Cultura e eventos de Plasencia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
thumbless
NOTA: Esta página foi um anexo criado para ser transcluído no artigo Plasencia com o objetivo de tornar o carregamento desse artigo mais rápido e simplificar a sua edição.

Esta página só é mantida para continuar a ser possível consultar versões antigas daquela(s) página(s), pelo que se desaconselha vivamente a sua alteração.

Se a alterar, certifique-se que verifica quais as consequências das alterações nesse artigo. Preste atenção especialmente a imagens e tabelas. Algumas das coisas que não devem ser incluídas:

  • Interwikis.
  • Marcas de manutenção que sejam aplicáveis a todo o artigo. Exemplos: {{Sem infocaixa}}, {{Sem imagem}}, {{Sem cat}}, {{Esboço}}, etc.
  • Texto referente a temas que já sejam tratados noutras partes do artigo supra indicado. Se quiser escrever sobre esses temas, faça-o nas secções já existentes ou traga essas secções para esta página.
  • {{TOC}}, {{TOC-direita}}, {{TOC-esquerda}} e afins.
  • Secções de referências ({{Referências}}, {{Notas}}, <references>, etc.)
  • Outras secções que tipicamente figuram no fim dos artigos, como sejam "Notas, "Ver também", "Bibliografia", "Ligações externas", etc.
  • Categorias a que o artigo supra indicado não pertença — faz sentido que esta página esteja categorizada, para ser mais fácil localizar todas as páginas relacionadas com o tema do artigo supra indicado, mas geralmente não fará sentido que figure em categorias onde aquela página não esteja, já que o texto desta página não é um artigo que tenha sentido por si só. Note também que incluir esta página numa categoria implica que o artigo supra indicado também fique nessa categoria se a categorização não estiver num bloco <noinclude>.
  • MUITA ATENÇÃO: Caso veja mesmo necessidade de incluir algumas das predefinições aqui descritas (ou outras quaisquer) coloque-as entre <noinclude>{{Nome predefinição}}</noinclude>.

Cultura e desporto[editar | editar código-fonte]

Complexo San Francisco
Centro Cultural de Caja Duero

Museus[editar | editar código-fonte]

  • Museu Municipal — Tem em exposição diversos documentos, objetos e mobiliário que ilustram a história de Plasencia de do ayuntamiento, bem como uma vasta coleção de fotografias históricas.[2]
  • Museu Etnográfico Têxtil Provincial, Pérez Enciso — Situado no antigo hospital provincial, acolhe uma vasta coleção de arte popular na forma de bordados e outros materias têxteis de toda a província. Tem duas salas dedicadas à manufatura do linho e da , à exposição de trajes típicos da província de Cáceres e objetos da vida quotidiana do passado.[3]
  • Museu de Caça do Duque de Arión — Alojado numa das dependências do palácio do marquês de Mirabel, no centro histórico. Mostra uma coleção de peças e troféus de caça.[4]
  • Museu dos Andores da Semana Santa — Situado na antiga igreja de Santo Domingo, atualmente conhecida como Igreja de São Vicente Ferrer.[5]
  • Centro de Interpretação da Fortaleza e Cidade de Plasencia — Situado na Torre Lucía, uma das principais da muralhas.[6]
  • Aula da Natureza — Um centro de interpretação da natureza situado no Parque Ornitológico de Los Pinos.[8][9]
  • Museu de Escultura ao Ar Livre de El Berrocal — Também chamado de Parque de Esculturas, apresenta obras do artista Antonio Blázquez.[10]

Além dos museus acima mencionado, cabe destacar os três espaços para exposições de arte mais importantes da cidade: o do antigo convento de São Fancisco, que foi posteriormente o "Teatro Sequeira",[11] a galeria da Caja Duero, na Porta de Talavera.[12] e a igreja de São João. Esta última foi a matriz da paróquia do bairro de Toledillo e foi adaptada para albergar não só uma galeria, mas também um auditório e a sede de algumas associações da cidade.[13]

Pintura[editar | editar código-fonte]

Quadro Extremadura. El mercado, com paisagem placentina de Joaquín Sorolla
Escultura "El Entrenamiento", de Manuel Mediavilla, junto à sede da Caja de Extremadura
O Abuelo (avô) Mayorga, na torre da sede do Ayuntamiento (Casa Consistorial), Plaza Mayor

No ano de 1917, o pintor valenciano Joaquín Sorolla imortalizou a cidade num dos seus quadros — Extremadura. El mercado, — que mostra a cidade vista desde as margens dos rio Jerte, com o paço episcopal, a catedral, a ponte de Trujillo e mulheres ataviadas com o traje de Montehermoso (uma localidade próxima de Plasencia). O quadro faz parte de uma série de 14 grandes telas intitulada "Visões de Espanha", encomendada a Sorolla pelo magnata americano Archer Milton Huntington, destinada a decorar uma das salas mais importantes do museu da Hispanic Society of America, em Nova Iorque.[14][15]

Cabe destacar dois certames de pintura que ocorrem em Plasencia:

  • Salão de Outono — Patrocinado pela Caja de Extremadura, realiza-se desde os anos 1970. Graças a ele a entidade bancária dotou-se de uma importante coleção de pintura contemporânea. Em 2010 decorrriam obras de reabilitação no convento das Carmelitas Descalças destinadas a alojar esta importante coleção.[16]

Escultura[editar | editar código-fonte]

Desde 2006 que se realiza em Plasencia o Concurso Internacional de Escultura de Caja de Extremadura, que foi criado para comemorar o centenário da fundação da Caja de Ahorros de Plasencia. As obras premiadas são instaladas em diferentes pontos da cidade, dado que um dos objetivos do concurso é converter Plasencia num museu de escultura ao ar livre. Até 2009 tinham sido premiadas duas obras: El Entrenamiento, do malaguenho Manuel Mediavilla[18] e El Espacio Recorrido da madrilena Mar Soler.[19]

Festivais de música, cinema e teatro[editar | editar código-fonte]

  • Festival internacional de música folk Plasencia — Realizado pela primeira vez em 1994, tem lugar no mês de agosto, no recinto da Torre Lucía, reunindo alguns dos melhores grupos do folk internacional. Além dos concertos junto à torre, há ainda marchas musicais pelas ruas, cursos, ateliers, exposições e outros concertos no centro cultural Las Claras.[20]
  • Semana Internacional da Música Sacra — Tem lugar na catedral, noutras igrejas da cidade e no Teatro Alkázar.[21]
  • Concurso de Cante Flamenco Mayorga-Ciudad de Plasencia.[22][23]
  • Festival Alternativo del Norte — Realiza-se no recinto do El Berrocal. A música contemporânea e o rock são a tónica deste festival.[24]
  • Festival Techno Meeting — 24 horas de música electrónica; realiza-se no recinto de feiras.[27]
  • Gumiparty — Festival que tenta aproximar e dar a conhecer a cultura atual japonesa, através de numerosas atuações e atividades, centradas especialmente no manga, anime, videojogos e nas demais culturas do ócio do Japão, mas com lugar também para a gastronomia e na história do país. Os participantes do evento podem levar o seu computador para jogar online e trocar ficheiros através duma rede local.[28]
  • Fat Festival — Festival de música de cinco estilos diferentes e espectáculos de skate. Realiza-se no inverno, no pavilhão do El Berrocal.[29]

Prémio de investigação histórica sobre Plasencia[editar | editar código-fonte]

A Associação Cultural Pedro de Trejo promove anualmente este prémio com o objetivo de incentivar a investigação e conhecer melhor a evolução histórica de Plasencia e seus arredores.[30]

Feiras e festas[editar | editar código-fonte]

Tamborileiros preparando-se para tocar no dia de São Fulgêncio de Cartagena
Mercado de Martes (terça-feira) na Plza Mayor
  • Feira de Plasencia — Tem lugar no segundo fim de semana de junho e dura vários dias. Durante as manhãs a animação acontece nas ruas da zona centro, que ficam repletas de gente que se diverte ao compasso das charangas que percorrem as ruas. Durante as tardes realizam-se touradas com as principais figuras do toureio. Durante as noites a animação decorre no recinto de feiras de El Berrocal, onde ficam instaladas as atrações e barracas da feira.[31][32]
  • Martes Mayor — A terça-feira (em castelhano: martes) é sempre dia de mercado na Plaza Mayor, mas a primeira do mês de agosto tem especial realce, devido à presença maciça de veraneantes que acorrem à cidade procedentes de todas as localidades dos arredores. Além da Plaza Mayor, a feira estende-se pelas ruas vizinhas. Durante o mercado é realizado um concurso e exposição de frutas e verduras, havendo prémios para diversas categorias. A festividade foi declarada "Festa de Interesse Turístico Regional" pela Junta da Estremadura. Acredita-se que se realiza desde o tempo da fundação da cidade no século XII.[33]
  • Feira da tapa — Realiza-se geralmente nos meses de outono. Nela participam a maioria dos bares e restaurantes da cidade, que propoem petiscos especiais para degustação e se submetem a uma votação do público e de um júri profissional.[34][35]
  • Encontros Gastronómicos Zona Norte de Estremadura — Realizam-se anualmente entre abril e maio e contam com a participação dos melhores cozinheiros da zona. Em cada ano decorre num estabelecimento diferente.[35]
Procissão da Semana Santa em Plasencia

Semana Santa placentina[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Semana Santa em Plasencia

A Semana Santa é um grande acontecimento em Plasencia, com grandes procissões muito participadas e coloridas, organizadas pelas várias confrarias da cidade. A Semana Santa de Plasencia está classificada como "Festa de Interesse Turístico Regional" pela Junta da Estremadura e aspira converter-se em "Festa de Interesse Turístico Nacional".[37]

Associações culturais[editar | editar código-fonte]

Estão registadas no Ayuntamiento numerosas associações culturais de todos os tipos. No sítio web do Ayuntamiento está uma lista completa de todas elas.[38]

Centros culturais[editar | editar código-fonte]

  • Centro cultural Las Claras — Centro de interpretação da cidade de Plasencia. Organiza exposições, congressos, conferências, debates, cursos, etc.[39]
  • Complexo cultural Santa Maria — Acolhe o Conservatório Profissional de Música García Matos, a Escola de Belas Artes Rodrigo Alemán e uma escola de dança. Tem um auditório e uma sala de exposições.[39]
  • Teatro Alkázar — Principal referência da vida cultural placentina, é um teatro do final do século XIX. Além de teatro, serviu de salão de festas e de cinema. Foi restaurado recentemente, após ter-se evitado a sua demolição. É uma das principais salas de espectáculos da região.[39]
  • Auditório de Santa Ana — Propriedade da Caja de Extremadura, ocupa a antiga igreja de Santa Ana. É usado frequentemente para concertos de música clássica e para projeção de filmes da escola de cinema da Caja de Extremadura.[39]
  • Ateneo Ciudad de Plasencia — É uma associação cultural baseada na liberdade de pensamento dos seus membros, vocacionada para a difusão da cultura em geral entre os seus associados e entre os cidadãos de Plasencia e arredores. Promove vários tipos de atividades, como cursos de musicologia, teatro, xadrez, conferências e debates sobre ciência, humanismo, arte em geral e literatura e artes plásticas em particular.[38] Tem também uma orquestra de guitarra e púa (plectro)[40] e uma secção de arqueologia.[41] A associação foi fundada em 2002 e é membro fundador do Centro UNESCO da Estremadura.[42]

Bibliotecas[editar | editar código-fonte]

A biblioteca municipal foi inaugurada em 1981 e situa-se da rua de Trujillo. Tem aproximadamente 50 000 volumes, incluindo novos suportes, como DVD, CD, etc, além de cerca de 250 publicações periódicas. Tem uma secção infantil e juvenil independente e uma secção de audiovisuais, ambas criadas em 2002, e uma sala de Internet. Oferece serviços de empréstimos, informação bibliográfica, livros pedidos, etc.

Além da biblioteca municipal, existem ainda duas bibliotecas de bairro, uma no bairro de La Data e outra no bairro de São Miguel.[43]

Gastronomia[editar | editar código-fonte]

Pimentão, ingrediente da gastronomía placentina
Perrunilla, um doce típico placentino

A gastronomia placentina está muito relacionada com os produtos que se encontram na região. No mercado de Martes (terça-feira) podem encontrar-se todas as frutas e hortaliças dos regadios vizinhos, o pimentão de La Vera, mel, pólen de Las Hurdes, enchidos, queijos, espargos, confeitaria tradicional, etc.

Na comida caseira existem as sopas canas (à base de pão e leite), as batatas em escabeche, o revuelto de criadillas (ovos mexidos com testículos), o solomillo (lombo) de javali e os lagartos em molho verde com alho e salsa. Também são muito consumidos os produtos derivados do porco, como o presunto, morcelas e outros enchidos, tec. Das frutas frescas destacam-se os melões, morangos e cereja. Na confeitaria são de referir as perrunillas (biscoitos), buñuelos de viento (bolas de massa fritas), rosquillas de alfajores (rodelas delgadas de massa juntas com doce), pestiños (massa frita), hornazos (espécie de bôla ou empadão) e mantecados (amassado com banha).[44]

Nos numerosos restaurantes podem degustar-se os pratos típicos estremenhos: salada de zorongollo, migas[p], espargos, morcelas patateras (com batata) e calabaceras (com abóbora), calderetas (caldeirada ou ensopado) de cabrito ou borrego, além de trutas e tencas produzidas na zona. Um produto típico de pastelaria são os bombons de figo ou bolota com aguardente de cereja. Nas temporadas adequadas existem coxas de e caracóis. Um hábito muito arreigado na cidade é o de tapeo (petisco), tanto ao meio-dia como ao fim da tarde e início da noite, alturas do dia preferidas para saborear as tapas (petiscos) da gastronomia local.

Ao longo do ano celebram-se várias festas, jornadas e feiras nas quais a gastronomia é um aspeto importante, como a Feira da Tapa, Martes Mayor e outras realizadas individualmente por restaurantes da cidade.[35]

Tauromaquia[editar | editar código-fonte]

Cantiga 144 da obra medieval Cantigas de Santa Maria, referida ao "Touro de Plasencia"

A cidade e a região teem uma vasta e antiga tradição tauromáquica. A primeira referência escrita sobre touradas em Plasencia encontra-se nas Cantigas de Santa Maria, de Afonso X de Leão e Castela, o Sábio, do século XIII, no chamado "Touro de Plasencia", na qual se narra o que aconteceu numa corrida de touros celebrada na Plaza Mayor.[45]

A praça de touros, inaugurada em 1882, foi construída nos terrenos do Cotillo de San Antón por uma sociedade de placentinos criada para o efeito, que emitiu ações de 25 pesetas para o financiamento. O projeto ficou a cargo do arquiteto municipal Vicente Paredes Guillén. Na inauguração, touros da ganadaria de Trespalacios foram lidados pelos ilustres toureiros Cara-Ancha e Frascuelo.

Em 1894 a praça sofreu um incêndio que destruiu as barreiras e assentos, construídos em madeira. Por não ter meios para a reconstruir, a sociedade cedeu a praça ao ayuntamiento, que a reconstruiu com a traça atual. A reinauguração ocorreu em 1896, ano em que se organizaram duas touradas. Durante a reconstrução a madeira foi substituída por granito nas partes ardidas. A praça, considerada de segunda categoria, é uma construção de dois pisos, com capacidade para 6 800 espectadores. O redondel tem 45 metros de diâmetro. Está classificada como "Bem de Interesse Cultural" pela Junta da Estremadura.[46]

As touradas mais importantes teem lugar durante a Feira de Junho, durante a qual decorrem três ou quatro corridas com a participação de toureiros dos mais elevados escalões. Além destas, há também uma tourada no Martes Mayor, na primeira terça-feira de agosto, e várias novilhadas de promoção. Embora propriedade do ayuntamiento, a praça é gerida por uma empresa privada.[47]

Desporto[editar | editar código-fonte]

Plasencia conta com diversas desportivas, na sua maior parte construídas e geridas pelo ayuntamiento. A Cidade Desportiva Municipal (Ciudad Deportiva Municipal) é um complexo polidesportivo com 108 000 m² que inclui um estádio[48] e dois campos de futebol, piscinas ao ar livre, dois pavilhões, um ginásio com sala de musculação, dois muros de escalada (um coberto e outro ao ar livre), uma pista de atletismo, quatro campos de ténis, onze campos de pádel, um rinque de patinagem, um campo de basquetebol, uma pista de ciclismo de cross e três campos de pelota basca. Outras estruturas desportivas municipais incluem uma piscina coberta e aquecida,[49] e pelo menos vinte espaços espalhados pela cidade, como campos de futebol, pavilhões, petanca, pádel e calva (um jogo tradicional espanhol semelhante à petanca).[50] O Club Deportivo y Social Ciudad de Plasencia tem também instalações desportivas próprias.[51] Segundo o ayuntamiento, mais de 10 000 placentinos praticam desporto assiduamente.[52]

Os principais clubes de futebol da cidade são a União Polidesportiva Plasencia (UP Plasencia) e o Agrupamento Desportivo Cidade de Plasencia (AD Ciudad de Plasencia).

A UP Plasencia foi fundada em 1945 que já jogou cinco vezes na 2ª divisão espanhola nos últimos 25 anos, mas desde 1999 que não vai além da 3ª divisão, onde foi campeão em 1985 e em 1992. Na temporada de 2009-10 jogou no "Grupo I de la Regional Preferente de Extremadura", tendo voltado à 3ª divisão espanhola, grupo XIV (Estremadura), em 2010-11. Tem uma escola de futebol para jovens de ambos os sexos com idades compreendidas entre os 7 e os 18 anos.[53][54][55]

O AD Ciudad de Plasencia foi fundado em 1998. Em 2009 a equipa masculina estava na 3ª divisão espanhola, no grupo da Estremadura. A equipa feminina está na 1ª divisão espanhola em 2010-11. Tem uma escola para jovens com idades compreendidas entre os 7 e os 18 anos.[56][57]

O Clube de Basquetebol Plasencia Ambroz foi fundado em 1978. Em 2010 a equipa masculina profissional disputa a Liga Española de Baloncesto (Adecco LEB Plata) e foi várias vezes campeã regional da Estremadura. Tem equipas masculinas e femininas de todos os escalões etários, exceto seniores femininos.[58][59]

Além destes clubes, a cidade tem outras associações desportivas, como o clube de basquete Nardeiros Plasencia, dois clubes de natação, o Clube de Natação de Plasencia e a Associação Desportiva Plasencia 96,[60] e o Clube Desportivo Parque de Monfragüe, entre muitas outras.[61]

Notas[editar | editar código-fonte]

[a] ^ As distâncias indicadas são por estrada, não em linha reta.
[b] ^ Nota de tradução: cuenca no original.[nt 1] O termo cuenca pode referir-se a uma bacia sedimentar ou hidrográfica, a uma depressão ou concavidade.. Ver «Cuenca» na Wikipédia em castelhano.
[c] ^ Nota de tradução: niveles de terraza no original.[nt 1]
[d] ^ Nota de tradução: vegetación de ribera no original.[nt 1]
[e] ^ Nota de tradução: dehesas no original.[nt 1] As dehesas são montados (bosques de azinheira e sobreiro) usados como pastagens sazonais, nomeadamente para gado transumante. Ver «Dehesa» na Wikipédia em castelhano.
[f] ^ Nota de tradução: retamar no original.[nt 1]
[g] ^ Nota de tradução: agateador común no original.[nt 1]
[h] ^ Nota de tradução: topillo e ratón de campo no original.[nt 1]. Ver «Topillo» e «Ratón de campo» na Wikipédia em castelhano.
[i] ^ Nota de tradução: cacho no original.[nt 1] Segundo o WordReference.com, a tradução de cacho é leucisco, um termo que tanto se pode referir a espécies dos géneros Leuciscus ou Squalius, nomeadamente Leuciscus idus, Squalius cephalus e Squalius pyrenaicus, mas que também pode ser sinónimo de lúcio, nomeadamente o lúcio europeu.. Ver «Cacho» na Wikipédia em castelhano.
[j] ^ Nota de tradução: pardilla no original.[nt 1] Não há certeza da tradução ser a mais acertada. É provável que pardilla se refira à espécie Chondrostoma lemmingii[62] (boga de boca arqueada) ou Rutilus lemmingii
[k] ^ Nota de tradução: calandino no original.[nt 1] Não foi encontrada tradução. É certamente um ciprinídeos, provavelmente a éspécie Tropidophoxinellus alburnoides,[63] que segundo o FishBase é designada por ruivaca em Portugal.[64]
[l] ^ Nota de tradução: piruétanos no original.[nt 1] A tradução pode não ser a mais adequada. piruétano é sinónimo de peral silvestre e Pyrus bourgaeana, que por sua vez é um homótipo de Pyrus communis var. bourgaeana.. Ver «piruétano» na Wikipédia em castelhano.
[m] ^ O Plano Geral de Ordenação Urbana (PGOU) é equivalente dos Planos Directores Municipais em Portugal.
[n] ^ Tradução de cachón — cachão, cachoeira, queda de água.
[o] ^ Nota de tradução: Antruejos no original.[nt 1] O termo está geralmente associado aos três dias do Carnaval.[65]
[p] ^ As migas espanholas em geral e as estremenhas em particular têm bastantes semelhanças com as migas à alentejana (ver «Migas» na Wikipédia em castelhano).
  1. a b c d e f g h i j k l Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome esref

Referências

  1. «Exposición permanente en el Museo Catedralicio de Plasencia». www.laguiago.com (em espanhol). Grupo Go ediciones, S.L., La Guia GO!. 31 de dezembro de 2010. Consultado em 19 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2010 
  2. «Museo Municipal». rutadelaplata.com (em espanhol). Red de Cooperación de Ciudades en la Ruta de la Plata. Consultado em 19 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2010 
  3. «Museo Etnográfico y textil Pérez Enciso». rutadelaplata.com (em espanhol). Red de Cooperación de Ciudades en la Ruta de la Plata. Consultado em 19 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2010 
  4. «Palacio del Marqués de Mirabel de Plasencia (Cáceres), España». www.viajeuniversal.com (em espanhol). Consultado em 19 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2010 
  5. «Iglesia San Vicente Ferrer en Plasencia (Cáceres), España». www.viajeuniversal.com (em espanhol). Consultado em 19 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2010 
  6. «Centro de interpretación Fortaleza y Ciudad Medieval». www.GuiaExtremadura.com (em espanhol). Consultado em 19 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2010 
  7. «La muestra 'Oficios del agua' rescata del olvido peculiares usos del río en la ciudad» (em espanhol). Ediciones Digitales Hoy. Hoy Digital. www.hoy.es. 4 de maio de 2008. Consultado em 19 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2010 
  8. «Aula de Naturaleza en el Parque Ornitológico Los Pinos de Plasencia». www.casas-rurales.info (em espanhol). Servicios y Consultoría Josmar S.L. Consultado em 19 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2010 
  9. «Aula de la Naturaleza» (em espanhol). Ayuntamiento de Plasencia. www.aytoplasencia.es. Consultado em 19 de outubro de 2010 
  10. «El primer museo al aire libre» (em espanhol). Ayuntamiento de Plasencia. www.aytoplasencia.es. Consultado em 19 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2010 
  11. «Exposición de Art3estudio». www.plasenciadigital.com (em espanhol). 2010. Consultado em 19 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2010 
  12. «Nuestros centros». www.cajaduero.es (em espanhol). Caja Duero, Obra Social. Consultado em 19 de outubro de 2010 
  13. Europa Press (18 de outubro de 2010). «La ONG Asamblea de Cooperación Por la Paz muestra los Objetivos del Mileno en una exposición en Badajoz y Plasencia». www.20minutos.es (em espanhol). Multiprensa y Más. S.L. Consultado em 19 de outubro de 2010 
  14. «Sorolla. Visión de España. Colección de la Hispanic Society of America» (em espanhol). Arte en la red. 20 de fevereiro de 2009. Consultado em 31 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2010 
  15. Vázquez Gonzalez, José María (13 de junho de 2008). «Plasencia y Joaquin Sorolla» (em espanhol). Associação Cultural Pedro de Trejo. Blog da revista "La Voz De Mayorga". lavozdemayorga.blogspot.com. Consultado em 31 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2010 
  16. Anzoles, Pedro (16 de novembro de 2007). «La Caja redacta el proyecto de rehabilitación de las Carmelitas» (em espanhol). Ediciones Digitales Hoy. Hoy Digital. www.hoy.es. Consultado em 31 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2010 
  17. «La UNED de Plasencia convoca el XII Certamen de Pintura, para el que se podrán presentar obras hasta el 18 de diciembre». extremaduraaldia.com (em espanhol). Ikeya Comunicaciones S.L. 28 de novembro de 2009. Consultado em 31 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2010 
  18. «Manuel Mediavilla gana el Premio Internacional de Escultura de Caja Extremadura». extremaduraaldia.com (em espanhol). Ikeya Comunicaciones S.L. 17 de junho de 2006. Consultado em 31 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2010 
  19. «La entidad Caja Extremadura reafirma su compromiso cultural con la ciudad de Plasencia con la inauguración de "El espacio recorrido"». www.regiondigital.com (em espanhol). Aro Comunicaciones. 2 de junho de 2009. Consultado em 31 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2010 
  20. «XIV Festival Folk Plasencia 2009» (em espanhol). Festival Internacional Folk Plasencia. Consultado em 31 de janeiro de 2010 
  21. «Semana de música sacra, gospel y canto judeoespañol». www.elperiodicoextremadura.com (em espanhol). El Periódico Extremadura. 19 de maio de 2005. Consultado em 19 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2010 
  22. «XI Concurso Nacional de Cante Flamenco "Mayorga-Ciudad de Plasencia"». concursosflamencos.blogspot.com (em espanhol). 7 de fevereiro de 2010. Consultado em 19 de outubro de 2010 
  23. «El concurso de cante flamenco Mayorga celebra este sábado su segunda prueba clasificatoria». www.regiondigital.com (em espanhol). 3 de março de 2010. Consultado em 19 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2010 
  24. «Festival Alternativo del Norte 2009 en Plasencia». www.extremadurarock.com (em espanhol). Consultado em 19 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2010 
  25. «Doscientos tunos de España y Portugal participarán en el Certamen Ciudad de Plasencia». www.regiondigital.com (em espanhol). Aro Comunicaciones. 11 de março de 2009. Consultado em 31 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2010 
  26. «VI Certamen Internacional de Tunas Universitarias y Distrito: Tunas participantes». certamen.tunadejaen.es (em espanhol). 2009. Consultado em 19 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2010 
  27. Agência EFE (20 de julho de 2009). «El 'I Techno Meeting' ofrecerá más de 12 horas de música» (em espanhol). Ediciones Digitales Hoy. Hoy Digital. www.hoy.es. Consultado em 19 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2010 
  28. Hernández, Ana B. (15 de outubro de 2007). «La Gumiparty reúne en Plasencia a más de 500 jóvenes de todo el país» (em espanhol). Ediciones Digitales Hoy. Hoy Digital. www.hoy.es. Consultado em 31 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2010 
  29. Dueñas, Maria (22 de dezembro de 2007). «Siete grupos de música tocarán en el Fat Festival» (em espanhol). El Periódico Extremadura. Consultado em 31 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2010 
  30. «La 'Pedro de Trejo' falla hoy el I Premio de Investigación» (em espanhol). Ediciones Digitales Hoy. Hoy Digital. www.hoy.es. 14 de janeiro de 2008. Consultado em 31 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2010 
  31. «Inauguración de la Feria de Plasencia» (em espanhol). Ediciones Digitales Hoy. Hoy Digital. www.hoy.es. Junho 2010. Consultado em 19 de outubro de 2010 
  32. «Jorge Lledó anima a los placentinos a vivir en familia y con los amigos la "mejor Feria de España"». www.extremadura.com (em espanhol). 11 de junho de 2010. Consultado em 19 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2010 
  33. «Martes Mayor de Plasencia; El mercado más importante de la zona norte de Extremadura». elgranviajero.com (em espanhol). RuralGest. Consultado em 23 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 23 de janeiro de 2010 
  34. «Feria de la Tapa». disfrutaPlasencia.com (em espanhol). Consultado em 1 de fevereiro de 2010. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2010 
  35. a b c «Turismo, Gastronomía» (em espanhol). Ayuntamiento de Plasencia. www.aytoplasencia.es. Consultado em 1 de fevereiro de 2010. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2010 
  36. «El 16 es fiesta local, por San Fulgencio» (em espanhol). El Periódico Extremadura. 8 de janeiro de 2007. Consultado em 1 de fevereiro de 2010. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2010 
  37. Clemente, Agustín; Sanchez Mora, Manuel; Perez Calzas, Luis. «La semana santa». semanasantadeplasencia.com (em espanhol). Unión de Cofradias Penitenciales de Plasencia. Consultado em 1 de fevereiro de 2010. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2010 
  38. a b «Asociaciones placentinas» (em espanhol). Ayuntamiento de Plasencia. www.aytoplasencia.es. Consultado em 31 de janeiro de 2010 
  39. a b c d «Centros Culturales» (em espanhol). Ayuntamiento de Plasencia. www.aytoplasencia.es. Consultado em 31 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2010 
  40. «La Orquesta de Púa y Guitarras del Ateneo de Plasencia actuará en Valladolid en la X Muestra de Música de Plectro». ADN.es (em espanhol). Planeta Medios Digitales, S.L., Europapress. 18 de abril de 2009. Consultado em 31 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2010 
  41. Carretero, Pedro A. (30 de abril de 2007). «Plasencia: El Ateneo muestra el deterioro del patrimonio local y comarcal». Noticias de Historia Antigua y Arqueología (em espanhol). Consultado em 31 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2010 
  42. «Acta Fundacional de la Casa Unesco de Extremadura». www.unescoextremadura.com (em espanhol). Centro Unesco de Extremadura. 15 de dezembro de 2003. Consultado em 20 de outubro de 2010. Arquivado do original em 4 de julho de 2012 
  43. «Biblioteas municpales de Plasencia» (em espanhol). Red de sedes web de las Bibliotecas Públicas. Ministerio de Cultura. Consultado em 31 de janeiro de 2010. Cópia arquivada em 31 de janeiro de 2010 
  44. «Gastronomía de Plasencia». arecetas.com (em espanhol). Hispanic Searching S.L. Consultado em 1 de fevereiro de 2010. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2010 
  45. «Cantiga de Santa María mandadas recopilar por Alfonso X "El Sabio". Siglo XIII. Cantiga Nº 144: "El Toro de Plasencia"». Portal "Nuestra Música" (em espanhol). Universidade da Estremadura. Consultado em 4 de fevereiro de 2010. Cópia arquivada em 4 de fevereiro de 2010 
  46. «Una plaza de toros inaugurada y reinaugurada» (em espanhol). Ediciones Digitales Hoy. Hoy Digital. www.hoy.es. 16 de fevereiro de 2007. Consultado em 4 de fevereiro de 2010. Cópia arquivada em 4 de fevereiro de 2010 
  47. Mora, Juan. «Plaza de Toros de Plasencia» (em espanhol). Portal Taurino. Consultado em 4 de fevereiro de 2010. Cópia arquivada em 4 de fevereiro de 2010 
  48. «El estadio municipal tendrá este año nuevas pistas de atletismo» (em espanhol). Ediciones Digitales Hoy. Hoy Digital. www.hoy.es. 28 de janeiro de 2010. Consultado em 7 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2010 
  49. «Instalaciones municipales» (em espanhol). Ayuntamiento de Plasencia. www.aytoplasencia.es. Consultado em 7 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2010 
  50. «Pistas polideportivas en barrios» (em espanhol). Ayuntamiento de Plasencia. www.aytoplasencia.es. Consultado em 7 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2010 
  51. «Instalaciones de carácter privado» (em espanhol). Ayuntamiento de Plasencia. www.aytoplasencia.es. Consultado em 7 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2010 
  52. «Plasencia, ciudad del deporte» (em espanhol). Ayuntamiento de Plasencia. www.aytoplasencia.es. Consultado em 7 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2010 
  53. «¡Bienvenidos!». www.upplasencia.com (em espanhol). Site oficial da Unión Polideportiva Plasencia. Consultado em 7 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2010 
  54. «Unión Polideportiva Plasencia». aupaAthletic.com (em espanhol). Gurenet Teknología, S.L. Consultado em 7 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2010 
  55. «Unión Polideportiva Plasencia». www.futbolme.com (em espanhol). Consultado em 7 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2010 
  56. «Asociación Deportiva Ciudad de Plasencia, Club de Fútbol». aupaAthletic.com (em espanhol). Gurenet Teknología, S.L. Consultado em 7 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2010 
  57. «Agrupación Deportiva Ciudad de Plasencia». www.futbolme.com (em espanhol). Consultado em 7 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2010 
  58. «Adecco LEB Plata (10 -11), Estadísticas de la Temporada». www.cbplasencia-ambroz.com (em espanhol). Site oficial do CB Plasencia Ambroz. Consultado em 7 de novembro de 2010 
  59. «CB Plasencia Ambroz». MueveteBasket.es (em espanhol). Consultado em 7 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2010 
  60. «Clubes de natación en Extremadura». www.fexnatacion.org (em espanhol). Site oficial da Federação Estremenha de Natação. Consultado em 7 de novembro de 2010 
  61. «Asociaciones y Clubes Deportivos» (em espanhol). Ayuntamiento de Plasencia. www.aytoplasencia.es. Consultado em 7 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2010 
  62. «Medidas minimas Extremadura». forotrofeopesca.eai.es (em espanhol). 14 de fevereiro de 2008. Consultado em 20 de janeiro de 2010 
  63. «Calandino, habitat, morfologia» (em espanhol). viciopesca.net. Consultado em 20 de janeiro de 2010 
  64. «Tropidophoxinellus alburnoides (Steindachner, 1866)». www.fishbase.org (em inglês). FishBase. 20 de abril de 2010. Consultado em 18 de outubro de 2010 
  65. «placentino, na.; plasenciano, na.; gallonada; gallón; crestería». Diccionario de la lengua española (em espanhol) 22ª ed. Real Academia Espanhola. Consultado em 8 de novembro de 2010 

Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ayt305" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ayto592" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ayt361" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ayt105" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "aytx1" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "aytx2" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "aytx3" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "pgou1" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ayt331" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ign1" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ine1" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ine2" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "aemet" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "doe_valc" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "flores" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "viajar" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "viajar_mur" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "unex1" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "unex_plas" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "colmeiro" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "galeon" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "alextur_cat" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "qver1" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "qver2" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "rutap4871" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ruta4861" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "qver3" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ayt24_174_37" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ayt24_174_44" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ayt330" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ayt24_174_43" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ruralcat" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ajaq" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "imaginason" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "hoy2" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "hoy20100910" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "hoy20071126" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "chde" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "elpex273537" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "elpex233641" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "elpex287271" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "boe11672" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "cajaex" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "anuarieco" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "hoy20090526" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "cac24a" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "portaldetuciu1" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "turex480" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "unirioja107447" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "unirioja107425" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "hsacra4949" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "parnaseo" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "esccoc" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "upsa" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "uned_plas" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "publispain1690" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "mayorga_hosp" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "mayorga_reg" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "areasalud" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "hvirgenp" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "michelin" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "cerv129" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "abc9026" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ruta4862" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "arteg1" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ragobo1" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "sendin1" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "alextur_clar" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "sssdomingo" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "castell36" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "castell83" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "regdig108204" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "plinares" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "virgport" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "ternera" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "pimvera" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "guiatel" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "hoy20061122" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "extcom4991" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "redprata" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "cidcat" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "hoy20061124" definido em <references> não é utilizado no texto da página.
Erro de citação: Elemento <ref> com nome "redjud" definido em <references> não é utilizado no texto da página.

Erro de citação: Elemento <ref> com nome "redclim" definido em <references> não é utilizado no texto da página.