Silves (Portugal)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo município brasileiro do estado do Amazonas, veja Silves (Amazonas).
Silves
Brasão de Silves Bandeira de Silves
Brasão Bandeira
Cidade de Silves12.jpg
Vista parcial de Silves
Localização de Silves
Gentílico Silvense
Área 680,06 km2
População 37 126 hab. (2011)
Densidade populacional 54,59 hab./km2
N.º de freguesias 6
Presidente da
Câmara Municipal
Rosa Palma (CDU)
Fundação do município
(ou foral)
1266
Região (NUTS II) Algarve
Sub-região (NUTS III) Algarve
Distrito Faro
Antiga província Algarve
Orago Nossa Senhora da Conceição
Feriado municipal 3 de setembro (Conquista aos Mouros)
Código postal 8300 / 8365 / 8375 Silves
Sítio oficial CM SILVES
Municípios de Portugal Flag of Portugal.svg

Silves é uma cidade portuguesa no Distrito de Faro, região e sub-região do Algarve, com cerca de 6 300 habitantes.[1]

É sede de um município com 680,06 km² de área[2] e 37 126 habitantes,[3] [4] subdividido em 6 freguesias.[5] O município é limitado a norte pelo município de Ourique, a nordeste por Almodôvar, a leste por Loulé, a sueste por Albufeira, a sudoeste por Lagoa, a oeste por Portimão e Monchique, a noroeste por Odemira e a sul tem litoral no oceano Atlântico.

Pertence à rede das Cidades Cittaslow.

Silves foi, em séculos passados, capital do Algarve, mas perdeu esse estatuto, em parte, devido ao assoreamento do rio Arade, que diminuíram a sua importância económica.[carece de fontes?] Silves é uma das cidades mais antigas de Portugal.[1]

História[editar | editar código-fonte]

O povoamento da região é datado desde o Paleolítico sendo esta, uma área de assentamento de povos, como os Cónios e os Célticos. Posteriormente, durante o domínio romano, chamar-se-ia Cilpes, nome que surge em algumas moedas romanas cunhadas nesse local no Século I a.C.. Um dos espécimes encontrados apresenta no obverso o nome CILPES entre duas espigas deitadas e no reverso um cavalo a galope, para a esquerda. Os vestígios romanos estão presentes um pouco por todo o concelho silvense.[2]

Com a queda do Império Romano, e as invasões dos povos germânicos, Silves foi integrada do reino dos Visigodos, no século V d.c. As primeiras fortificações erguidas no Castelo de Silves, podem ter tido origem no período romano e posteriormente pelos Visigodos.

Xelb, Xilb ou al-Shilb era o nome dado à cidade de Silves durante o domínio muçulmano.

O aspeto de Xelb por volta de 1230 foi notavelmente reconstituído pelo artista plástico Victor Borges num conjunto de painéis (fotos inclusas).

Silves foi reconquistada por D. Sancho I em 1189, com o auxílio de uma frota de cruzados Dinamarqueses e Frísios. No Verão do mesmo ano, com um auxílio de uma nova frota de cruzados, agora de Ingleses e Alemães, D. Sancho I, intenta, a partir da segunda quinzena de Julho, a conquista de Silves, a quem impôs um duro sítio. Silves voltou em 1191, novamente para as mãos dos mouros, sendo que em 1249, D. Paio Peres Correia, a reconquistou definitivamente para os portugueses, no reinado de D. Afonso III.[3]

População[editar | editar código-fonte]

Número de habitantes [6]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
18 996 22 860 26 096 29 598 31 790 32 433 34 461 36 333 37 705 33 368 25 838 31 389 32 924 33 830 37 126

(Obs.: Número de habitantes "residentes", ou seja, que tinham a residência oficial neste concelho à data em que os censos se realizaram.)

Número de habitantes por Grupo Etário [7]
1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
0-14 Anos 10 880 12 026 11 599 11 442 10 877 9 276 7 424 4 735 5 821 5 529 4 401 5 129
15-24 Anos 5 398 5 623 6 064 7 003 6 450 7 120 5 302 3 915 4 229 4 187 4 229 3 499
25-64 Anos 11 701 12 163 12 911 14 426 16 059 18 300 17 177 13 465 15 705 16 498 17 527 20 155
= ou > 65 Anos 1 436 1 837 1 762 1 927 2 430 2 816 3 465 3 640 5 634 6 710 7 673 8 343
> Id. desconh 23 64 105 56 255

(Obs: De 1900 a 1950 os dados referem-se à população "de facto", ou seja, que estava presente no concelho à data em que os censos se realizaram. Daí que se registem algumas diferenças relativamente à designada população residente)

Freguesias[editar | editar código-fonte]

Freguesias do concelho de Silves.

O concelho de Silves está dividido em 6 freguesias:

Património[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Património edificado em Silves

Política[editar | editar código-fonte]

Resultados das eleições autárquicas[editar | editar código-fonte]

Câmara Municipal[editar | editar código-fonte]

Partidos % M % M % M % M % M % M % M % M % M % M % M
1976 1979 1982 1985 1989 1993 1997 2001 2005 2009 2013
PS 39,8 3 37,5 3 37,8 3 19,3 1 35,2 3 28,2 2 22,3 2 17,8 1 27,5 2 31,9 3 25,6 2
FEPU/APU/CDU 26,6 2 29,4 2 29,3 2 42,6 4 32,8 2 33,9 3 32,0 2 31,6 2 19,3 1 18,7 1 34,7 3
PPD/PSD 20,8 2 27,9 2 27,5 2 31,0 2 27,7 2 31,4 2 38,2 3 42,5 4 44,2 4 39,5 3 27,3 2

Assembleia Municipal[editar | editar código-fonte]

Partidos % M % M % M % M % M % M % M % M % M % M % M
1976 1979 1982 1985 1989 1993 1997 2001 2005 2009 2013
PS 43,7 8 37,7 14 37,1 14 34,8 8 30,1 7 26,0 6 24,9 6 30,2 7 31,4 7 24,6 6
FEPU/APU/CDU 27,2 5 29,4 10 29,6 11 45,0 11 32,0 7 32,4 7 28,8 7 27,0 6 19,9 4 21,9 5 33,1 8
PPD/PSD 18,4 3 27,0 10 27,6 10 40,5 9 28,5 6 32,6 7 36,9 8 37,8 9 39,9 9 34,0 8 27,6 6
CDS-PP 5,2 3,0 1 1,3 3,1
UDP 1,4 1 1,6 1,9
BE 1,6 4,4 1 8,3 1 6,6 1

Cultura[editar | editar código-fonte]

Praias[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. INE (2013). Anuário Estatístico da Região Algarve 2012 (PDF) (Lisboa: Instituto Nacional de Estatística). p. 27. ISBN 978-989-25-0215-1. ISSN 0873-0008. Consultado em 11/01/2015. 
  2. Instituto Geográfico Português (2013). «Áreas das freguesias, municípios e distritos/ilhas da CAOP 2013». Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2013. Direção-Geral do Território. Arquivado desde o original (XLS-ZIP) em 04/12/2013. Consultado em 28/11/2013. 
  3. INE (2012). Censos 2011 Resultados Definitivos – Região Algarve (PDF) (Lisboa: Instituto Nacional de Estatística). p. 96. ISBN 978-989-25-0183-3. ISSN 0872-6493. Consultado em 27/07/2013. 
  4. INE (2012). «Quadros de apuramento por freguesia» (XLSX-ZIP). Censos 2011 (resultados definitivos). Tabelas anexas à publicação oficial; informação no separador "Q101_ALGARVE". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 27/07/2013. 
  5. Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro: Reorganização administrativa do território das freguesias. Anexo I. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Suplemento, de 28/01/2013.
  6. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  7. INE - http://censos.ine.pt/xportal/xmain?xpid=CENSOS&xpgid=censos_quadros

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Silves (Portugal)


Concelhos do Distrito de Faro (Algarve) Mapa da Grande Área Metropolitana do Algarve
Albufeira
Alcoutim
Aljezur
Castro Marim
Faro
Lagoa
Lagos
Loulé
Monchique
Olhão
Portimão
São Brás de Alportel
Silves (Portugal)
Tavira
Vila do Bispo
Vila Real de Santo António
Albufeira
Alcoutim
Aljezur
Castro Marim
Faro
Lagoa
Lagos
Loulé
Monchique
Olhão
Portimão
São Brás de Alportel
Silves
Tavira
Vila do Bispo
Vila Real de Santo António