto)
50 estágios
479 km
Cascalho
1 Finlândia Timo Salonen Finlândia Seppo Harjanne Peugeot 205 T16 E2 4:10:35
2 Suécia Stig Blomqvist Suécia Björn Cederberg Audi Sport Quattro S1 4:11:23
3 Finlândia Markku Alén Finlândia Ilkka Kivimäki Lancia 037 4:14:14
10 Itália 27º Rallye Sanremo
(29 de setembro-4 de outubro)
45 estágios
650 km
Cascalho/asfalto
1 Alemanha Ocidental Walter Röhrl Alemanha Ocidental Christian Geistdörfer Audi Sport Quattro S1 7:10:10
2 Finlândia Timo Salonen Finlândia Seppo Harjanne Peugeot 205 T16 E2 7:16:39
3 Finlândia Henri Toivonen Finlândia Juha Piironen Lancia Rallye 037 7:18:02
11 Costa do Marfim 17ème Rallye Côte d'Ivoire[2]
(30 de outubro-3 de novembro)
63 controles
4187 km
Cascalho
1 Finlândia Juha Kankkunen Reino Unido Fred Gallagher Toyota Celica TCT +4:46 pen
2 Suécia Björn Waldegård Suécia Hans Thorszelius Toyota Celica TCT +4:46 pen
3 França Alain Ambrosino França Daniel Le Saux Nissan 240RS +6:19 pen
12 Reino Unido 34th Lombard RAC Rally
(24-28 de novembro)
63 estágios
880 km
Cascalho/asfalto
1 Finlândia Henri Toivonen Reino Unido Neil Wilson Lancia Delta S4 9:32.05
2 Finlândia Markku Alén Finlândia Ilkka Kivimäki Lancia Delta S4 9:33.01
3 Reino Unido Tony Pond Reino Unido Rob Arthur MG Metro 6R4 9:34.32

Campeonato de construtores[editar | editar código-fonte]

Campeonato Mundial de Rali para construtores[editar | editar código-fonte]

Colocação Fabricante Evento Pontos
Mónaco
MON
Suécia
SUÉ
Portugal
POR
Quénia
QUÊ
França
FRA
Grécia
GRE
Nova Zelândia
NZL
Argentina
ARG
Finlândia
FIN
Itália
ITA
Reino Unido
GBR
1 França Peugeot 18 18 18 (6) (16) 18 18 18 18 16 - 142
2 Alemanha Ocidental Audi 16 16 14 - - 16 14 16 16 18 (12) 126
3 Itália Lancia 8 - 16 - - - - - 14 14 18 70
4 Japão Nissan - - 4 14 - 12 8 12 - - 6 56
5 Japão Toyota - - 10 18 - - - - 6 - 10 44
6 França Renault 6 - - - 18 - - 14 - - - 38
7 Alemanha Ocidental Volkswagen - - - - - 10 - - 9 10 - 29
8 Alemanha Ocidental Opel - 4 - 12 - - - - - 1 8 25
9 Alemanha Ocidental Porsche - - - - 14 10 - - - - - 24
10 Japão Mazda - 6 - - - 14 - - - - 2 22
11 Estados Unidos Ford - - 8 - - - 6 7 - - - 21
10 Japão Subaru - - - 9 - - 11 - - - - 20
13 Itália Alfa Romeo - - - - 14 - - - - - - 14
Itália Austin Rover - - - - - - - - - - 14
15 Alemanha Ocidental BMW - - - - 9 - - - - - - 9
Estados Unidos Chevrolet - - - - - - - 9 - - -
17 França Talbot - - - - 8 - - - - - - 8
18 França Citroën 4 - - - - - - - - - - 4

Tabela de pontuação por equipes[editar | editar código-fonte]

Classificação
geral
Classificação por grupo
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
1 18 - - - - - - - - -
2 17 16 - - - - - - - -
3 16 15 14 - - - - - - -
4 15 14 13 12 - - - - - -
5 14 13 12 11 10 - - - - -
6 13 12 11 10 9 8 - - - -
7 12 11 10 9 8 7 6 - - -
8 11 10 9 8 7 6 5 4 - -
9 10 9 8 7 6 5 4 3 2 -
10 9 8 7 6 5 4 3 2 1 1

Campeonato de pilotos[editar | editar código-fonte]

Campeonato Mundial de Rali de pilotos[editar | editar código-fonte]

Colocação Piloto Evento Pontos
Mónaco
MON
Suécia
SUÉ
Portugal
POR
Quénia
QUÊ
França
FRA
Grécia
GRE
Nova Zelândia
NZL
Argentina
ARG
Finlândia
FIN
Itália
ITA
Costa do Marfim
CIV
Reino Unido
GBR
1 Finlândia Timo Salonen (12) 12 20 (4) - 20 20 20 20 15 - - 127
2 Suécia Stig Blomqvist 10 15 10 - - 15 10 - 15 - - - 75
3 Alemanha Ocidental Walter Röhrl 15 - 12 - - - 12 - - 20 - - 59
4 Finlândia Ari Vatanen 20 20 - - - - 15 - - - - - 55
5 Finlândia Juha Kankkunen - - - 20 - - - - - - 20 8 48
6 Finlândia Henri Toivonen 6 - - - - - - - 12 10 - 15 90
7 Finlândia Markku Alén - - - - - - - - 12 10 - 15 37
8 Suécia Björn Waldegård - - - 15 - - - - 4 - 15 - 34
9 Quénia Mike Kirkland - - - 12 - 4 - - - - 10 - 26
10 Suécia Per Eklund - 8 - - - 15 - - - - - - 24
11 França Bruno Saby 8 - - - 15 - - - - - - - 23
12 Itália Miki Biasion 2 - 15 - - - - - - 6 - - 23
13 França Jean Ragnotti - - - - 20 - - - - - - - 20
14 Quénia Shekhar Mehta - - - - - 10 - 10 - - - - 20
15 França Alain Ambrosino - - - 6 - - - - - - 12 - 18
16 Suécia Ingvar Carlsson - 3 - - - 12 - - - - - 1 16
17 Áustria Wilfried Wiedner - - - - - - - 15 - - - - 15
18 França Bernard Béguin - - - - 12 - - - - - - - 12
Argentina Carlos Reutemann - - - - - - - 12 - - - -
Reino Unido Tony Pond - - - - - - - - - - - 12
21 Áustria Werner Grissmann - - 8 - - - - - - 3 - - 11
22 Finlândia Hannu Mikkola - 10 - - - - - - - - - - 12
Finlândia Rauno Aaltonen - - - 10 - - - - - - - -
República da Irlanda Billy Coleman - - - - 10 - - - - - - -
25 Alemanha Ocidental Erwin Weber - - - 8 - - - - - - - - 8
França Yves Loubet - - - - 8 - - - - - - -
Catar Saeed Al-Hajri - - - - - 8 - - - - - -
Nova Zelândia Malcolm Stewart - - - - - - 8 - - - - -
Argentina Ernesto Soto - - - - - - - 8 - - - -
Suécia Kalle Grundel - - - - - - - - 8 - - -
Itália Dario Cerrato - - - - - - - - - 8 - -
Costa do Marfim Eugène Salim - - - - - - - - - - 8 -
33 Suécia Mikael Ericsson - 4 - - - - - - 3 - - - 7
34 Suécia Gunnar Pettersson - 6 - - - - - - - - - - 6
Portugal José Miguel - - 6 - - - - - - - - -
França Bertrand Balas - - - - 6 - - - - - - -
Alemanha Ocidental Achim Warmbold - - - - - 6 - - - - - -
Nova Zelândia Reg Cook - - - - - - 6 - - - - -
Argentina Mario Stillo - - - - - - - 6 - - - -
Itália Alessandro Molino - - - - - - - - - - 6 -
Reino Unido Jimmy McRae - - - - - - - - - - 6
42 França Dany Snobeck 4 - - - - - - - - - - - 4
Portugal Carlos Bica - - 4 - - - - - - - - -
França Jean-Claude Bouquet - - - - 4 - - - - - - -
Nova Zelândia Inky Tulloch - - - - - - 4 - - - - -
Quénia Jayant Shah - - - - - - - 4 - - - -
Itália Giovanni Del Zoppo - - - - - - - - - 4 - -
Costa do Marfim Gilles Petit de Granville - - - - - - - - - - 4 -
Reino Unido Terry Kaby - - - - - - - - - - - 4
50 Áustria Franz Wittmann - - - - - 2 - - - 2 - - 4
51 França Jean-Claude Andruet 3 - - - - - - - - - - - 3
Portugal Santinho Mendes - - 3 - - - - - - - - -
Japão Yasuhiro Iwase - - - 3 - - - - - - - -
França Camille Bartoli - - - - 3 - - - - - - -
Grécia Iórgos Moschous - - - - - 3 - - - - - -
Nova Zelândia 'Possum' Bourne - - - - - - 3 - - - - -
Brasil Sady Bordin - - - - - - - 3 - - - -
Costa do Marfim Doïc Dieval - - - - - - - - - - 3 -
Reino Unido Russell Brookes - - - - - - - - - - - 3
60 Suécia Mats Jonsson - 2 - - - - - - - - - - 2
Portugal Jorge Ortigão - - 2 - - - - - - - - -
Quénia Ashok Patel - - - 2 - - - - - - - -
França Jean-Jacques Paoletti - - - - 2 - - - - - - -
Nova Zelândia Jim Donald - - - - - - 2 - - - - -
Uruguai Federico West - - - - - - 2 - - - - -
Suécia Lars-Erik Torph - - - - - - - 2 - - - -
Nova Zelândia Rod Millen - - - - - - - - - - - 2
68 França Maurice Chomat 1 - - - - - - - - - - - 1
Suécia Kenneth Eriksson - 1 - - - - - - - - - -
Portugal Pedro Faria - - 1 - - - - - - - - -
Quénia Carlo Vittuli - - - 1 - - - - - - - -
França Patrick Bernardini - - - - 1 - - - - - - -
Grécia 'Stratissino' - - - - - - 1 - - - - -
Nova Zelândia Tony Teesdale - - - - - - 1 - - - - -
Uruguai Luis Etchegoyen - - - - - - - 1 - - - -
Finlândia Sebastian Lindholm - - - - - - - - 1 - - -
Mónaco 'Tchine' - - 0 - - - - - - 1 - -

Tabela de pontuação[editar | editar código-fonte]

Pontos conquistados por colocação 10º
20 15 12 10 8 6 4 3 2 1

Notas e referências

  1. Maruszewska, Witolda. «Henri Toivonen biography». Post 14. Consultado em 30 de dezembro de 2006 
  2. Evento não incluído no campeonato de construtores

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]