Ourique

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Ourique (desambiguação).
Ourique
Brasão de Ourique Bandeira de Ourique
Ourique - Portugal - panoramio (1).jpg
Vista geral de Ourique
Localização de Ourique
Gentílico Ouriquense
Área 663,31 km²
População 5 389 hab. (2011)
Densidade populacional 8,1  hab./km²
N.º de freguesias 4
Presidente da
câmara municipal
Marcelo Guerreiro (PS)
Fundação do município
(ou foral)
1290
Região (NUTS II) Alentejo
Sub-região (NUTS III) Baixo Alentejo
Distrito Beja
Antiga província Baixo Alentejo
Orago São Salvador
Feriado municipal 8 de Setembro
Código postal 7670
Sítio oficial cm-ourique.pt
Municípios de Portugal Flag of Portugal.svg

Ourique é uma vila portuguesa pertencente ao Distrito de Beja, região do Alentejo e sub-região do Baixo Alentejo, com menos de 2 000 habitantes.[1]

É sede de um município com 663,31 km² de área[2] e 5 389 habitantes (2011),[3][4] subdividido em 4 freguesias.[5] O município é limitado a norte pelos municípios de Santiago do Cacém e Aljustrel, a leste por Castro Verde e Almodôvar, a sul por Silves e a oeste por Odemira.

População[editar | editar código-fonte]

Número de habitantes [6]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
7 850 8 197 9 165 9 143 10 664 11 905 14 014 16 356 16 686 15 002 9 514 7 969 6 597 6 199 5 389

(Obs.: Número de habitantes que tinham a residência oficial neste concelho à data em que os censos se realizaram.)

Por decreto de 26/06/1875, a freguesia de Santa Luzia, que fazia parte do concelho de Odemira, passou para o concelho de Ourique. Por decreto de 17/08/1889, a freguesia de S. Martinho das Amoreiras, do concelho de Ourique, passou a fazer parte do concelho de Odemira. (Fonte: INE)

Número de habitantes por Grupo Etário [7]
1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
0-14 Anos 3 130 3 955 4 398 4 890 5 407 5 185 4 187 2 200 1 592 964 656 550
15-24 Anos 1 749 2 049 2 140 2 903 3 101 2 965 2 644 1 135 1 052 820 679 435
25-64 Anos 4 024 4 590 4 583 5 621 6 803 7 233 7 142 4 665 3 844 3 205 2 978 2 645
= ou > 65 Anos 390 454 509 541 734 941 1 029 1 125 1 481 1 608 1 886 1 759
> Id. desconh 8 11 5 7 44

(Obs.: De 1900 a 1950 os dados referem-se à população presente no concelho à data em que eles se realizaram. Daí que se registem algumas diferenças relativamente à designada população residente.)

Freguesias[editar | editar código-fonte]

Freguesias do concelho de Ourique.
O concelho de Ourique está dividido em 4 freguesias:

0

0

Caracterização[editar | editar código-fonte]

Geografia[editar | editar código-fonte]

O território de Ourique, em termos geomorfológicos, faz a transição entre a peneplanície - dominante a norte e em grande parte do espaço geográfico do concelho - e a serra de Monchique, na parte sul, numa passagem das planuras secas para uma orografia mais vigorosa, de maior altitude média e com um aumento óbvio do regime pluvial.

A rede hidrográfica é marcada pelas bacias dos rios Sado e Mira, este último que cruza longitudinalmente o concelho na sua parte mais estreita, nas proximidades de Fernão Vaz/Castro da Cola. A barragem do Monte da Rocha e parte significativa do regolfo da barragem de Santa Clara são duas fontes hídricas importantes que marcam e caracterizam a paisagem e as atividades humanas na região.

Em termos de vegetação predomina a estepe cerealífera, montado e, na parte sul do concelho, a de relevo mais movimentado, dada a aproximação e integração na serra, afirma-se o coberto de características mediterrânicas e o pinhal.

A planície estepária é desarborizada, mas concentra uma diversidade avifaunística muito importante e única.[8]

Clima[editar | editar código-fonte]

Em termos climáticos, a região apresenta duas estações anuais bem definidas: o inverno é frio e pouco chuvoso e o é verão muito quente e seco, este último com temperaturas que ultrapassam frequentemente os 40 °C.[8] Devido a isto, o clima pode ser designado como de regime mediterrânico; na escala climática de Köppen-Geiger é classificado como Csa.[9]

A pluviosidade é baixa (média anual de 558 mm), com regimes de precipitação irregulares e com grandes variações de ano para ano. O mês mais seco é Julho e tem 2 mm de precipitação. Com uma média de 86 mm, o mês de Janeiro é o mês de maior precipitação.

A temperatura média anual é de 16.4 °C. O mês mais quente do ano é Agosto, com uma temperatura média de 23.4 °C. A temperatura média em Janeiro é de 10.6 °C, sendo esta a temperatura média mais baixa do ano.[9]

História[editar | editar código-fonte]

Origem de Ourique[editar | editar código-fonte]

Castelo de Cola (Castro de Cola)

A fundação de Ourique data de 711, ano da entrada dos muçulmanos na Península Ibérica. Contudo, vários fatores apontam para uma existência mais recuada.

São conhecidos diversos assentamentos populacionais desde os tempos pré-históricos, locais documentados por diversas campanhas arqueológicas. Desde o Paleolítico, Calcolítico, Idade do Ferro e do Bronze, um grande número de povos se cruzaram nestas terras, devido às presenças proto-históricas, romanas, celtas e árabes.

Quanto à origem do topónimo Ourique, este pode ter origem nas palavras Ouro (pela proximidade com explorações auríferas) e Orik (palavra árabe que significa desgraça ou infortúnio, no seguimento da derrota mourisca na Batalha de Ourique).

Dever-se-á também, aos muçulmanos, a edificação do castelo de Ourique, estrutura militar lendária que ainda hoje preenche memórias. Este castelo terá, muito provavelmente, alternado várias vezes entre o Crescente e a Cruz, consoante a sorte de armas. Nos tempos da reconquista teria um papel essencialmente de atalaia defensiva, tendo como guarda avançada o Castro da Cola.

A importância geográfica e estratégica de Ourique e do seu território é reconhecida ao longo dos séculos, pelo que sempre desempenhou a sul um importante papel militar e comercial ao estabelecer ligação com o vale do Sado e com a serra algarvia. Desta forma, Ourique constituiu-se como uma das componentes centrais na conquista do território aos muçulmanos, tendo sido testemunha da célebre Batalha de Ourique. 

A Batalha de Ourique, ocorrida nos campos de Ourique a 25 de julho de 1139, foi decisiva para a Independência de Portugal. Lideradas por D. Afonso Henriques, as tropas cristãs venceram, com grandes dificuldades, os muçulmanos comandados pelo governador de Santarém

Igreja em Ourique

Segundo a lenda, antes da refrega, Cristo terá aparecido a Afonso Henriques, garantindo-lhe a vitória, confiando nas motivações religiosas que o moviam. Desta forma, a batalha que se seguiria estava, de certa forma, protegida pelo poder divino. A vitória em toda a linha contra os “cinco reis mouros” permitiu que, em seguida e em pleno campo da peleja, Afonso Henriques fosse aclamado pelo seu exército como rei de Portugal.[10]

Afirmação da vila[editar | editar código-fonte]

Em 8 de janeiro de 1290, e estando o rei D. Dinis em Beja, foi concedida carta de foral a Ourique que permitiu a sua elevação a vila, algo que significou a emancipação da localidade. Mais tarde torna-se também cabeça de comarca, passando a ter a jurisdição de muitos concelhos limítrofes. 

D. Manuel I atribui novo foral a Ourique em 20 de setembro de 1510, confirmando os privilégios dados por D. Dinis. 

No primeiro recenseamento da população portuguesa, em 1527, Ourique e o seu termo tinham 582 habitantes, o que fazia desta vila uma das mais povoadas de Além-Tejo.[11]

Património[editar | editar código-fonte]

Feiras, festas e romarias[editar | editar código-fonte]

Feiras anuais

  • 2 de Fevereiro
  • 2º Domingo após o Carnaval
  • 16 de Maio
  • 28 de Setembro

Festas e Romarias

  • Feira de Garvão (exposição agro-pecuária) - Maio
  • Nossa Senhora da Cola - 8 de Setembro (Feriado Municipal)
  • Batalha de Ourique - 25 de Julho
  • Festas em honra de Nª Srª da Boa Viagem (Aldeia de Palheiros) - último fim-de-semana de Julho
  • Festas de Santa Maria - 15 de Agosto
  • Festa da Castanha e do Vinho (Aldeia de Palheiros) - em Novembro

Heráldica[editar | editar código-fonte]

ORQ.png
Armas: Escudo vermelho, com um guerreiro vestido de prata empunhando uma espada, montado num cavalo do mesmo metal, selado e enfreado a vermelho, assente sobre um terrado de prata, realçado a verde. Nos cantões do chefe, duas torres de prata, abertas e iluminadas do campo, sendo a da esquerda encimada por um sol de ouro e a da direita por uma lua crescente de prata volvida. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco com legenda a negro: "VILA DE OURIQUE".[12]
Pt-orq1.png
Bandeira: Fundo de branco. Cordões e borlas de prata e vermelho. Haste e lança de ouro.[12]

Política[editar | editar código-fonte]

Eleições autárquicas[editar | editar código-fonte]

Câmara Municipal[editar | editar código-fonte]

% M % M % M % M % M % M % M % M % M % M % M
Partido 1976 1979 1982 1985 1989 1993 1997 2001 2005 2009 2013
PPD/PSD 47,7 3 47,3 3 43,8 2 52,5 3 33,7 2 45,6 3 49,9 3 43,6 3 41,1 2 25,9 1
FEPU/APU/CDU 28,3 1 36,6 2 46,3 3 44,7 2 34,5 2 40,0 2 24,6 1 12,8 9,9 3,9 12,9
PS 18,5 1 13,3 7,5 28,8 1 8,5 21,0 1 38,5 2 45,6 3 66,7 4 62,0 4
PSD-CDS 20,5 1

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Partido %
1976 1979 1980 1983 1985 1987 1991 1995 1999 2002 2005 2009 2011 2015
PS 38,94 25,89 19,25 24,77 18,77 18,84 23,59 41,92 44,00 39,24 49,82 39,02 28,62 39,85
PCP/APU/CDU 31,93 40,10 37,08 39,77 37,73 30,08 24,70 18,97 15,88 13,06 12,90 14,23 13,85 14,60
PPD/PSD 13,59 25,30 26,95 37,65 43,03 32,75 32,18 38,77 27,60 30,25 39,90
CDS-PP 3,02 3,29 1,55 1,60 1,60 2,04 3,18 2,57 2,27 5,11 6,52
UDP 1,00 1,15 0,73 0,39 0,54 0,58 0,56
AD 25,67 33,30
PRD 8,30 4,58 0,59
PSN 0,74 0,24
B.E. 0,67 1,37 1,93 5,54 2,82 5,13
PAN 0,75 0,80
PÀF 30,88

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ourique

Referências

  1. INE (2013). Anuário Estatístico da Região Alentejo 2012 (PDF). Lisboa: Instituto Nacional de Estatística. p. 31. ISBN 978-989-25-0214-4. ISSN 0872-5063. Consultado em 5 de maio de 2014 
  2. Instituto Geográfico Português (2013). «Áreas das freguesias, municípios e distritos/ilhas da CAOP 2013» (XLS-ZIP). Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2013. Direção-Geral do Território. Consultado em 28 de novembro de 2013. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2013 
  3. INE (2012). Censos 2011 Resultados Definitivos – Região Alentejo (PDF). Lisboa: Instituto Nacional de Estatística. p. 101. ISBN 978-989-25-0182-6. ISSN 0872-6493. Consultado em 27 de julho de 2013 
  4. INE (2012). «Quadros de apuramento por freguesia» (XLSX-ZIP). Censos 2011 (resultados definitivos). Tabelas anexas à publicação oficial; informação no separador "Q101_ALENTEJO". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 27 de julho de 2013 
  5. Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro: Reorganização administrativa do território das freguesias. Anexo I. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Suplemento, de 28/01/2013.
  6. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  7. INE - http://censos.ine.pt/xportal/xmain?xpid=CENSOS&xpgid=censos_quadros
  8. a b «Território e População - Município de Ourique». www.cm-ourique.pt. Consultado em 10 de julho de 2017 
  9. a b «Clima: Ourique - Gráfico climático, Gráfico de temperatura, Tabela climática - Climate-Data.org». pt.climate-data.org. Consultado em 10 de julho de 2017 
  10. «A Origem de Ourique - Município de Ourique». www.cm-ourique.pt. Consultado em 10 de julho de 2017 
  11. «Vila e Cabeça de Comarca - Município de Ourique». www.cm-ourique.pt. Consultado em 10 de julho de 2017 
  12. a b «Ordenação heráldica do brasão e bandeira de Ourique». www.ngw.nl. Consultado em 10 de julho de 2017 


Concelhos do Distrito de Beja Mapa do distrito de Beja
Aljustrel
Almodôvar
Alvito
Barrancos
Beja
Castro Verde
Cuba
Ferreira do Alentejo
Mértola
Moura
Odemira
Ourique
Serpa
]Vidigueira
Aljustrel
Almodôvar
Alvito
Barrancos
Beja
Castro Verde
Cuba
Ferreira do Alentejo
Mértola
Moura
Odemira
Ourique
Serpa
Vidigueira

0

0