Esporte Clube Ypiranga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o clube de Salvador. Para outros significados, veja Ypiranga.
Ypiranga
Nome Esporte Clube Ypiranga
Alcunhas O Mais Querido[1]
Torcedor/Adepto Ypiranguense
Aurinegro
Mascote Canário
Principal rival Galícia
Fundação 7 de setembro de 1906 (114 anos)
Estádio Vila Canária
Capacidade 4.000 pessoas
Localização Salvador, Brasil
Mando de jogo em Pituaçu
Capacidade (mando) 32.157 pessoas
Presidente Waldemar Filho
Treinador Sérgio Araújo
Patrocinador Shopping Piedade
Material (d)esportivo Artsilk
Competição Bahia Campeonato Baiano - 2ª Divisão
Website esporteclubeypiranga.com.br
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Esporte Clube Ypiranga é um clube de futebol com sede em Salvador, no estado da Bahia, Brasil. Suas cores são amarelo e preto, e seus torcedores são conhecidos como ypiranguenses ou aurinegros.

É o terceiro clube com mais títulos baianos, depois do Bahia e do Vitória, com 10 conquistas no total. E também um dos mais tradicionais clubes baianos.

História[editar | editar código-fonte]

Fundação e destaque estadual[editar | editar código-fonte]

No início do século XX, jovens excluídos da sociedade por vários motivos, principalmente por fatores étnicos, sociais e econômicos e por conta disso impedidos de participaram de clubes de futebol no Brasil, objetivaram fundar um clube que unisse o povo pobre da cidade em detrimento dos privilégios das elites, surgiu, assim, o Sport Club Sete de Setembro, em 17 de abril de 1904, mas que em 7 de setembro de 1906, surge uma nova equipe, agora chamada de Sport Club Ypiranga (na atualidade Esporte Clube Ypiranga), nome escolhido por causa da conjuntura nacional do momento.[2] A partir de então o Esporte Clube Ypiranga figurou com destaque no futebol baiano, ganhando 10 títulos estaduais (sete de forma invicta), assim como também 10 vezes ficou como segundo colocado. Já na Segunda Divisão estadual, o clube detém 2 títulos, um conquistado em 1983 e outro em 1990 (de forma invicta). A categoria Juvenil do Ypiranga também conquistou diversos títulos ao longo dos anos.

Década de 2010[editar | editar código-fonte]

A administração de Emerson Ferretti (ex-jogador) e Valdemar Filho tem trabalhado para recuperar os tempos de glórias e vitórias, o time profissional disputou o Campeonato da Segunda Divisão de 2010 depois de 3 anos ausente, em 2011 quase subiu para a primeira ficando em terceiro. Na Segunda Divisão de 2012, o Ypiranga conseguiu chegar às semifinais.[3] Contudo, foi eliminado pela Jacuipense, que mais tarde seria derrotada na final pelo Botafogo. O time juvenil já disputou a Copa 2 de Julho duas vezes, competição internacional realizada na Bahia, e também disputou, junto com o time infantil, o Campeonato Baiano da categoria. Em março de 2012, assinou contrato com a fornecedora de material esportivo italiana Lotto.[4] Porém, em fevereiro de 2013, o clube fechou um novo contrato com a brasileira Super Bolla.[5][6] Nesse ano, o time não foi bem na Segunda Divisão, permanecendo apenas na sétima colocação.

No fim de 2013, focando na competição de 2014, o clube se reformulou administrativamente contratando novos diretores para as áreas jurídica, de futebol e de marketing. No jurídico assumiu como diretor o advogado Ricardo Maracajá, especialista em direito tributário e administrativo, com ele veio o novo gerente jurídico Fernando Santos, advogado especialista em direito civil. O marketing ficou a cargo de Ricardo Lima, recém saído do Bahia, Lima veio com a experiência necessária para atrair investidores e reformular o plano de sócios. O carro chefe do clube, o futebol ficou sob o comando de Gil Baiano, ex-jogador com passagens pelo Bahia, Vitória, Juventude, Caixas como jogador, pelo Treze como diretor, além de ter sido treinador por um período do CSA-AL. A primeira aquisição de Gil para competição de 2014 é o treinador Sérgio Araújo que passou pelo Juazeiro, sub-20 do Bahia e Galícia. Entretanto, ainda passando por dificuldades financeiras o time chegou a lançar um projeto para captação de recursos.[7]

Com o lançamento do plano de sócio-contribuinte, espera-se iniciar a reestruturação do CT da Vila Canária e, assim, poder disponibilizar seu parque aquático aos seus associados e também modernizar a estrutura do futebol.

Títulos[editar | editar código-fonte]

INTER-REGIONAIS
Competição Títulos Temporadas
Copane-trofeu.png Torneio dos Campeões do Norte–Nordeste 1 1951Utmarkt Guld.svg
ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
BAtrophy.png Campeonato Baiano 10 1917Cscr-featured.png, 1918Cscr-featured.png, 1920, 1921Cscr-featured.png, 1925Cscr-featured.png, 1928Cscr-featured.png, 1929Cscr-featured.png, 1932Cscr-featured.png, 1939 e 1951
BAtrophy.png Campeonato Baiano - 2ª Divisão 2 1983 e 1990Cscr-featured.png
BAtrophy.png Torneio Início 8 1919, 1922, 1929, 1933, 1947, 1956, 1959 e 1963

Utmarkt Guld.svg Torneio com chancela da CBD/CBF

Cscr-featured.png Campeão invicto

Outras conquistas[editar | editar código-fonte]

Torneios estaduais[editar | editar código-fonte]

(1914, 1920, 1922, 1926, 1927, 1928, 1929, 1930, 1949 e 1959)
(1942, 1943, 1947, 1949, 1954 e 1956)
(2002)

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Temporadas do Ypiranga

Participações[editar | editar código-fonte]

Participações em 2020
Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última P Aumento R Baixa
Bahia Campeonato Baiano 74 Campeão (10 vezes) 1914 1999 3
Segunda Divisão 20 Campeão (1983) e (1990) 1982 2017 2
BandeirasNordesteBrasil.gif Copa Norte-Nordeste 2 Campeão (1951) 1951 1952

Categoria de base[editar | editar código-fonte]

ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
Bahia Campeonato Baiano Sub-20 4 1927, 1928, 1929 e 1930

Ranking Placar[editar | editar código-fonte]

  • Posição: 40º
  • Pontuação: 30 pontos

O Ranking Placar é uma classificação feita pela Revista Placar sobre as competições conquistadas pelos clubes de futebol do Brasil.

Futebol profissional[editar | editar código-fonte]

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 16 de agosto de 2012.[8]
Legenda

Capitão Atual Capitão


Goleiros
Jogador
Brasil Gil
Brasil Rafael Altieri
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Jadson Z
Brasil Darlan Cardoso Z
Brasil Tiago Z
Brasil Elinei Z
Brasil Simão LD
Brasil Leílton LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil Tácio V
Brasil Fernando Bahia V
Brasil Anderson Pitbull V
Brasil Silas M
Brasil Da Mata M
Brasil Uellinton M
Atacantes
Jogador
Brasil Joãozinho Capitão
Brasil Hélder
Brasil Darlan
Brasil Flávio
Brasil Marcelo
Brasil Diego
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Sérgio Araújo T

Futebolistas notáveis[editar | editar código-fonte]

Torcedores ilustres[editar | editar código-fonte]

O Ypiranga ao longo de sua história teve ilustres torcedores, como os escritores e poetas João Ubaldo Ribeiro e Jorge Amado, o capoeirista Mestre Pastinha, a Santa Irmã Dulce dos Pobres[2][9], no qual já foi várias vezes homenageada nos jogos do Ypiranga[10] e os músicos Carlos Larcerda e João Gilberto.[2]

Torcidas organizadas[editar | editar código-fonte]

  • Torcida Jovem Canário[11][12]. Fundada em 1 de dezembro de 2010 com o lema: "O povo foi quem te criou". (obs.: torcida extinta)
  • Torcida Fúria Aurinegra[13]: Fundada em 16 de maio de 2012 com o lema: "Incentivo das grandes vitórias".

Confrontos Históricos[editar | editar código-fonte]

  • Maiores Goleadas:
    • Em campeonatos oficiais: 19x0 contra o Democrata-BA.
    • Em campeonatos oficiais: 8x2 contra o Vitória.
    • Em times do Rio 5x4 contra o Fluminense-RJ.
    • Em clássicos: 7x0 contra o Galícia.
    • Em campeonatos oficiais: 7x0 contra o Vitória.
    • Em clássicos: 5x1 contra o Bahia.
    • Em campeonatos oficiais: 3x0 contra o Ceará.
    • Em clássicos: 5x2 contra o Bahia.
    • Em campeonatos oficiais: 4x1 contra o Treze.
    • Em campeonatos amistosos: 3x0 contra o Madureira.
  • Jogos Contra a Seleção:

Rivalidades[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Clássico de Ouro
Ver artigo principal: Clássico do Povo

O Ypiranga mantém uma clássico de longos anos com o Galícia E.C. , esse clássico já foi considerado o segundo maior da Bahia depois do Ba-Vi.[14] Ypiranga, Botafogo S.C. e Galícia são depois de Bahia e Vitória os maiores detentores de títulos estaduais.

Referências

  1. «Emerson Ferretti: O Ypiranga está vivo». correio24horas.com.br. 10 de fevereiro de 2014. Consultado em 10 de abril de 2014 
  2. a b c «Ypiranga completa 106 anos de fundação». galaticosonline.com. 7 de setembro de 2012. Consultado em 10 de abril de 2014 
  3. Moisés Costa Pinto (10 de junho de 2012). «Ypiranga vence e está na semifinal da 2ª Divisão». baianosfc.com.br. Consultado em 16 de agosto de 2012 
  4. Cláudio Souza (27 de abril de 2012). «Clubes brigando para chegar a elite do baianão 2013». esportebolabahia.com. Consultado em 17 de agosto de 2012 
  5. Maristela de Lima (18 de fevereiro de 2013). «Ypiranga acerta novo fornecedor de material esportivo». radiosociedadeam.com.br. Consultado em 5 de maio de 2013 
  6. Dalmo Carrera (18 de fevereiro de 2013). «Ypiranga fecha com fornecedor de material». futebolbahiano.com. Consultado em 5 de maio de 2013 
  7. «Sem dinheiro, Ypiranga lança projeto para captação de recursos». correio24horas.com.br. 28 de março de 2014. Consultado em 10 de abril de 2014 
  8. «Jogadores - Esporte Clube Ypiranga». esporteclubeypiranga.com.br. Consultado em 16 de agosto de 2012 
  9. «Os Torcedores ilustres». esporteclubeypiranga.com.br 
  10. Eric Luis Carvalho (28 de novembro de 2011). «Brasil Afora: 'Canário', de Irmã Dulce e Jorge Amado, sonha voar em 2014». globoesporte.globo.com. Consultado em 17 de agosto de 2012 
  11. Torcida Jovem Canário
  12. Torcida Jovem Canário: Quem somos
  13. Torcida Fúria Aurinegra
  14. pesquisa nacional de clubes em 1969 (imagem) - fonte: Jornal O Globo

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]