Margarida da Suécia (1899–1977)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Margarida da Suécia.
Margarida
Princesa da Suécia
Princesa da Dinamarca
Marido Axel da Dinamarca
Descendência Jorge Valdemar da Dinamarca
Flemming Valdemar de Rosenborg
Casa Bernadotte (nascimento)
Schleswig-Holstein-Sonderburg-Glücksburg (casamento)
Nome completo
Margarida Sofia Luísa Ingeborg
Nascimento 25 de junho de 1899
  Stora Parkudden, Djurgården, Estocolmo, Suécia
Morte 4 de janeiro de 1977 (77 anos)
  Tranemosegård, Fakse, Zelândia, Dinamarca
Enterro Palácio de Bernstorff, Gentofte, Dinamarca
Pai Carlos, Duque da Gotalândia Ocidental
Mãe Ingeborg da Dinamarca

Margarida Sofia Luísa Ingeborg (Estocolmo, 25 de junho de 1899 — Fakse, 4 de janeiro de 1977) foi a filha mais velha do príncipe Carlos, Duque da Gotalândia Ocidental e de sua esposa, a princesa Ingeborg da Dinamarca.

Início de vida[editar | editar código-fonte]

Era a filha mais velha do príncipe Carlos, Duque da Gotalândia Ocidental e de sua esposa, a princesa Ingeborg da Dinamarca. Na altura de seu nascimento detinha os títulos de "Princesa da Suécia e Noruega" (mais tarde passou a deter apenas o título de "Princesa da Suécia", devido à Dissolução da união entre Noruega e Suécia em 1905).

Em 1916, a cerimônia de confirmação de Margarida atraiu uma cobertura entusiasmada da imprensa; Dizia-se que o evento marcava o início de uma nova era para a casa real sueca, que não tinha princesas há tanto tempo.

Casamento e família[editar | editar código-fonte]

Em 22 de maio de 1919, na Catedral de São Nicolau de Estocolmo, ela casou-se com o príncipe Axel da Dinamarca, seu primo de segundo-grau. O casamento foi por amor; sua mãe comentou que o casal estava tão apaixonado que não poderia ser deixado sozinho em um quarto mobiliado.[1] Seu casamento foi celebrado com grandes festividades em Estocolmo; O casal teve dois filhos:

Margarida é tia materna do rei Haroldo V da Noruega e dos reis Balduíno e Alberto II da Bélgica; e tia-avó do rei Filipe da Bélgica e do grão-duque Henrique de Luxemburgo.

Princesa da Dinamarca[editar | editar código-fonte]

Margarida adaptou-se bem na Dinamarca, a qual costumava visitar em ocasiões familiares durante a infância. Ela viveu uma vida privada dedicada à sua família na propriedade Bernstorffshøj em Gentofte, geralmente evitando a publicidade, e mantendo contato próximo com seus parentes no exterior. Ela estava interessada em questões sociais na Suécia, e tornou-se patrona de várias organizações de caridade na Dinamarca, e foi presidente da Gentofte Børnevenner.

Ela foi uma das principais convidadas para casamento da atual rainha Isabel II do Reino Unido e do príncipe Filipe em 1947.[2]

Após a morte de sua irmã, a rainha Astrid da Bélgica, em 1935, e consequentemente de sua outra irmã, a princesa norueguesa Marta, em 1954, Margarida serviu de um grande consolo para seus sobrinhos; ela é madrinha da princesa Marta Luísa da Noruega.

Sua marido morreu em 1964. Como viúva, muitas vezes ela visitava à Suécia, onde se juntaria a outros membros da casa real sueca em funções representativas em cerimônias oficiais. Na família, ela era carinhosamente conhecida como "Tante Ta" ("Tia Ta").

Margarida morreu em Kongsted, perto de Fakse, na Dinamarca, em 1977.

Títulos, estilos e brasões[editar | editar código-fonte]

Estilo de tratamento de
Margarida da Suécia
Princesse Margaretha du Danemark.svg

Estilo Sua Alteza Real
Estilo alternativo Madame

Títulos e estilos[editar | editar código-fonte]

  • 25 de junho de 1899 – 7 de junho de 1905: Sua Alteza Real, a princesa Margarida da Suécia e Noruega
  • 7 de junho de 1905 – 22 de maio de 1919: Sua Alteza Real, a princesa Margarida da Suécia
  • 22 de maio de 1919 – 4 de janeiro de 1977: Sua Alteza Real, Princesa Axel da Dinamarca

Brasões[editar | editar código-fonte]

Armoiries de la Princesse Marguerite du Danemark.svg
Coat of Arms of the Princess Axel of Denmark (Order of the Seraphim).svg
Brasão conjugal de Margarida como Princesa da Suécia e Dinamarca
Brasão de Margarida na Igreja de Riddarholmen em Estocolmo

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Staffan Skott: Alla dessa Bernadottar (All these Bernadottes) (1996) (in Swedish)
  2. «A Royal Wedding, 20 November 1947». Royal Collection. Consultado em 6 de março de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Margarida da Suécia
  • «Margaretha». Svenskt Biografiskt Lexikon (em sueco). Consultado em 6 de março de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.