Comparação entre futebol de salão e futsal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Apesar da grande semelhança, Futebol de Salão e Futsal não são o mesmo esporte. As diferenças entre os esportes limitam-se a algumas poucas regras, mas que acabam influenciando sensivelmente a dinâmica de jogo de ambas modalidades. Além disso, a questão política os diferencia, já que o Futsal é de responsabilidade da FIFA, enquanto o Futebol de Salão foi regido até a década de 90 pela FIFUSA, e desde 2002 é regido pela Associação Mundial de Futsal (AMF), com sede no Paraguai[1]. O fato de pertencerem a entidades diferentes, por certo deverá, com o passar do tempo, demarcar modalidades diferenciadas.[2]

Embora mantenham em comum sua essência, a criação de algumas regras pela FIFA em 1989, que objetivou deixar o Futsal mais atrativo ao público, criou peculiaridades em cada uma das modalidades: o Futsal, com uma bola mais leve e com a valorização do uso dos pés adquiriu maior semelhança com o Futebol de Campo e ganhou outra dinâmica com novas regras, como permitir que o guarda-redes atue como um jogador de linha quando ele está fora da sua área; já o Futebol de Salão, buscando sempre preservar as regras originais, manteve mais as características de um desporto indoor, com um jogo mais no chão, reduzindo o jogo aéreo, devido ao peso da bola, com laterais e escanteios cobrados com as mãos. Dessa forma, a dinâmica do jogo em uma e outra modalidade tornou-se sensivelmente diferenciada.

No modo dos agrupamentos políticos em torno do esporte, até o final da década de 90 o futebol de salão era administrado por uma entidade chamada Federação Internacional de Futebol de Salão, ou simplesmente FIFUSA, com sede no Brasil; quando foi proposto um acordo oficialmente em 2000, pelo qual a FIFUSA se tornaria um departamento da FIFA e esta passaria a comandar o futebol de salão. No entanto, por motivos diversos, a parceria não vingou, e cada entidade seguiu seu caminho. A FIFA, contudo, manteve seu projeto criando uma comissão própria da modalidade, mudando o nome do esporte para futsal,[3] e atraindo para sua tutela federações nacionais, com a promessa de padronizar as regras e difundir o esporte pelo mundo. A FIFUSA congregou as entidades continentais relacionadas ao futebol de salão e apoiou a criação de novas.

No Brasil, a CBF, por ser filiada a FIFA, reconhece a CBFS como a gestora do Futsal no país. As entidades que não concordam com este reconhecimento; vincularam-se à CNFS e se filiaram a AMF, praticando, portanto, o Futebol de Salão.

O Esporte[editar | editar código-fonte]

Futebol de Salão FIFUSA/AMF Futsal FIFA
O Futebol de Salão surgiu na década de 30 sob a direção da FIFUSA, praticado atualmente em muitos países. No Brasil, todas as associações filiadas à Confederação Nacional de Futebol de Salão praticam-no. O último campeonato realizado em 2013, nos Jogos Mundiais na Colômbia, teve a própria Colômbia, atual campeã mundial de 2011 com a medalha de ouro, a Venezuela com a medalha de prata e o Brasil com a medalha de bronze . Em linhas gerais, suas regras são as mesmas que surgiram na década de 50, e que foram adotadas pela FIFUSA, na década de 70. No ano de 2002, a modalidade passou a ser regida pela AMF. O Futsal, surgiu no início da década de 90. É resultado de uma fusão entre o futebol de salão, praticado pela FIFUSA e o futebol de cinco, implantado pela FIFA. No Brasil, todas as associações filiadas à Confederação Brasileira de Futsal praticam-no. O último campeonato realizado em 2012, o Mundial de Futsal disputado na Tailândia, organizado pela FIFA teve a equipe do Brasil como campeã, Espanha como vice-campeã e Itália em terceiro lugar. Por extensão, é a modalidade que se pratica nos clubes e escolas brasileiras. Em linhas gerais, suas regras atuais são o resultado de várias modificações ocorridas do início da década de 90 para cá, a fim de tornar o jogo mais dinâmico.

Quadra[editar | editar código-fonte]

Futebol de Salão FIFUSA/AMF Futsal FIFA
A quadra deve medir entre 28x16m (mínimo) e 40x20m (máximo). Em caso de jogos internacionais, deve medir entre 36x18m (mínimo) e 40x20m (máximo).[4] A quadra deve medir entre 25x15m (mínimo) e 42x22m (máximo). Para jogos oficiais o mínimo de comprimento é 30 metros e o mínimo de largura é 17 metros. Já para partidas oficiais internacionais o mínimo é de 18 metros de largura e de 38 metros de comprimento.[5]

Substituições[editar | editar código-fonte]

Futebol de Salão FIFUSA/AMF Futsal FIFA
  • No decorrer da partida cada equipe poderá efetuar substituições ilimitadas.
  • As substituições só ocorrem estando o jogo interrompido, com aviso prévio ao anotador, sem qualquer outra hipótese.
  • No decorrer da partida cada equipe poderá efetuar substituições ilimitadas.
  • As substituições podem ocorrer a qualquer momento, mesmo com a bola rolando.

Cartões[editar | editar código-fonte]

Futebol de Salão FIFUSA/AMF Futsal FIFA
  • Amarelo: Advertência
  • Azul: Desclassificação - (desclassificação do atleta e recomposição imediata da equipe).
  • Vermelho: Expulsão - (expulsão do atleta e recomposição imediata da equipe; devendo o atleta expulso cumprir no mínimo uma partida de suspensão).
  • Amarelo: Advertência
  • Vermelho: Expulsão - (a equipe só poderá ser recomposta após dois minutos, ou a qualquer momento desde que aconteça um gol na partida)


Tiro de Canto e Lateral[editar | editar código-fonte]

Futebol de Salão FIFUSA/AMF Futsal FIFA
Todas as cobranças de lateral e escanteio são realizadas com as mãos. Todas as cobranças de lateral e escanteio são realizadas com os pés.

Tiro de Meta[editar | editar código-fonte]

Futebol de Salão FIFUSA/AMF Futsal FIFA
O tiro de meta é cobrado com a mão, e o goleiro tem que fazer a bola tocar ao solo no seu campo defensivo. O tiro de meta é cobrado com a mão, e o goleiro pode repor a bola em qualquer parte da quadra.

Goleiro[editar | editar código-fonte]

Futebol de Salão FIFUSA/AMF Futsal FIFA
  • O goleiro pode atuar na linha (mas não pode em hipótese alguma tocar na bola no campo de defesa adversário; caso o goleiro toque na bola no campo de ataque será marcada falta, tiro livre direto e o mesmo será advertido com cartão amarelo);
  • Pode trocar de posição com outro jogador (este caso não é considerado como uma substituição), devendo a partida estar paralisada e o árbitro notificado.
  • O goleiro não pode cobrar pênalti e nem bater faltas após o meio da quadra na regra FIFUSA/AMF.
  • O goleiro pode atuar na linha (mas não pode sair de sua área com a bola. Para atuar fora de sua área, algum jogador de linha tem que tocar a bola pra ele, e ele a receber fora da área).
  • Pode trocar de posição com outro jogador sem a necessidade da partida ser paralisada e sem a necessidade do árbitro ser notificado.
  • O goleiro pode cobrar pênalti e bater faltas de qualquer parte da quadra na regra FIFA.

Gol[editar | editar código-fonte]

Futebol de Salão FIFUSA/AMF Futsal FIFA
Os gols podem ser marcados em qualquer parte da quadra, inclusive dentro da grande área. Os gols podem ser marcados em qualquer parte da quadra, inclusive dentro da grande área.

O Pênalti[editar | editar código-fonte]

Futebol de Salão FIFUSA/AMF Futsal FIFA
  • A área de meta é demarcada por um semi círculo com raio de base a seis metros do centro da linha do gol . O Tiro penal ou o pênalti é cobrado de uma distância de seis metros do gol. O tiro de castigo ou Doble penal é cobrado de um ponto a uma distância de nove metros do gol.
  • O goleiro deverá permanecer sobre a sua própria linha de meta entre os postes, de frente para o executor e só poderá se movimentar quando o executor tocar na bola.
  • A área de meta é demarcada por um semi círculo com raio de base a seis metros do centro da linha do gol . O Tiro penal ou o pênalti é cobrado de uma distância de seis metros do gol. O tiro de castigo é cobrado de um ponto a uma distância de nove metros do gol.
  • É permitido ao goleiro movimentar, desde que esteja com os dois pés na linha de gol.

Outras Regras[editar | editar código-fonte]

Futebol de Salão FIFUSA/AMF Futsal FIFA
  • Utilização de árbitros assistentes, popularmente conhecidos como bandeirinhas.
  • Área é menor que no Futsal FIFA
  • Não utiliza árbitros assistentes
  • A FIFA aumentou o tamanho da área

Campeonatos Mundiais[editar | editar código-fonte]

Os torneios mais importantes de cada variante são:

Futebol de Salão FIFUSA/AMF Futsal FIFA

Campeonato Mundial de Futebol de Salão

Copa do Mundo de Futsal

Referências

  1. trivela.com.br/ Nesse caso, a Fifa está certa: o Brasil não é hepta de futsal
  2. «História do Futsal». Federação Mineira de Futsal. Consultado em 6 de novembro de 2012 
  3. *Futsal total. «História do Futsal». Consultado em 14 de agosto de 2013 
  4. CNFS. «Regras Gerais (Microsoft Word.doc - 616,45 kb)- Regras Oficiais AMF» (PDF). Consultado em 22 de agosto de 2013 
  5. «Regras do Futsal». Futebol de Salão. Consultado em 3 de maio de 2013 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]