Estação Costa Barros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Headersupervia.svg
Costa Barros
Estação Costa Barros, em 2015
Informações
Costa Barros está localizado em: Baixada Fluminense e parte da cidade do Rio de Janeiro
Costa Barros
Localização da Estação Costa Barros
Coordenadas 22° 49' 18.69" S 43° 22' 12.71" O
Administração Logo da SuperVia.svg SuperVia
Uso Atual Estação de trens metropolitanos
Código RJ-1264
Linha Linha Belford Roxo
Estrutura Superfície
Outras Informações
Inauguração 28 de março de 1898 (121 anos)
Inauguração da atual edificação 04 de abril de 1978 (41 anos)
Próxima Estação
Sentido Centro
Sv-vpurplelinecontshort.svg
Sv-vpurplestation.svg Barros Filho
Sv-vpurplestation.svg Costa Barros
Sv-vpurplestation.svg Pavuna/São João de Meriti
Sv-vpurplelinecontshort.svg
Sentido Belford Roxo

Costa Barros é uma estação de trem do Rio de Janeiro.

História[editar | editar código-fonte]

A estação de Costa Barros, cujo nome homenageava Antonio de Costa Barros, que cedeu terras de sua fazenda para a construção da linha, foi inaugurada em 1898.[1] O prédio original foi demolido e um novo foi reconstruído em seu, aberto em 1928.

Atualmente, a estação de Costa Barros é a última da linha Auxiliar original que ainda tem movimento de trens de subúrbio. Desde os anos 1970, quando parte do trecho da linha além desta estação foi utilizado para a construção da linha cargueira Japeri-Arará, as estações que ficavam adiante de Costa Barros não são mais utilizadas para trens de subúrbio. Estes trens, hoje, seguem de Costa Barros e entram no sentido da Pavuna, dali chegando a Belford Roxo, utilizando-se de linhas originadas tanto do antigo ramal Circular da Pavuna quanto da extinta E. F. Rio do Ouro.

Há uma linha de subúrbios que liga Dom Pedro II-Costa Barros-Pavuna-Belford Roxo, direta, fusão de três antigas ferrovias que deixaram de existir há muitos anos. Este ramal se juntava à antiga linha Auxiliar, de novo, em Tomazinho. A linha cargueira Japeri-Arará se encontra com os trilhos da velha Auxilliar num ponto entre as estações de Barros Filho e de Costa Barros.

A estação atual foi inaugurada pelo ministro dos Transportes, Gal. Dirceu Nogueira, em 4 de abril de 1978.[2]

Fonte[editar | editar código-fonte]

  • Gazeta do Povo, Curitiba, PR, 5/4/1978; Max Vasconcellos, 1928);

Referências

  1. «Fazenda de Botafogo». Gazeta de Notícias, Ano XXIV, edição 99, Página 4-Coluna 2/republicado pela Biblioteca Nacional-Hemeroteca Digital Brasileira. 9 de abril de 1898. Consultado em 5 de junho de 2019 
  2. «Linha para Caixas terá este mês 20 trens que vão sair a cada 10 minutos». Jornal do Brasil, Ano LXXXVII, edição 358, seção Cidade, página 8/republicado pela Biblioteca Nacional-Hemeroteca Digital Brasileira. 5 de abril de 1978. Consultado em 28 de maio de 2019 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Estação Costa Barros