Economia do Uzbequistão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Economia do Uzbequistão
Moeda Som uzbeque
Ano fiscal Ano calendário
Blocos comerciais CEI, OCE, OMC (observador)
Estatísticas
PIB 103,900 bilhões (2012)[1]
Variação do PIB 8,2% (2010)
PIB per capita 3100 (2010)
PIB por setor agricultura 21,2%, indústria 32,3%, comércio e serviços 46,4% (2010)
Inflação (IPC) 15% (2010)
População
abaixo da linha de pobreza
26% (2008)
Coeficiente de Gini 36,8 (2003)
Força de trabalho total 16 milhões (2010)
Força de trabalho
por ocupação
agricultura 44%, indústria 20%, comércio e serviços 36% (1995)
Desemprego 1,1% (2010)
Principais indústrias têxteis, processamento de alimentos, construção de máquinas, metalurgia, ouro, petróleo, gás natural, produtos químicos
Exterior
Exportações 13,13 bilhões (2010)
Produtos exportados Energia, algodão, ouro, fertilizantes minerais, metais ferrosos e não-ferrosos, têxteis, produtos alimentares, maquinaria, automóveis
Principais parceiros de exportação Ucrânia 29,91%, Rússia 13,94%, Turquia 7,53%, Cazaquistão 7,26%, Bangladesh 6,83%, República Popular da China 5,69%, Coreia do Sul 4,19% (2009)
Importações 9,44 bilhões (2010)
Produtos importados Máquinas e equipamentos, alimentos, substâncias químicas, metais ferrosos e não-ferrosos
Principais parceiros de importação Rússia 23,72%, República Popular da China 20,36%, Coreia do Sul 13,03%, Alemanha 6,09%, Ucrânia 5,39%, Cazaquistão 4,68% (2010)
Dívida externa bruta 4,236 bilhões (2010)
Finanças públicas
Receitas 6,584 bilhões (2010)
Despesas US$ 6,652 bilhões
Ajuda económica 172,3 milhões (recebida dos Estados Unidos, 2005)
Fonte principal: The World Factbook
Salvo indicação contrária, os valores estão em US$

A economia do Uzbequistão reflete uma das zonas mais pobres da antiga União Soviética com mais de 60% da sua população vivendo em comunidades rurais densamente povoadas. O Uzbequistão era o 2º maior exportador de algodão no mundo,[2] um grande produtor de ouro e gás natural, e ao nível regional um importante produtor de produtos químicos e maquinaria. Porém nos últimos anos, algumas secas prolongadas têm diminuído a produção de algodão. Em 2012, de acordo com estimativas da CIA, o Produto interno bruto do país alcançou 103,900 bilhões.[1]

O país enfrentou dificuldades no processo de transição do socialismo para a economia de mercado, o que gerou desemprego e pobreza na década de 1990. Isso refletiu no PIB, que entre 1990 e 1998, diminuiu em média 2%. Hoje o PIB tem um bom ritmo de crescimento.

Setor primário[editar | editar código-fonte]

Agricultura[editar | editar código-fonte]

O Uzbequistão produziu, em 2018[3]:

  • 5,4 milhões de toneladas de trigo;
  • 2,9 milhões de toneladas de batata;
  • 2,2 milhões de toneladas de algodão (8º maior produtor do mundo);
  • 2,2 milhões de toneladas de tomate (14º maior produtor do mundo);
  • 2,1 milhões de toneladas de cenoura (2º maior produtor do mundo, somente atrás da China);
  • 1,8 milhões de toneladas de melancia (8º maior produtor do mundo);
  • 1,5 milhões de toneladas de uva (15º maior produtor do mundo);
  • 1,4 milhões de toneladas de cebola (15º maior produtor do mundo);
  • 1,1 milhões de toneladas de maçã (14º maior produtor do mundo);
  • 857 mil toneladas de pepino (7º maior produtor do mundo);
  • 743 mil toneladas de repolho;
  • 493 mil toneladas de damasco (2º maior produtor do mundo, somente atrás da Turquia);
  • 413 mil toneladas de milho;
  • 254 mil toneladas de alho;
  • 221 mil toneladas de arroz;
  • 172 mil toneladas de cereja;
  • 161 mil toneladas de pêssego;
  • 134 mil toneladas de ameixa (17º maior produtor do mundo);

Além de produções menores de outros produtos agrícolas.[4]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Uzbekistán-pahýl (2).png Uzbequistão
História • Política • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens