Chevrolet Blazer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde março de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Primeira Geração
Chevrolet Blazer (Russian).JPG
Chevrolet Blazer 1995
Visão Geral
Nomes
alternativos
GMC S-15 Jimmy
GMC Jimmy
Produção 19832005 (EUA)
1995 - 2011 (Brasil)
Fabricante Chevrolet, grupo General Motors
Modelo
Classe Utilitário-Esportivo Médio
Carroceria SUV
Ficha técnica
Motor 2.2
2.4
2.4 Flex
2.5 D
2.8 TD
4.3 Sfi V6
Transmissão 5 marchas, manual
4 marchas, automática
Modelos relacionados Chevrolet S10
Ford Explorer
Nissan Pathfinder
Toyota Hilux
Dimensões
Comprimento 4,608 m
Entre-eixos 2,718 m
Largura 1,731 m
Altura 1,722 m
Tanque 70 litros
Consumo 9,9 km/l (gasolina)
6,8 km/l (etanol)
Cronologia
Último
Chevrolet Veraneio(Brasil)
Chevrolet Captiva
Chevrolet TrailBlazer
Próximo


Segunda Geração
Visão Geral
Produção iníciou em 2001
Fabricante Ford
Modelo
Carroceria SUV
Dimensões
Comprimento 4.709 mm
Largura 1.731 mm
Altura 1.722 mm
Último
Próximo

O Blazer é um utilitário esportivo fabricado pela Chevrolet, baseado na picape S10.

No Brasil, começou a ser fabricada em 1995 com motor de 4 cilindros 2.2 Mpfi, de 106 cv e no final de 1995, dois novos motores, um 4 cilindros 2.5 turbodiesel de 95 cv e o 4.3 V6 Sfi, de 180 cv. Em 1998, a primeira versão 4x4, com o motor 2.5, começa a ser vendida.

Em 1999 é lançada a luxuosa versão executive, com o motor 4.3 V6. Em 2000, o motor 2.5 turbodiesel é substituído por um 2.8 turbodiesel de 132 cv. Em 2001, a primeira reestilização: nova frente e novas lanternas traseiras.

Nesse mesmo ano, o motor 2.2 dá lugar a um 2.4 de 128 cv. Em 2002, mantém-se os motores 2.4, 2.8 TD e 4.3 V6 e é lançada a versão DTi 2.8 TD 4x2. Em 2003, passa a ser vendida somente nas versões DLX e Executive, com os mesmos motores de 2002. Em 2004, sai de linha o saudoso motor 4.3 Sfi V6. Em 2005, recebe alguns retoques de estilo e ganha um motor 2.8 TD eletrônico. Em 2007, são lançadas as versões Colina e Advantage e mantém-se a Executive, mantendo também o motor 2.8 TD eletrônico e ganha um motor 2.4 Flex.

Em 2008, tem uma pequena reestilização, mas mantém os motores. Em 2009, perde as versões a diesel e fica com a versão única Advantage com o motor 2.4 Flex 4x2. Até Junho de 2012 era vendida em duas configurações: básica (para frotistas) e completa, ambas com o motor 2.4 Flex de 141cv(gasolina) e 147cv(Etanol).

Anos e modificações[editar | editar código-fonte]

  • 1995 - É lançada a Blazer, derivada da S10, inicia-se nas versões Standard e DLX, na única opção de motor à gasolina de quatro cilindros, o 2.2 EFI.[1]
  • 1996 - A linha passa a contar com dois novos motores, o quatro cilindros 2.5 Maxion Turbo Diesel de 95 cavalos e o 4.3 V6 Gasolina de 180 cavalos disponível apenas na versão DLX, que tem como opcional o câmbio automático.
  • 1997 - É lançada a Blazer DLX Executive 4.3 V6 Gasolina 4x2 (bancos de couro personalizados e itens externos dourados). Em outubro, chega as lojas a linha 98, e as modificações baseiam-se no motor à gasolina de quatro cilindros, que de EFI, torna-se 2.2 MPFI.
  • 1998 - Em julho, inicia-se a opção de tração 4x4, nos motores 2.5 Maxion Turbo Diesel e 4.3 V6 Gasolina. Fim da Blazer DLX com motor à gasolina de quatro cilindros 2.2, esse motor passa a ser oferecido apenas na versão Standard.
  • 1999 - Mudanças estéticas comuns em toda linha S10.
  • 2000 - Fim do motor 2.5 Maxion Turbo Diesel em virtude da chegada do motor 2.8 MWM Turbo Intercooler Diesel de 132 cavalos, e no motor a diesel só há a opção 4x4. Último ano dos modelos 4.3 V6 Gasolina com tração 4x4.
  • 2000 - Em dezembro é realizada a grande mudança em toda linha S10 e Blazer (linha 2001). Por esse motivo também é reavaliada a estratégia de vendas da Blazer assim como suas versões, o motor à gasolina de quatro cilindros, passa de 2.2 (110 cavalos) para 2.4 (128 cavalos), apenas na versão Standard, e a versão DLX 2.8 Turbo Diesel 4x4, assume o posto de "top", já que as versões 4.3 V6 Gasolina 4x2, são temporiariamente, deixadas em "stand by".[2]
  • 2001 - Em abril o motor 4.3 V6 Gasolina 4x2, volta em cena nas versões DLX e Executive, há também a opção de transmissão automática.
  • 2002 - É lançada a Blazer TDi 2.8 Turbo Diesel 4x2, como série especial. O motor 4.3 V6 Gasolina 4x2, de 180 cavalos passa para 192 cavalos devido à adoção de um novo sistema de injeção de combustível (o sistema de bicos injetores "aranha" - de certo modo relativamente problemático - foi substituído pelo sistema "flauta", o qual é padrão nos demais modelos do fabricante e bem mais durável) e a Blazer Executive é a sua única dona. Reavaliando a estratégia de vendas a divisão passa a ser a seguinte, Blazer Standard 2.4 Gasolina 4x2, Blazer TDi 2.8 Turbo Diesel 4x2, Blazer DLX 2.8 Turbo Diesel 4x4 e a Blazer Executive 4.3 V6 Gasolina 4x2 Automática.
  • 2003 - São realizadas pequenas mudanças estéticas, como no desenho das rodas, nos faróis que passam a ter o indicador de seta cristal (antes era âmbar) e novos emblemas adesivos. As versões continuam sendo as mesmas de 2002, com exceção da Blazer TDi.
  • 2004 - A linha 2004, lançada em outubro revela grandes surpresas ao consumidor, como o fim do saudoso motor 4.3 V6 Gasolina 4x2, de transmissão automática. Trecho retirado da revista Quatro Rodas de novembro de 2003, " A Standard será a única opção à gasolina sempre com motor 2.4. A partir dela pode-se montar o pacote DLX, as versões seis cilindros saem de linha junto com as Blazer automáticas, e na família a diesel só haverá opção 4x4, única que pode receber o pacote de acabamento Executive". O painel perdeu o voltímetro e o manômetro em virtude de custos.
  • 2005 - Em setembro é lançada a linha 2005 nos seguintes motores e versões, 2.4 Gasolina 4x2 (Colina, Advantage e Tornado) e 2.8 Turbo Diesel 4x4 (Colina e Executive).
  • 2006 - O motor a diesel passa a ter o sistema de injeção direta "common rail", e passa de 132 cavalos para 140 cavalos. As versões continuam as mesmas de 2005, com exceção da Blazer Tornado.
  • 2007 - Poucas mudanças, basicamente modificações mecânicas, como a adoção do sistema Flexpower bi-combustível (álcool e gasolina) nos motores 2.4.
  • 2008 - É realizada mudanças estéticas em julho, para a linha 2009, as versões continuam inalteradas.
  • 2009 - A Chevrolet reavalia a estratégia de vendas da Blazer para a linha 2010, basicamente baixar os preços de venda do modelo e eliminar versões caras, que competiam com a nova Chevrolet Captiva, ou seja, na mesma faixa de preços, mas não na mesma proposta, versões estas que não venderam o esperado, portanto, as versões a diesel sairam de linha junto com as Blazer 4x4. Ademais, A única opção da linha Blazer passou a ser o motor de grande êxito da linha Chevrolet o 2.4 Flexpower.
  • 2011 - Sofreu leves mudanças para dar um ar mais esportivo, como por exemplo a entrada de ar que esta na parte superior do capo. Saiu de linha em Dezembro de 2011.
  • 2012 - Os estoques se esgotaram em Junho. É lançada no Brasil a Terceira geração , chamada de Chevrolet TrailBlazer seguindo os mesmos passos da nova geração da picape média Chevrolet S10.
Ícone de esboço Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências