Ruy Mingas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Rui Mingas)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ruy Mingas
Nome completo Ruy Alberto Vieira Dias Rodrigues Mingas
Nascimento 12 de maio de 1939
Luanda, Angola
Nacionalidade angolano
Progenitores Mãe: Antónia Diniz Vieira Dias
Pai: André Rodrigues Mingas, Jr
Cônjuge Julieta Cristina da Silva Branco Lima
Filho(s) Katila Mingas, Ângela Cristina Branco Lima Rodrigues Mingas, Nayma, Carlos Filipe Branco Lima Rodrigues Mingas
Ocupação Político, Embaixador, Cantor, Atleta
Principais trabalhos Poema da Farra/Makesu (Single, Zip-Zip), Meninos do Huambo
Prémios Prémios Autores de 2014

Ruy Alberto Vieira Dias Rodrigues Mingas (Angola, 12 de maio de 1939) é um cantor angolano. Foi ministro do desporto e embaixador de Angola em Portugal.

Biografia[editar | editar código-fonte]

É filho de André Rodrigues Mingas, Jr. (Cabinda, 15 de novembro de 1905 - Luanda) e de sua mulher (Luanda, 28 de outubro de 1957) Antónia Diniz do Aniceto Vieira Dias (Congo Belga, 7 de janeiro de 1911 - Luanda 1973).

Rui Mingas foi praticante de atletismo, em salto em altura e 110 m barreiras, no Benfica. Participou no programa Zip-Zip. Aparece no primeiro disco do programa com a canção "Ixi Ami (Minha Terra)". Gravou vários discos para a editora Zip-Zip.

É um dos autores da canção "Meninos do Huambo", celebrizada em Portugal por Paulo de Carvalho.

Casou com Julieta Cristina da Silva Branco Lima (Lubango, 17 de outubro de 1940), filha de Manuel Branco Lima e de sua mulher Julieta da Silva. É pai da cantora Katila Mingas (Lisboa, 14 de janeiro de 1967), de Ângela Cristina Branco Lima Rodrigues Mingas (Lisboa, 18 de outubro de 1971), e dos gémeos, a modelo Nayma e Carlos Filipe Branco Lima Rodrigues Mingas (Lisboa, 25 de janeiro de 1974).

Rui Mingas pertence a uma família de ínfluentes músicos angolanos. De seu tio Liceu Vieira Dias recebeu o ritmo uma nova maneira de interpretar a música angolana. Rui Mingas desenvolveu a sua sonoridade própria e influenciou outro músico angolano, por sinal seu irmão, André Mingas. É irmão de Amélia Mingas.

Compôs a música do Hino Nacional de Angola.

A 26 de julho de 1995, foi agraciado com o grau de Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique, de Portugal.[1]

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 10.058/E - Monangambé/Quem Tá Gemendo/Adeus À Hora da Partida/Muimbu Ua Sabalu (EP, Zip-Zip, 1974)
  • 30.002/S - Muadiakimi / Birin Birin (Single, Zip-Zip, 1975)
  • 30.004/S - Cantiga Por Luciana/Minha Infância (Single, Zip-Zip, 1975)
  • 30.036/S - Poema da Farra/Makesu (Single, Zip-Zip)
  • Angola Canções Por Rui Mingas (LP, Zip-Zip, 1970)
  • Monangambé e outras canções angolanas (LP, Zip-Zip)
  • Temas Angolanos (LP, Orlador, 1976)
  • Monangambé (CD, Strauss, 1995)
  • Monangambé (CD, CNM, 2000)

Prémios[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Cidadãos Estrangeiros Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Ruy Alberto Dias Mingas". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 17 de agosto de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre um político de Angola é um esboço relacionado ao Projecto Angola. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.