Apeadeiro de Fernando Pó

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o apeadeiro na Linha do Alentejo. Se procura o apeadeiro na Linha da Beira Alta, veja Apeadeiro de Vila Fernando.
Fernando Pó Logos IP.png
Apeadeiro de Fernando Pó, em 2011.
Linha(s) L.ª Alentejo (PK 34,900)
Coordenadas 38° 38′ 11,42″ N, 8° 41′ 29,59″ O
Concelho Palmela
Serviços Ferroviários InterCidades
Horários em tempo real
Serviços Acesso para pessoas de mobilidade reduzida Sala de espera

O Apeadeiro de Fernando Pó é uma interface ferroviária da Linha do Alentejo, que serve a localidade de Fernando Pó, no Concelho de Palmela, em Portugal.

Caracterização[editar | editar código-fonte]

Em Outubro de 2012, esta interface era utilizada por serviços Intercidades da operadora Comboios de Portugal.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Este apeadeiro situa-se entre as Estações do Barreiro e Bombel da Linha do Alentejo, tendo este troço entrado ao serviço em 15 de Junho de 1857.[2]

Um despacho de 12 de Dezembro de 1950 da Direcção Geral de Caminhos de Ferro, publicado no Diário do Governo n.º 291, III Série, de 16 de Dezembro de 1950, aprovou o projecto da Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses para diversos aditamentos aos quadros de distâncias quilométricas de aplicação nas linhas e ramais do Sul e Sueste e aos quadros de via normal, relativos à inclusão de vários apeadeiros, incluindo Fernando Pó.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Intercidades / Regional > Linha do Alentejo» (PDF). Comboios de Portugal. 14 de Junho de 2015. Consultado em 3 de Março de 2017. Arquivado do original (PDF) em 22 de dezembro de 2016 
  2. SANTOS, p. 108
  3. «Parte Oficial» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 63 (1514). 16 de Janeiro de 1951. p. 505. Consultado em 3 de Março de 2017 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre o Apeadeiro de Fernando Pó

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • SANTOS, Luís Filipe Rosa (1995). Os Acessos a Faro e aos Concelhos Limítrofes na Segunda Metade do Séc. XIX. Faro: Câmara Municipal de Faro. 213 páginas 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]



Ícone de esboço Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.