Silves (Amazonas)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município Silves
Frente da cidade.

Frente da cidade.
Bandeira  Silves
Brasão  Silves
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 29 de dezembro de 1956 (59 anos)
Gentílico silvense
Prefeito(a) Franrossi de Oliveira Lira (PSD)
Localização
Localização  Silves
Localização Silves no Amazonas
Silves está localizado em: Brasil
Silves
Localização Silves no Brasil
02° 50' 20" S 58° 12' 33" O02° 50' 20" S 58° 12' 33" O
Unidade federativa  Amazonas
Mesorregião Centro Amazonense IBGE/2008[1]
Microrregião Itacoatiara IBGE/2008[1]
Região metropolitana Manaus
Municípios limítrofes Leste: Urucurituba;
Norte: Itapiranga;
Sul e Oeste: Itacoatiara.
Distância até a capital 212 km
Características geográficas
Área 3 748,818 km² [2]
População 9 081 hab. IBGE/2015[3]
Densidade 2,42 hab./km²
Altitude 68m m
Clima equatorial equa
Fuso horário UTC-4
Indicadores
IDH-M 0,632 médio PNUD/2010 [4]
PIB R$ 79 502 mil IBGE/2012[5]
PIB per capita R$ 7 252,99 IBGE/2008[5]
Página oficial

Silves é um município brasileiro localizado na Região Metropolitana de Manaus, no estado do Amazonas. Sua população, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) era de 9 081 habitantes em 2015.

História[editar | editar código-fonte]

A história de Silves está intimamente associada à de Itapiranga, por já terem formado uma mesma unidade administrativa com as atuais respectivas sedes, se alternando no decurso do tempo como sede do município que então englobava a ambos. O povoamento da região tem seu marco inicial na fundação da Missão do Saracá, por Frei Raimundo da Ordem das Mercês, em 1660. Em 1663, lutas são travadas entre os colonizadores portugueses e os indígenas perto da foz do rio Urubu, até a chegada, no final desse ano, de Pedro da Costa Favela, que aí desembarca parte de sua tropa para a manutenção da ordem.

Formação Administrativa[editar | editar código-fonte]

Elevado à categoria de vila com a denominação de Silves, pela Resolução de n.º 4, de 21-10-1833, desmembrada do município de Manaus. Sede na antiga povoação de Santana de Saracá. Instalada em 14-03-1853. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, a vila é constituído de 8 distritos: Silves, Anibá, Boa Esperança, Lago Canaçari, Costa de Cucuiari, Costa de Murumurutuba, Lago Canaçari, Rebujão. Pela Lei Estadual n.º 1138, de 25-03-1922, a sede da vila passa ser Itapiranga, ficando Silves, então rebaixada a simples povoação. Pelo Decreto n.º 23, de 27-02-1925, a sede da vila volta novamente para Silves. Pelo Ato n.º 45, de 28-11-1930, a vila é extinta, sendo seu território anexado ao município de Itacoatiara. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Silves figura no município de Itacoatiara. Em 1935, é recriada a vila com a mesma denominação. Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31--XII-1937, o município é constituído do distrito sede. Elevado à condição de cidade com a denominação de Itapiranga, pelo Decreto-lei Estadual n.º 68, de 31-03-1938. Pelo Decreto-lei Estadual n.º 176, de 01-12-1938, é criado o distrito de Silves e anexado ao município de Itapiranga. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Silves figura no município de Itapiranga. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1955. Elevado novamente à categoria de município com a denominação de Silves, pela Lei Estadual n.º 117, de 29-12-1956, desmembrado do município de Itapiranga. Sede no antigo distrito de Silves. Constituído do distrito sede. Instalado em 23-01-1957. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. Em 10.12.1981, pela Emenda Constitucional nº 12, Silves perde partes de seu território, em favor dos novos municípios de Rio Preto da Eva e Presidente Figueiredo. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.[6]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 02º50'20" sul e a uma longitude 58º12'33" oeste, estando a uma altitude de 68 metros. Sua população registrada no censo do IBGE de 2015 é de 9 081 habitantes. Possui uma área de 3.747,279 km².

Comunicações[editar | editar código-fonte]

Telefonia[editar | editar código-fonte]

Silves é servido pelo sistema de telefonia fixa através da operadora Oi (antiga TELEMAR). Na área rural e em alguns distritos, existem centrais telefônicas. E em dezenas de comunidades rurais existe o sistema público com 1 terminal telefônico.

No sistema móvel (celular), Silves possui cobertura apenas das operadoras: Oi e Vivo.

Internet[editar | editar código-fonte]

O sistema de internet do município é fornecido através da Oi, com o serviço Oi Velox.

Hospedagem[editar | editar código-fonte]

Silves contém hotéis, pousadas, hospedarias e outros, algumas são: Hotel Guanavenas, Hotel Aldeia dos Lagos, Pousada Príncipe, Pousada Aconchego, Pousada JK e Hospedaria Gonçalves.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  3. «Estimativas da população residente no Brasil e Unidades da Federação com data de referência em 1º de julho de 2015» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 28 de agosto de 2015. Consultado em 30 de agosto de 2015. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 09 de setembro de 2013. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2012». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 
  6. http://www.cidades.ibge.gov.br/painel/historico.php?lang=&codmun=130400&search=%7Csilves