Língua tsonga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tsonga (XiTsonga)
Falado em: Moçambique Moçambique
África do Sul África do Sul
Suazilândia Suazilândia
Zimbabwe Zimbábue
Região: África Meridional
Total de falantes: 3,275,105
Família: Nigero-congolesa
 Atlantico-Congo
  Volta-Congo
   Benue Congo
    Bantóide
     Meridional
      Bantu estreito
       Tsonga
Estatuto oficial
Língua oficial de: África do Sul África do Sul
Códigos de língua
ISO 639-1: ts
ISO 639-2: tso
ISO 639-3: tso

O tsonga[1][2] ou xiTsonga, chiTsonga e shiTsonga (em inglês) é uma das línguas da África austral. É uma das línguas de Moçambique, e é também uma das onze línguas oficiais do Zimbabwe (onde é chamado shangani) e também é uma das línguas oficiais da África do Sul e, falada principalmente na província do Limpopo, junto à fronteira com Moçambique. É a principal das línguas faladas na parte sul de Moçambique, a sul do rio Save.

Seus falantes, na maioria, não consideram o tsonga uma língua única, mas antes um coletivo de pelo menos três grandes línguas separadas: o ronga, o changana e o tsua.

É ainda falada por algumas dezenas de milhares de pessoas no Zimbabwe e na Suazilândia, provavelmente de origem sul-africana ou moçambicana, uma vez que as línguas desses países pertencem a grupos linguísticos diferentes: tanto no sul do Zimbabwe como na Suazilândia, as línguas principais, respectivamente siNdebele e o suázi, pertencem ao grupo das línguas angunes.

Classificação[editar | editar código-fonte]

O tsonga é uma língua bantu classificada na família Tswa-Ronga. Em Moçambique, tem três variantes, umas vezes consideradas línguas e outras dialetos: o ronga (falado principalmente na província de Maputo), o changana, na província de Gaza; e o xítsua, no norte da província de Inhambane.

Na África do Sul, é muitas vezes referida como Shangane ou Shangaan; no Zimbabwe, é uma das línguas oficial do país, sob o nome de Shangani - grafia inglesa de "changana".

Os seus falantes não consideram a língua “única”, e referem-se a si próprios como “Eu sou um maRonga”, “Eu sou um maChangana”, ou “Eu sou um maTswa” (pronunciado e, por vezes, escrito "mátsua"), provavelmente por razões de linhagem, uma vez que todas essas línguas são inteligíveis entre si. Cada uma destas línguas tem, por sua vez, dialectos ou formas regionais, como o xiRonga do distrito de Matutuíne (o distrito mais a sul de Moçambique), a quem os outros vaRonga (plural de maRonga) apelidam (pejorativamente) de “maDindindi”.

O próprio Ethnologue indica a dúvida relativa a esta família de línguas.

Escrita[editar | editar código-fonte]

Tsonga utiliza o alfabeto latino com as 5 vogais e as 21 consoantes tradicionais, mas alguns conjuntos consonantais:

  • com 2 consoantes: bv, by, dl, dy, dz, hl, kh, kw, mh, nh, ng, nj, nk, ns, ny, pf, ph, sh, sw, ts, zh
  • com 3 consoantes: dzw, hlw, khw, ndh, ndy, ngh, nkh, tsw

Amostra de texto[editar | editar código-fonte]

Pai Nosso (oração)

Tata wa hina la nge matilweni,
vito ra wena a ri hlawuleke;
a ku te ku fuma ka wena;
ku rhandza ka wena a ku endliwe misaveni,
tanihi loko ku endliwa tilweni.
U hi nyika namuntlha vuswa bya hina bya siku rin'wana ni rin'wana;
u hi rivalela swidyoho swa hina,
tanihi loko na hina hi rivalela lava hi dyohelaka;
u nga hi yisi emiringweni,
kambe u hi ponisa eka Lowo biha,
hikuva ku fuma, ni matimba, no ku twala i swa wena.
hi masiku ni masiku.
Amen.

Notas e referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Ominiglot Onmiglot – Alfabeto – em inglês
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.