Not Another Teen Movie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Not Another Teen Movie
Oh Não! Outro Filme de Adolescentes (PRT)
Não é Mais um Besteirol Americano (BRA)
 Estados Unidos
2001 •  cor •  89[1] min 
Direção Joel Gallen
Produção Neal H. Moritz
Roteiro Mike Bender
Adam Jay Epstein
Andrew Jacobson
Phil Beauman
Buddy Johnson
Elenco Chyler Leigh
Chris Evans
Jaime Pressly
Eric Christian Olsen
Eric Jungmann
Mia Kirshner
Deon Richmond
Cody McMains
Sam Huntington
Samm Levine
Cerina Vincent
Ron Lester
Lacey Chabert
Riley Smith
Gênero comédia
Música Theodore Shapiro
Cinematografia Reynaldo Villalobos
Edição Steven Welch
Companhia(s) produtora(s) Original Film
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Estados Unidos 14 de dezembro de 2001
Idioma inglês
Orçamento US$ 15 milhões[2]
Receita US$ 66.5 milhões[2]
Página no IMDb (em inglês)

Not Another Teen Movie (Não é Mais um Besteirol Americano BRA ou Oh Não! Outro Filme de Adolescentes PRT) é um filme de comédia adolescente estadunidense de 2001, dirigido por Joel Gallen e escrito por Mike Bender, Adam Jay Epstein, Andrew Jacobson, Phil Beauman e Buddy Johnson. Ele apresenta um elenco incluindo Chyler Leigh, Chris Evans, Jaime Pressly, Eric Christian Olsen, Eric Jungmann, Mia Kirshner, Deon Richmond, Cody McMains, Sam Huntington, Samm Levine, Cerina Vincent, Ron Lester, Randy Quaid, Lacey Chabert, e Riley Smith. O nome da escola onde a trama do ocorre chama-se John Hughes High School. Trata-se de uma homenagem ao diretor e roteirista John Hughes, que foi o responsável por vários sucessos da comédia adolescente nos anos 80. Na saída do refeitório há um placa onde aparece escrito Anthony Michael Dining Hall. Trata-se de uma homenagem ao ator Anthony Michael Hall, que atuou em várias comédias adolescentes estadunidenses feitas nos anos 80.

Lançado em 14 de dezembro de 2001 pela Columbia Pictures, é uma paródia de filmes para adolescentes. Enquanto o enredo geral é baseado em She's All That[3] bem como Varsity Blues,[4] 10 Things I Hate About You,[3] Can't Hardly Wait[3] e Pretty in Pink, o filme também é preenchido com alusões a filmes adolescentes e universitários dos anos 1980 e 1990, como Bring It On, American Pie, Cruel Intentions,[5] American Beauty,[4] Never Been Kissed, Ferris Bueller's Day Off, Can't Buy Me Love, Jawbreaker, Sixteen Candles, Lucas, Rudy, e The Breakfast Club.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Janey Briggs (Chyler Leigh), é uma aspirante a artista. Ela é linda, mas vive escondida atrás de óculos grossos, rabo de cavalo e macacão sujo de tinta. Jake Wyler (Chris Evans), é o cara popular, bonito e legal da escola que quer transformar Janey na rainha do baile. Seu melhor amigo é Reggie Ray, que, depois de sofrer um acidente jogando futebol americano, pode morrer se sofrer mais cinco concussões. E, acredite se quiser, sua irmã Catherine Wyler (Mia Kirshner) quer levá-lo para cama.

No entanto, Janey tem outro pretendente: o patético Ricky (Eric Jungmann), que acaba transformando-se no famoso amigo-arroz (só acompanha). Ainda existe uma carismática aluna de intercâmbio Areola (Cerina Vincent) e uma repórter de 90 anos que se matricula para investigar o comportamento dos jovens Sadie (Beverly Polcyn).

Jake aceita apostar que consegue transformá-la em uma linda garota e fazê-la rainha do baile, para desespero da cheerleader Priscilla (Jaime Pressly) e para alegria de seu pai alcoólatra, Mr. Briggs (Randy Quaid).

Elenco[editar | editar código-fonte]

Cameos

Muitas estrelas de filmes para adolescentes, assim como as dos anos 80, fazem aparições creditadas e não creditadas. Esses incluem:

Lista de filmes satirizados (sem ordem)[editar | editar código-fonte]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Not Another Teen Movie teve recepção geralmente desfavorável por parte da crítica especializada. Rotten Tomatoes deu ao filme uma pontuação de 28% com base em 96 avaliações, com uma classificação média de 4/10. O consenso do site declara: "NATM tem alguns momentos engraçados, mas o filme exige que o público tenha familiaridade com os filmes sendo falsificados e uma tolerância para banheiro e humor sexual para ser verdadeiramente eficaz".[6] Metacritic deu ao filme uma pontuação de 32/100 com base em comentários de 22 críticos, indicando "geralmente avaliações desfavoráveis".[7]

Roger Ebert, do Chicago Sun-Times, deu ao filme duas estrelas de quatro possíveis, e admitiu rir algumas vezes, mas não tanto quanto fez para American Pie ou Scary Movie. Ebert também criticou o humor escatológico. Ele pediu ao público que não perca tempo no filme, quando no mês de dezembro de 2001 havia "21 outros filmes promissores" para escolher.[8]

Robin Rauzi, do Los Angeles Times, descreveu como "um exercício de 90 minutos para redefinir a palavra 'gratuito'" e sugeriu que é mais provável apelar para crianças de quatorze anos de idade - "que, claro, não deveriam estar vendo este filme classificado como R ".[5] Dennis Harvey da Variety criticou o filme por sua "tendência geral de confundir mero gosto ruim por escândalo e referencialidade simples por sátira", mas elogiou Evans, Pressly e Olsen por dar performances melhores do que o material. Ele observou que o filme segue o modelo de Scary Movie, mas faltou a delicadeza cômica de Anna Faris.[4]

Mick LaSalle, do San Francisco Chronicle, chamou o filme de "um ato grosseiro" e apontou a futilidade de tentar parodiar filmes que já são absurdos. LaSalle reclamou que o filme copia muito de perto de She's All That, chamando-o de "patético" e que Not Another Teen Movie é apenas mais um filme adolescente estereotipado.[3]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora para o filme apresenta artistas de rock da década de 1990 e 2000, abrangendo a maioria das músicas dos anos 1980, e esse CD foi lançado pela Maverick Records, em 2001. No filme, a banda Good Charlotte faz uma pequena aparição, fazendo um show no baile de formatura cantando três músicas deles: I You Leave, I Want Candy e Put Your Hand On My Shoulder. Todos aparecem lá.

Canções da trilha sonora[editar | editar código-fonte]

  1. "Tainted Love" - (Gloria Jones) - Marilyn Manson
  2. "Never Let Me Down Again" (Depeche Mode) - The Smashing Pumpkins
  3. "Blue Monday" (New Order) - Orgy
  4. "The Metro" (Berlin) - System of a Down
  5. "But Not Tonight" (Depeche Mode) - Scott Weiland
  6. "Message of Love" (The Pretenders) - Saliva
  7. "Bizarre Love Triangle" (New Order) - Stabbing Westward
  8. "99 Red Balloons" (Nena) - Goldfinger
  9. "I Melt with You" (Modern English) - Mest
  10. "If You Leave" (OMD) - Good Charlotte
  11. "Please Please Please Let Me Get What I Want" (The Smiths) - Muse
  12. "Somebody's Baby" (Jackson Browne) - Phantom Planet

Outras canções[editar | editar código-fonte]

  1. "Turning Japanese" (The Vapors) - Face to Face
  2. "Inbetween Days" (The Cure) - Face to Face
  3. "Oh Yeah" (Yello) - versão original (durante a cena de preparação da festa)
  4. "Janie's Got a Gun" (Aerosmith) - canção a cappella por Chris Evans
  5. "The A-Team Theme" (Mike Post e Pete Carpenter)
  6. "My Hero" (Foo Fighters) - versão original
  7. "Let's Go" (The Cars)
  8. "Prom Tonight" (Ben Folds, Mike Bender, Adam Jay Epstein e Andrew Jacobson) - Jake, Janey, Mitch, Ox, Bruce, Catherine, Priscilla, Mr. Briggs, Austin, Malik, Areola
  9. "I Want Candy" (The Strangeloves) - Good Charlotte
  10. "Kiss Me" (Sixpence None the Richer)
  11. "Don't You (Forget About Me)" (Simple Minds) - Sprung Monkey - (a introdução foi tocada em poucos segundos após a cena da aula de detenção, e tema fixa no encerramento do filme)
  12. "Yoo Hoo" (Imperial Teen) - ("Yoo Hoo" é ouvida brevemente durante a entrada de Jaime Pressly em câmara lenta)
  13. "Rebel Girl" (Bikini Kill)
  14. "Rock Star" (Everclear)
  15. "If You Were Here" (Thompson Twins)
  16. "Can't Fight This Feeling" (REO Speedwagon) (Canção da entrada da Amanda em câmara lenta)
  17. "Let's Begin (Shoot the Shit)" (Bad Ronald)
  18. "Let Me Clear My Throat" (DJ Kool)
  19. "True" (Spandau Ballet)
  20. "Pacific Coast Party" (Smash Mouth)
  21. "Space Age Love Song" (A Flock of Seagulls) - No Motiv[9]
  22. "Put your head on my shoulder" (Paul Anka)

Referências

  1. «NOT ANOTHER TEEN MOVIE (15)». British Board of Film Classification. 3 de janeiro de 2002. Consultado em 10 de abril de 2015 
  2. a b «Not Another Teen Movie». Box Office Mojo. Consultado em 7 de agosto de 2010 
  3. a b c d Mick LaSalle (14 de dezembro de 2001). «A crass act. Gross-out teen flick imagines it's a parody». San Francisco Chronicle. Arquivado do original em 17 de agosto de 2002 
  4. a b c Dennis Harvey (13 de dezembro de 2001). «Variety article». Variety 
  5. a b Robin Rauzi (14 de dezembro de 2001). «'Not Another Teen Movie' Just Multiplies the Raunch». Los Angeles Times 
  6. «Not Another Teen Movie» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 9 de abril de 2014 
  7. «Not Another Teen Movie». Metacritic. Consultado em 19 de dezembro de 2010 
  8. Roger Ebert (14 de dezembro de 2001). «Not Another Teen Movie». Consultado em 3 de novembro de 2015 
  9. «Not Another Teen Movie». iTunes. Consultado em 9 de abril de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]