Economia do Laos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Economia do Laos
Mercado de rua em Luang Prabang.
Moeda Kip
Ano fiscal 1 de outubro - 30 de setembro
Blocos comerciais ASEAN, OMC
Estatísticas
PIB $19,16 mil milhões (2012)[1] (133º lugar)
Variação do PIB 8,3% (2012)
PIB per capita $3.000
Inflação (IPC) 7.6% (2011 est.)
População
abaixo da linha de pobreza
26% (2010 est.)
Coeficiente de Gini 36,7 (2008)
Força de trabalho total 3,69 milhões (2010 est.)
Força de trabalho
por ocupação
agricultura (75.1%), indústria + serviços (24,9%) (2010)
Desemprego 2.5% (2009 est.)
Principais indústrias mineração (cobre, estanho, ouro, gesso); madeira, eletricidade, processamento agrícola, construção civil, roupas, cimento, turismo
Exterior
Exportações 2 280 milhões (2012)
Produtos exportados produtos de madeira, café, eletricidade, estanho, cobre, ouro
Principais parceiros de exportação Tailândia 33%, República Popular da China 23,4%, Vietnã 13,4% (2011)
Importações 2 645 milhões (2012)
Produtos importados máquinas e equipamentos, veículos, combustíveis, bens de consumo
Principais parceiros de importação Tailândia 65,2%, República Popular da China 11,1%, Vietnã 6,5% (2011)
Dívida externa bruta 5 953 milhões (31 de dezembro de 2011)
Finanças públicas
Receitas $1 760 milhões (2011)
Despesas $1 957 milhões (2011)
Fonte principal: [[1] CIA World Fact Book]
Salvo indicação contrária, os valores estão em US$

O Laos é um dos poucos países comunistas que restam no mundo. O governo começou a descentralizar o controle e a promover a iniciativa privada em 1986.[1] Os resultados se fizeram sentir: o crescimento alcançou a média de 6% a.a. no período 1988-2008, exceto no curto período da crise asiática iniciada em 1997.[1] Entre 2008 e 2012 o crescimento superou os 7% ao ano, mas apesar disso o país permanece com uma infraestrutura pouco desenvolvida, particularmente nas áreas rurais.[1]

O país ainda depende enormemente de sua agricultura e possui uma infraestrutura bastante deficiente. O país não possui ferrovias. As principais rodovias do país conectam os maiores centros urbanos, porém a maioria das pequenas vilas somente se liga a estas rodovias por pequenas estradas de terra, nem sempre transitáveis o ano inteiro. As telecomunicações internas e com o exterior também são limitadas.

No ano fiscal 2013-2014, que encerra em 30 de setembro, o Laos planeja gastar 17.830 bilhões kip, forçando o governo a recorrer a empréstimos junto a investidores internacionais (225 milhões de US dólares) e vender títulos para compradores locais e estrangeiros para enfrentar seu déficit orçamentário.[2] [3] Mais de 26% do seu orçamento é coberto por doações internacionais.[2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d e "The World Factbook". Consult. 7 de março de 2013. 
  2. a b Vientiane Times (23 dezembro 2013). ""Govt to borrow US$263 million to address budget deficit"." (em inglês). telegraph.co.uk. Consult. 24 dezembro 2013. 
  3. ""Laos to borrow million dollars".". Bangkok Post. 23 dezembro 2013. Consult. 23 dezembro 2013. 


Flag-map of Laos.svg Laos
História • Política • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Bandeira • Portal • Imagens