Estação Ferroviária de Ourique

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ourique Logos IP.png
Estação de Ourique, em 1998.
Linha(s) Linha do Alentejo (PK 206,270)
Ramal de Neves-Corvo (PK 0,0)
Coordenadas 37° 44′ 44,99″ N, 8° 13′ 35,45″ O
Concelho Castro Verde
Serviços Ferroviários Sem serviços
Horários em tempo real
Serviços Acesso para pessoas de mobilidade reduzida

A Estação Ferroviária de Ourique é uma gare encerrada da Linha do Alentejo, que funciona como entroncamento com o Ramal de Neves-Corvo, e que servia a localidade de Ourique, no Distrito de Beja, em Portugal.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Em Janeiro de 2011, apresentava duas vias de circulação, ambas com 271 m de comprimento, e uma só plataforma, que tinha 114 cm de altura e 10 m de extensão.[1]

Comboio de minério na estação de Ourique, em 2015.

História[editar | editar código-fonte]

Inauguração[editar | editar código-fonte]

A estação de Ourique insere-se no lanço da Linha do Alentejo entre Casével e Amoreiras-Odemira, que entrou ao serviço no dia 3 de Junho de 1888.[2]

Século XX[editar | editar código-fonte]

Em 28 de Novembro de 1903, o estado destinou fundos para a conclusão das obras da Estrada Distrital n.º 154, que ligaria esta estação a Santa Margarida da Serra.[3]

Em 1913, existia um serviço de diligências ligando a vila de Ourique à estação ferroviária.[4]

Em 20 de Junho de 1934, a Junta Autónoma de Estradas abriu um concurso para a instalação do empedrado na Estrada Nacional 22-1ª, no troço entre Castro Verde e a Estação de Ourique.[5]

Supressão dos serviços[editar | editar código-fonte]

Os serviços regionais entre Beja e Funcheira foram suprimidos no dia 1 de Janeiro de 2012 pela operadora Comboios de Portugal, que apontou a reduzida procura e consequente prejuízo como motivo para esta supressão.[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Linhas de Circulação e Plataformas de Embarque». Directório da Rede 2012. Rede Ferroviária Nacional. 6 de Janeiro de 2011. p. 71-85 
  2. TORRES, Carlos Manitto (1 de Fevereiro de 1958). «A evolução das linhas portuguesas e o seu significado ferroviário» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 70 (1683). p. 76-78. Consultado em 7 de Fevereiro de 2014 – via Hemeroteca Municipal de Lisboa 
  3. «Parte Official» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 16 (382). 16 de Novembro de 1903. p. 377. Consultado em 4 de Julho de 2012 – via Hemeroteca Municipal de Lisboa 
  4. «Serviço de Diligencias». Guia official dos caminhos de ferro de Portugal. 39 (168). Outubro de 1913. p. 152-155. Consultado em 2 de Abril de 2018 
  5. «Concursos» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 46 (1116). 16 de Junho de 1934. p. 314. Consultado em 4 de Julho de 2012 – via Hemeroteca Municipal de Lisboa 
  6. «Ligação ferroviária Beja-Funcheira suprimida a partir de hoje». Rádio Pax. 1 de Janeiro de 2012. Consultado em 1 de Janeiro de 2012. Arquivado do original em 22 de janeiro de 2012 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre a Estação de Ourique

Ligações externas[editar | editar código-fonte]



Ícone de esboço Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.