Reginaldo Lopes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Reginaldo Lopes
Deputado Federal por Minas Gerais
Período 1 de fevereiro de 2003
até a atualidade
Dados pessoais
Nascimento 2 de abril de 1973 (46 anos)
Bom Sucesso, Minas Gerais
Nacionalidade brasileira
Partido PT
Profissão Economista

Reginaldo Lázaro de Oliveira Lopes (Bom Sucesso, 2 de abril de 1973) é um economista e político brasileiro.

O parlamentar é o autor da Lei de Acesso à Informação (LAI) que regulamenta o direito constitucional de qualquer pessoa, física ou jurídica, obter informações públicas de órgãos e entidades sem necessidade de apresentar motivo.

A LAI é hoje o maior instrumento de combate à corrupção, pois garante transparência efetiva a partir da divulgação proativa de informações.

Reginaldo é o quarto filho de sete irmãos de uma família de trabalhadores rurais da cidade de Bom Sucesso, região Oeste de Minas Gerais. Começou a trabalhar aos nove anos de idade, aos 12 se tornou entregador de pão, depois balconista, padeiro e confeiteiro.

Aos 19 anos, passou no vestibular em Economia da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), onde também se pós-graduou em Gestão de Pequenas e Microempresas.

Entrou para a política através do movimento estudantil e elegeu-se deputado federal pela primeira vez em 2002, ainda jovem, aos 28 anos.

À frente de uma agenda progressista, desde o início da vida pública colocou os jovens na pauta das discussões da Câmara dos Deputados. Criou o Estatuto da Juventude e reformulou o Financiamento Estudantil, o Fies, que passou a ter juros mais baixos e maior prazo de pagamento.

Também presidiu a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que tratou do Enfrentamento do Genocídio da Juventude negra e pobre.

A comissão resultou na elaboração de um novo modelo de segurança pública.

Reginaldo defende o fim do Teto de Gastos; um modelo econômico mais justo; um sistema tributário direto e progressivo; e a transformação do Bolsa Família em um programa amplo de Renda Básica Universal.

Mandatos como Deputado Federal[editar | editar código-fonte]

Nas eleições gerais em outubro de 2014, foi o deputado federal mais votado do estado, com a preferência de 310.226 eleitores mineiros, e assumiu pela quarta vez um mandato.

Candidatura à Prefeitura de Belo Horizonte[editar | editar código-fonte]

Na eleição de 2016, foi candidato a prefeitura de Belo Horizonte pela coligação BH do século XXI, formada pelo PT e pelo Partido Comunista do Brasil, tendo a deputada Jô Moraes como vice de chapa. Terminou a disputa na quarta posição, com 7% dos votos. Erro de citação: Elemento <ref> inválido; nomes inválidos (por exemplo, são demasiados)

Visões Políticas[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão as principais visões políticas de Reginaldo Lopes:

Sim Defesa da Economia solidária Não Privatização Sim Desarmamento
Não Monopólio estatal do petróleo no Brasil Não Liberação das drogas[1] Sim Reforma agrária [2]
Sim Defesa dos povos indígenas Sim Igualdade Racial Sim Defesa dos direitos humanos

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.