Língua fangue

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fangue
Falado em: Camarões Camarões
Guiné Equatorial Guiné Equatorial
República do Congo República do Congo
Gabão Gabão
São Tomé e Príncipe São Tomé e Príncipe
Região: África Subsaariana, África Ocidental
Total de falantes: 858,000
Família: Nigero-congolesa
 Banta
  Atlantico-Congo
   Volta-Congo
    Benue Congo
     Bantoide
      Meridional
       Banta estrita
        Nordeste
         A
          Fangue
Regulado por: sem regulação oficial
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: fan
ISO 639-3: fan

Fangue /ˈfɒŋ/, Fang, é uma língua centro-africana falada por mais de 3 milhões de pessoas nos Camarões, Gabão, Guiné Equatorial e Congo. É a língua bantu de [[Gabão] e Guiné Equatorial. Está relacionado às línguas Bulu e Euondo do sul de Camarões. Fang é falado no norte do Gabão, no sul dos Camarões, em toda a Guiné Equatorial, na República do Congo, e pequenas frações das ilhas de São Tomé e Príncipe. No governo do presidente Francisco Macías Nguema, o Fangue era a língua oficial da Guiné Equatorial.

Dialetos[editar | editar código-fonte]

Existem diversas variantes de Fang no Gabão e nos Camarões. Maho (2009) lista o Fang Sudoeste como uma linguagem distinta. Os outros dialetos são Ntoumou, Okak, Mekê, Atsi (Batsi), Nzaman (Zaman), Mveni e Mvaïe.

Corpus e léxico[editar | editar código-fonte]

Apesar de haver muito pouco corpus verdadeiramente confirmado de literatura Fang, é de notar que os linguistas, no passado, tentaram compilar dicionários e léxicos para a língua. Os dois mais notáveis a serem propostos ou totalmente compilados foram feitos por Maillard (2007)[1]. Um modelo teórico para um dicionário escolar intensivo Fang-Francês- Inglês, por Bibang (2014). Este nem tentou criar um dicionário direto Fang-Inglês, mas optou por separar os dois idiomas através de uma terceira língua europeia como uma ponte para vários termos adquiridos dessas línguas.

Os esforços de tradução para o inglês foram feitos através de línguas românicas: especificamente, espanhol e francês. A última das duas línguas provavelmente teria tido o maior impacto no Fang, dada a ocupação do Gabão pelos franceses durante a existência da África Equatorial Francesa (ela própria parte da África Ocidental Francesa), que durou 75 anos (1885 a 1960.) Em menor medida, em São Tomé e Príncipe, os portugueses também provavelmente influenciaram os dialetos de Fang presentes lá, devido ao país ser ocupado por Portugal na maior parte da história de habitação das ilhas.

Escrita[editar | editar código-fonte]

A língua Fang usa o alfabeto latino numa forma criada por missionários, a qual não apresenta as letras Q e X; usam-se as formas ƞ, Ɔ, Ñ, Gb, Kp, Ɛ.

Fonologia[editar | editar código-fonte]

Vogais[editar | editar código-fonte]

Fang tem 7 vogais, cada uma das quais pode ter percepções curtas ou longas.

Vogais
Anterior (Longa) Posterior (curta/longa)
Fechada i iː (ĩ) u uː (ũ)
Meio Fechada e eː (ẽ) o oː (õ)
Meio aberta ɛ ɛː (ɛ̃) ɔ ɔː (ɔ̃)
Aberta a aː (ã)

Vogais nasais são alofones das respectivas vogais orais, quando seguidas por consoantes nasais [ŋ] ou [ɲ]. Palavras não podem começar com [ɛ], [i], [ɔ] nem [u].

Ditongos[editar | editar código-fonte]

Ditongos podem ser combinações de qualquer vogal com {IPA|[j]}} ou [w], bem como [ea], [oe], [oa], [ua].

Tons[editar | editar código-fonte]

Fang distingue entre 4 tons diferentes, convencionalmente denominados: alto, baixo, subindo e caindo. Os dois anteriores são tons simples, enquanto os últimos são tons compostos. Uma vogal em uma sequência de vogais pode ser não pronunciada em discurso casual, embora seu tom permaneça e atribuído à vogal restante. [2].

Consoantes[editar | editar código-fonte]

O Fang, tem 24 sons consoantes. A maioria deles pode tornar-se pre-nasalizada:

Consoantes
Labial Dental Alveolar Alveo-palatal Velar Glotal
Nasal m n ɲ ŋ
Oclusiva p b
mp mb
t d
nt nd
k ɡ
ŋk ŋg
k͡p ɡ͡b
ŋk͡p ŋɡ͡b
ʔ
Africada t͡s d͡z
nt͡s nd͡z
Fricativa f v
ɱf ɱv
s z
ns nz
h
Aproximante l j
ɲj
w
nw
Vibrante ɾ

/h/ é usada somente em palavras de origem estrangeira.

As palavras não podem começar com / ŋ /, exceto quando seguido por uma consoante velar. / ɾ / e / z / também estão restritos da posição inicial da palavra. / g / e / p / só podem vir na posição inicial da palavra em termos de origem estrangeira, embora em muitos desses casos, / g / se torne percebi como [ŋg].

O morfema "gh" é pronunciado como ɾ no caso da palavra "Beyoghe" (o termo Fang para Libreville); uma das várias alterações à pronúncia por morfologia.

Também é importante notar que em Fang, em cada "hiato", como em Ma adzi, é necessário que se façaalguém faça da segunda palavra um afetismo, sem que se pronuncie o um aː som no início da segunda palavra, a fim de criar frases gramaticalmente corretas.

Exemplos de frases[editar | editar código-fonte]

Há diversas variantes da língua fangue no Gabão e Camarões. Abaixo, um exemplo de diversas palavras e frases comuns faladas no dialeto da região de Oyem, no norte do Gabão:

  • Olá (para uma pessoa) = M'bolo
  • Olá (para várias pessoas) = M'bolani
  • Responde-se = Am'bolo; Am'bolani
  • Como vai? = Y'o num vah?
  • Responde-se = M'a num vah
  • Onde você está indo = Wa kuh vay?
  • Estou indo para casa = Ma kuh Andah
  • Estou indo para a escola = Ma ke see-kolo
  • Estou indo para uma caminhada = Ma ke ma woolou
  • Estou faminto = Ma woh zeng
  • Estou doente = Ma kwan
  • Eu entendo francês = Ma wok Flacci
  • Eu não entendo fangue = Ma wok ki Fang
  • Eu não falo fangue = Ma kobe ki Fang
  • O que você disse? = Wa dzon ah dzeh?
  • Eu disse... = Ma dzon ah...

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Ella, Edgar Maillard (2007-03)
  2. Bibang Oyee, Julián (1990). Curso de lengua fang. Centro Cultural Hispano-Guineano

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.