Randon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Randon
Razão social Randon S.A.
Empresa de capital aberto
Cotação B3RAPT3, RAPT4
Atividade Automotiva
Máquinas
Gênero Sociedade Anônima
Fundação 1949 (72 anos)
Fundador(es) Hercílio Randon
Raul Randon
Sede Caxias do Sul,  Brasil
Presidente Daniel Randon (CEO)[1]
Pessoas-chave David Randon (Presidente do Conselho de Administração)
Alexandre Grazzi (COO Divisão Montadora
Sérgio Carvalho (COO Divisão Autopeças)
Paulo Prignolado (CFO)
Empregados 12.000
Produtos Implementos automotivos
Tratores
Caminhões
Retroescavadeiras
Autopeças
Sistemas Automotivos
Subsidiárias Randon Veículos
Randon Implementos
Suspensys
Master
JOST Brasil
Castertech Tecnologia
Fras-Le
Banco Randon
Randon Consórcios
Randon-trielht
Lucro Aumento R$ 151,7 milhões (2017)[2]
Faturamento Aumento R$ 4,3 bilhões (2017)[3]
Renda líquida Aumento R$ R$ 734,4 milhões (2019) [4]
Website oficial www.randon.com.br

As Empresas Randon são um conglomerado de nove companhias, com sede em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, do setor de soluções para o transporte. As Empresas Randon contam, atualmente, com ações listadas na e cerca de 13 mil acionistas.[5][6] O grupo reúne fabricantes de autopeças, implementos rodoviários e veículos, além de uma empresa de consórcios.[7]

Elas são divididas em três segmentos: montadoras (implementos, vagões e veículos especiais), autopeças (fabricantes de lonas, pastilhas, sistemas de freio, eixo, suspensão, conjunto de articulação e acoplamento) e serviços financeiros (administração de consórcios e suporte às vendas).[8]

A empresa foi fundada, em 1949, pelos irmãos Hercílio e Raul Randon, a partir de uma oficina mecânica para reforma de motores industriais. A empresa tornou-se conhecida por produzir e comercializar uma linha ampla de equipamentos para o transporte de carga terrestre, entre os quais estão veículos rebocados (reboques/semirreboques), vagões ferroviários e veículos especiais. Hoje, a empresa comercializa seus produtos em mais de 100 países nos cinco continentes.[9]

História[editar | editar código-fonte]

Na década de 1950, foi criada a Mecânica Randon, para a fabricação de freios a ar para reboques e 3º eixo para caminhões. Na década seguinte, em um ritmo mais acelerado de industrialização do Brasil, a Randon iniciou a fabricação dos semirreboques; de um 3º eixo para carretas e o sistema de suspensão balancim, atendendo às determinações da Lei da Balança e ampliando a capacidade de carga. Na década de 1970, construíram uma nova fábrica, abriram capital, deram início à fabricação de veículos fora-de-estrada, criaram uma Rede de Distribuidores e ingressaram no mercado internacional.[10]

Na década de 1980, a empresa iniciou o processo de diversificação, inaugurou a Freios Master, iniciou a joint-venture com a Meritor e abriu a Administradora de Consórcios Randon. Na década seguinte, a Fras-le foi adquirida pelo conglomerado. Período em que fundou a Randon Argentina, em Alvear, na província de Santa Fé, para fabricação e comercialização de reboques e semirreboques; e assinou o acordo de joint-venture com a empresa alemã JOST-Werke, para a abertura da JOST Brasil. Com a produção do Transtrailer, entrou no segmento ferroviário.[11]

Nos anos 2000, as Empresas Randon já estavam entre as principais empresas privadas do Brasil.[12] Também nesse período, fundaram a Mastertech[13],uma parceria da Master com a empresa alemã Eisenmann.[14] A empresa ampliou sua participação no segmento ferroviário com a produção de vagões do tipo hooper, gôndola, tanque, carga geral, sider e plataforma. Criaram a Castertech para a produção de peças leves e pesadas em ferro fundido e a Fras-le abriu fábricas em Prattville, no Alabama, Estados Unidos, e em Pinghu, China.[15][16] [17] No final da década, o então presidente da companhia Raul Randon fez o processo de sucessão do cargo para o filho mais velho, David Randon, que atuava como vice-presidente, passando a presidir o Conselho de Administração das Empresas Randon. A partir de 2010, entraram em operação o Banco Randon e o Centro Tecnológico Randon. A Mastertech assinou acordo de cooperação com a Haldex para desenvolver soluções tecnológicas em produtos ABS. A expansão também teve continuidade com a compra pela Randon Implementos da Folle para criação da Randon Brantech e centralização da fabricação das linhas de furgões e semirreboques frigoríficos em Chapecó.[18] A Fras-le adquiriu a Freios Controil, de São Leopoldo; a Randon comprou as ações da Meritor e assumiu 100% do controle da Suspensys; criou o Instituto Hercílio Randon, para fomentar a inovação; e o Programa Florescer, de iniciação profissional, além de inaugurar sua nova sede. [19][20] [21]

Entre 2014 e 2015, os resultados da Randon foram afetados pela recessão da economia brasileira, chegando a ter uma diminuição de receita em torno de 20%, o EBITDA diminuiu mais de 65% e a empresa terminou o ano, com um prejuízo de mais de 20 milhões de reais. No entanto, no ano seguinte, a organização já apresentava sinais de recuperação. [22][23]

Em 2016, ocorreu uma nova abertura de capital e um novo modelo de negócio com a reestruturação da Suspensys e da Castertech, com a especialização da Suspensys em soluções para suspensões e eixos, e da Suspensys WE em soluções wheel end. Neste mesmo ano, entrou em operação a Randon Implementos de Araraquara, São Paulo. [24]

Em 2017, a Companhia vivenciou um período de expansão no mercado internacional, com a realização de aquisições e associações pela Fras-le, sendo que uma delas envolveu empresas da Argentina e do Uruguai.[25] Além disso, houve negociações para abertura na Índia da ASK Fras-le Friction, para fornecimento aos mercados de Bangladesh, Nepal, Sri Lanka e da própria Índia. Ainda aumentaram, em duas vezes, a área e a produção da unidade fabril da Fras-le na China. Na Colômbia, foram instalados um escritório de vendas e um centro de distribuição.Visando ao fortalecimento da atuação da Fras-le no Mercado de Montadora, na linha leve, foi firmada uma joint-venture com a multinacional americana Federal Mogul, que resultou na Jurid do Brasil, em Sorocaba, São Paulo.[26] Daniel Randon, um dos filhos de Raul Randon, que era presidente da Fras-le, assumiu a vice-presidência das Empresas Randon, no mesmo ano.[27]

Em 2018, com o falecimento do empresário Raul Randon, o seu filho Alexandre Randon, que já atuava como vice-presidente do Conselho, assumiu interinamente a presidência do Conselho de Administração.[28][29] Em março de 2019, uma nova mudança na governança da empresa foi feita e Daniel Randon, que já era VP, assumiu a presidência da empresa como CEO. Seus irmãos David Randon e Alexandre Randon passaram a ocupar, respectivamente, os cargos de presidente do Conselho de Administração e vice-presidente.[30]

Divisões das unidades de negócios[editar | editar código-fonte]

As empresas atuam em  três setores denominados de divisão, sendo elas: montadoras; autopeças, e serviços financeiros.

Montadora[editar | editar código-fonte]

A Randon oferece seus produtos às empresas Randon Implementos e Randon Veículos.[31]

Autopeças[editar | editar código-fonte]

A Randon fabrica lonas, pastilhas, sistemas de freio, eixo, suspensão, e conjunto de articulação e acoplamento, através das suas subsidiárias da divisão autopeças: Suspensys,[32] Fras-le,[33] Master, Jost, Castertech. O que representa uma das maiores organizações brasileiras do setor, com clientes nacionais e estrangeiros.[34]

Serviços[editar | editar código-fonte]

A divisão Serviços conta com o Consórcio Randon e com o Banco Randon, facilitando o acesso a produtos e com o objetivo de impulsionar negócios.[35]

Projetos e Ações Sociais[editar | editar código-fonte]

As ações sociais das Empresas Randon são desenvolvidas pelo Instituto Elisabetha Randon (IER), uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público(OSCIP).[36] A instituição atua baseada na promoção da cultura e do voluntariado e seus programas são voltados à comunidade, entre eles estão: formação de crianças e adolescentes; e Educação para segurança no trânsito.[37] O IER mantém os projetos: Programa Vida Sempre; Programa Florescer; Programa Ser Voluntário; e Memorial Randon. Além disso, apoia o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Caxias do Sul (COMDICA) e é âncora da Rede Parceria Social, do Governo do Estado do Rio Grande do Sul.[38]

Programa Florescer[editar | editar código-fonte]

O programa atendeu a cerca de 5.700 crianças e adolescentes nos núcleos em operação, na Randon e Fras-le, em Caxias do Sul, até janeiro de 2019. Também realizou mais de 5.000 atendimentos fora de Caxias, nas franquias sociais Florescer.[39] O Florescer é um serviço de convivência e fortalecimento de vínculos para crianças e adolescentes, por meio do qual são oferecidas atividades para a ampliação do universo informacional, artístico e cultural, no turno inverso ao da escola regular.[40]

Programa Ser Voluntário[editar | editar código-fonte]

O objetivo do programa é estimular a força de trabalho das Empresas Randon a desenvolver ações junto às entidades e às escolas públicas da comunidade que sejam parceiras do Programa Florescer. O Ser Voluntário conta com a parceria da ONG Parceiros Voluntários e acontece desde 2005. Em 2007, o IER passou a promover interação com outras entidades, devido ao apoio ao COMDICA, englobando projetos comunitários.[41]

Programa Vida Sempre[editar | editar código-fonte]

O Vida Sempre é um programa que conta com um teatro itinerante, apresentado nos três estados do Sul do Brasil, com o objetivo de levar a reflexão sobre os danos que os acidentes trazem às vítimas e a seus familiares, além de apresentar também a perspectiva dos recursos públicos investidos em Saúde, Previdência e outros.[42]

Memorial Randon[editar | editar código-fonte]

O Memorial Randon promove oficinas voltadas à conservação e guarda de documentos históricos. São documentos, reportagens, materiais publicitários, premiações, áudios e vídeos de diretores e funcionários, além de projetos originais dos primeiros produtos desenvolvidos pelos irmãos Randon. Em 2019, o IER lançou a pedra fundamental para o novo Memorial Randon, que retrata a história do setor de transporte de cargas e que deverá ser construído próximo ao Jardim Botânico de Caxias do Sul. Quando inaugurado o novo complexo histórico, estarão à disposição da comunidade salas de pesquisa, videoteca, auditório com cadeiras removíveis, exposições, espetáculos e oficinas culturais, além de café-bistrô e loja de souvenirs.[43][44][45][46]

Premiações[editar | editar código-fonte]

  • As Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil 2019 - Época Negócios e Great to Work: JOSTBrasil (Joint Venture Randon e Jost-Werke).[47][48]
  • Top Ser Humano - Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-RS), na categoria Organização: Empresas Randon.[49]
  • 47° Prêmio Exportação RS, categoria Destaque Mercadológico: Randon Implementos.[50]
  • 47° Prêmio Exportação RS, categoria Setor Veículos e autopeças: Randon Veículos.[50]
  • 47° Prêmio Exportação RS, categoria Trajetória Exportadora Master: Fras-Le.[50]
  • Melhores & Maiores - Revista Exame, no setor da Autoindústria: Empresas Randon.[51]
  • Melhores & Maiores - Revista Exame, no setor da Autoindústria: Fras-Le.[52]

Referências

  1. «Daniel Randon será o novo CEO da Randon». Baguete. 29 de março 2019. Consultado em 17 de janeiro de 2020 
  2. «Lucro da Randon aumenta quase 10 vezes». 2018. Consultado em 17 de janeiro de 2020 
  3. «Lucro da Randon aumenta quase 10 vezes». 2018. Consultado em 17 de janeiro de 2020 
  4. «Lucro da Randon aumenta quase 10 vezes». 2018. Consultado em 17 de janeiro de 2020 
  5. «Empresas Listadas | B3». www.b3.com.br. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  6. «| Empresas Listadas | BM&FBOVESPA;». web.archive.org. 23 de setembro de 2015. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  7. «Fras-le: ERP freia lucro». Baguete. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  8. «Focada em inovação, Randon completa 70 anos». GaúchaZH. 4 de fevereiro de 2019. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  9. Agronegócios, Revista Attalea (21 de janeiro de 2019). «Empresas Randon completam 70 anos». Revista Attalea Agronegócios. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  10. www.bmoraes.com, Bruno Moraes-. «Empresas Randon completam 70 anos». www.automotivebusiness.com.br. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  11. «Duas empresas de Caxias figuram entre as melhores para trabalhar no país - Colunas do Caixa-Forte - Economia: impostos, financiamentos e mais». Pioneiro. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  12. Zuccaratto, João (14 de setembro de 2018). «David Randon, CEO das Empresas Randon, resume trajetória de 70 anos de grupo nascido em uma humilde oficina mecânica». Start Zero. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  13. «Master comemora 30 anos». Portal da Autopeça. 1 de abril de 2016. Consultado em 31 de outubro de 2019 
  14. «Master comemora 30 anos». Portal da Autopeça. 1 de abril de 2016. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  15. www.bmoraes.com, Bruno Moraes-. «Randon espera manter crescimento de dois dígitos para autopeças». www.automotivebusiness.com.br. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  16. Empresa | 0, Por Décio Costa | 16/10/19-18:00 | (16 de outubro de 2019). «Empresas da Randon repensam o sistema de freio para aumentar sua durabilidade». AutoIndústria. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  17. «REVISTA TAE - Preocupação com o meio ambiente nasceu com a Castertech». www.revistatae.com.br. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  18. Cultivar, Grupo. «Randon Brantech completa cinco anos». Grupo Cultivar. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  19. www.bmoraes.com, Bruno Moraes-. «Fras-le compra a Freios Controil por R$ 10 milhões». www.automotivebusiness.com.br. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  20. www.bmoraes.com, Bruno Moraes-. «Suspensys agora é 100% da Randon». www.automotivebusiness.com.br. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  21. www.bmoraes.com, Bruno Moraes-. «Suspensys agora é 100% da Randon». www.automotivebusiness.com.br. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  22. «"Após três anos de crise, empresas reagem com respostas inovadoras"». GaúchaZH. 21 de outubro de 2019. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  23. Randon, Empresas (2015). «RANDON ANUNCIA OS RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE E ACUMULADO DE 2015» (PDF). R E L E A S E D E R E S U L T A D O S 4 T 2 0 1 5 / 2 0 1 5. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  24. www.bmoraes.com, Bruno Moraes-. «Empresas Randon ampliam atuação no mercado de reposição». automotivebusiness.com.br. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  25. www.bmoraes.com, Bruno Moraes-. «Fras-le compra seis empresas em um ano e avisa: quer mais» 
  26. «Randon Araraquara mira agronegócio do interior paulista». Revista Amanhã. 28 de março de 2018. Consultado em 18 de março de 2020 
  27. «Alexandre Randon assume presidência do conselho - Economia» 
  28. www.bmoraes.com, Bruno Moraes-. «Alexandre Randon é o novo presidente do conselho de administração». www.automotivebusiness.com.br. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  29. «Petrobras conclui emissão de US$ 3 bi em títulos, CEO da joint venture entre Embraer e Boeing é escolhido e mais notícias». InfoMoney. 20 de março de 2019. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  30. «Daniel Randon será o novo CEO da Randon». Baguete. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  31. www.bmoraes.com, Bruno Moraes-. «Randon prevê novo recorde de vendas de implementos em 2019» 
  32. www.bmoraes.com, Bruno Moraes-. «Suspensys, das Empresas Randon, terá fábrica no México» 
  33. «Fras-le North America apresenta pastilhas e discos de freio em feira especializada em Atlanta» 
  34. Randon Consolida Crescimento e vê expansão no setor de autopeças Consultado em 18 de fevereiro de 2020.
  35. «Randon busca investidores para ampliar negócio de consórcios». 25 de julho de 2018 
  36. «Portal Brasil Engenharia | Instituto Elisabetha Randon promove espetáculo "Vida Sempre"» 
  37. «Assessoria 6» 
  38. «Sustentabilidade» (em Sustentabilidade) 
  39. Programa Florescer comemora 15 anos neste mês. Consultado em 18 de fevereiro de 2020
  40. «Relatório de Atividades 2017» (PDF). Balanço Instituto Elisabetha Randon. 18 de abril de 2018. Consultado em 18 de março de 2020 
  41. http://www.deen.com.br, Deen-Agência de Marketing Digital-. «Instituto Elisabetha Randon» 
  42. «Portal Brasil Engenharia | Instituto Elisabetha Randon promove espetáculo "Vida Sempre"» 
  43. http://www.deen.com.br, Deen-Agência de Marketing Digital-. «Memorial Randon». www.memorialrandon.com.br. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  44. «Randon vai construir memorial com prédios que remetem à trajetória da empresa em Caxias - Cultura e Tendência». Pioneiro. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  45. Sgorla, Celso. «Lançada pedra fundamental do Memorial Randon em Caxias do Sul». Correio do Povo. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  46. «Randon lança pedra fundamental para o memorial que retrata a história do setor de transporte de cargas - Colunas do Caixa-Forte - Economia: impostos, financiamentos e mais». Pioneiro. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  47. «Duas empresas de Caxias figuram entre as melhores para trabalhar no país - Colunas do Caixa-Forte - Economia: impostos, financiamentos e mais». Pioneiro. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  48. «Empresa do grupo Randon entre as melhores para se trabalhar na América Latina». Jornal O Sul. 19 de maio de 2015. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  49. «Empresas Randon conquistam prêmio Top Ser Humano com programa de desenvolvimento voltado à inovação». www.segs.com.br. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  50. a b c «47° Prêmio Exportação RS reconhece vencedores». Revista Amanhã. Junho de 2019. Consultado em 15 janeiro 2020 
  51. «Empresas Randon sobem no ranking Melhores&Maiores 2019 da Revista Exame». www.segs.com.br. Consultado em 15 de janeiro de 2020 
  52. «Empresas Randon sobem no ranking Melhores&Maiores 2019 da Revista Exame». www.segs.com.br. Consultado em 15 de janeiro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]