Chevrolet El Camino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Chevrolet El Camino
El Camino 1968
Visão Geral
Nomes
alternativos
GMC Sprint
GMC Caballero
Produção 19591960
19641987
Fabricante Chevrolet, grupo General Motors
Modelo
Classe muscle car
Carroceria picape
Designer Harley Earl
Bill Mitchell
Ficha técnica
Motor 3.9l l6, 4.6l V8, 5.7l V8, 7.4l V8
Transmissão 2, 3, ou 4
Modelos relacionados
Ford Ranchero
Cronologia
Chevrolet SSR

El Camino é uma picape de pequeno porte da Chevrolet, derivada do Impala de 1959 com o desenho de Harley Earl, fabricada nos EUA e México de 1959 a 1987, logo no seu lançamento superou em vendas a principal concorrente a Ford Ranchero, graças ao seu estilo e opções de motores, era principalmente feita para o lazer e não muito para o trabalho.[1]

Historia[editar | editar código-fonte]

Primeira geração[editar | editar código-fonte]

1959 a é chegada derivada do Chevrolet Impala, oferecendo espaço para 3 pessoas na cabine e cambio automático e com três opções de motores, um 6 cilindros 3,9L e V8 4,6L ou V8 5,7L, foi um sucesso absoluto superando a Ford Ranchero.

1960 a El Camino é redesenhada por Bill Mitchell o que fez as vendas caírem em 30%, não agradando o publico a GM encerra o modelo.

segunda geração[editar | editar código-fonte]

1964 foi o ano do retorno da fabricação do modelo, agora era baseado no Chevrolet Chevelle, deixando de lado os luxos do modelo anterior e ficando mais simples, agora oferecida nas versões básica ou custom mais voltada para o trabalho, recebe os motores 6 cilindro de 3.2L e 6 cilindro de 3.8L sem esquecer dos V8 4.6L ou V8 5.4L ambos small block, e um V8 6.5L big block em 1966 e freios a disco nas rodas dianteira no ano seguinte acompanhado de um cambio automático de três velocidades.[2]

Terceira geração[editar | editar código-fonte]

1968 é marcada a chegada de novidades com novo estilo que deixa ela maior, com versões SS 396 equipada com um V8 6.5L ou SS V8 7.4L que chega em 1970, com esse ultimo vendendo mais de 500 unidades aproximadamente.[3]

1971 a gasolina ganha restrição e perde o Chumbo Tetraetila trazendo impactos negativos a potencia dos motores, neste ano surgi a versão irmã GMC Sprint que mais tarde muda de nome para GMC Caballero.[4]

A versão de 1970 que utilizava o motor V8 ls6 de 450 cavalos, que por conta de ter uma final drive mais curta ela podia atingir até 259km/h.

Quarta geração[editar | editar código-fonte]

1973 a picape que crescia em tamanho e reduzia seu peso, mas ainda derivada do Chevrolet Chevelle, com os seguintes motores um 250 de seis cilindros e V8 5.0L, V8 5.7L, V8 6.6L e V8 7.4L.

Quinta geração[editar | editar código-fonte]

1985 Ultima geração foi fabricada no México e chegou a Fim em 1987, enquanto o seu publico migrava para a Chevrolet S10 lançada em 1982.[5][6]

Opala El Camino[editar | editar código-fonte]

Em 1974 a Chevrolet do Brasil estudou criar um El Camino derivada do Opala, porem foi cancelada em 1975 em fase de protótipo, Como o preço poderia ficar próximo da C-10 a GM optou por cancelar para evitar canibalização interna.[7]



Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Chevrolet El Camino
Ícone de esboço Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «Chevrolet El Camino: a rainha das picapes urbanas». Quatro Rodas. 20 de dezembro de 2013. Consultado em 13 de outubro de 2021 
  2. «Best Cars Web Site - Carros do Passado - Chevrolet El Camino». www.bestcars.com.br. Consultado em 13 de outubro de 2021 
  3. «Chevrolet El Camino: a rainha das picapes urbanas». Quatro Rodas. 20 de dezembro de 2013. Consultado em 13 de outubro de 2021 
  4. «Best Cars Web Site - Carros do Passado - Chevrolet El Camino». www.bestcars.com.br. Consultado em 13 de outubro de 2021 
  5. «Best Cars Web Site - Carros do Passado - Chevrolet El Camino». www.bestcars.com.br. Consultado em 13 de outubro de 2021 
  6. Fusne (21 de junho de 2021). «A história do Chevrolet El Camino». Carro.Blog.Br. Consultado em 13 de outubro de 2021 
  7. «Chevrolet Opala por pouco não teve picape média-pequena no Brasil, uma antepassada da Fiat Toro». autoesporte. Consultado em 13 de outubro de 2021