São Fidélis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 Nota: Para o santo, veja Fiel de Sigmaringa. Para outros significados, veja Fidélis.
São Fidélis
  Município do Brasil  
A ponte metálica de São Fidélis em foto de 1940
A ponte metálica de São Fidélis em foto de 1940
A ponte metálica de São Fidélis em foto de 1940
Símbolos
Bandeira de São Fidélis
Bandeira
Brasão de armas de São Fidélis
Brasão de armas
Hino
Gentílico fidelense
Localização
Localização de São Fidélis no Rio de Janeiro
Localização de São Fidélis no Rio de Janeiro
Localização de São Fidélis no Rio de Janeiro
São Fidélis está localizado em: Brasil
São Fidélis
Localização de São Fidélis no Brasil
Mapa
Mapa de São Fidélis
Coordenadas 21° 38' 45" S 41° 44' 49" O
País Brasil
Unidade federativa Rio de Janeiro
Municípios limítrofes Cambuci, Campos dos Goytacazes, Cardoso Moreira, Italva, Itaocara, Santa Maria Madalena e São Sebastião do Alto
Distância até a capital 326 km
História
Fundação 27 de setembro de 1781 (242 anos)
Emancipação 3 de dezembro de 1870 (153 anos)
Administração
Prefeito(a) Amarildo Henrique Alcântara (Solidariedade, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 1 028,095 km²
População total (Censo IBGE/2023[2]) 39 989 hab.
Densidade 38,9 hab./km²
Clima tropical (Aw)
Altitude 26 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,691 médio
 • Posição RJ: 66º
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 743 748,523 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 19 810,58
Sítio saofidelis.rj.gov.br (Prefeitura)

São Fidélis é um município brasileiro do estado do Rio de Janeiro.

Localiza-se na Microrregião de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, tendo uma área de 1 028,095 km², dividida em cinco distritos.


São Fidélis, que retira o seu nome ao mártir Fidélis de Sigmaringa, também é conhecida como "Cidade Poema" devido às belezas naturais e ao seu grande número de poetas.


Terra de inúmeros grupos de imigrantes, muitas de suas famílias possuem origem sírio-libanesa, portuguesa, alemã, italianas, dentre outros grupos.


Sua economia é baseada no cultivo da cana-de-açúcar e na agropecuária (gado de corte e pecuária leiteira).

Na agricultura, São Fidélis se caracteriza pela policultura, sendo suas principais culturas a de cana-de-açúcar, arroz, milho, tomate, banana, algodão e goiaba.

Apresenta, ainda, potencial para fruticultura, olericultura, floricultura e silvicultura. Sua economia possui representação também em outros setores, como indústria, comércio, cooperativas e pesca.


É banhada pelo Rio Paraíba do Sul e por dois importantes afluentes: Rio Dois Rios e Rio do Colégio. Seu acesso principal se dá pela rodovia RJ-158, que liga a cidade a Campos dos Goytacazes.

O município também é cortado por uma ferrovia, a Linha Campos a Miracema da antiga Estrada de Ferro Leopoldina, que liga a cidade aos municípios de Campos dos Goytacazes e Santo Antônio de Pádua.


Desde 1996, a linha está concedida à Ferrovia Centro Atlântica (FCA) para o transporte de cargas.[5]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Etnias[editar | editar código-fonte]

Cor/Raça Percentagem
Branca 61,22%
Parda 28,41%
Preta 9,79%
Amarela 0,57%
Indígena 0,01%

Fonte: IBGE <ref>[1]


Clima

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), referentes ao período de 1973 a 2003, a menor temperatura registrada em São Fidélis foi de 5,6 °C em 29 de junho de 1974,[6] e a maior atingiu 42,5 °C em 8 de janeiro de 1995.[7]


Nos períodos de 1973 a 1979 e 2002 a 2003, o maior acumulado de precipitação em 24 horas foi de 90,5 milímetros (mm) em 14 de agosto de 1976.[8] Janeiro de 1979, com 336,6 mm, foi o mês de maior precipitação.[9]

Dados climatológicos para São Fidélis
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima recorde (°C) 42,5 40,5 40,2 38,4 36,2 35,5 36 38,8 38,8 39,5 40 39,8 42,5
Temperatura máxima média (°C) 33,5 34,6 33,6 32,1 29,9 28,8 28,3 29,3 29,3 30,5 31,3 32,2 31,1
Temperatura mínima média (°C) 22,2 22,3 21,8 20,3 17,9 16 15,2 15,6 18,1 19,7 20,9 21,6 19,4
Temperatura mínima recorde (°C) 15,5 17 14,1 12,6 5,8 5,6 7,2 8,6 10,2 11,6 11,2 15,8 5,6
Fonte: Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) (normal climatológica de 1981-2010;[10] recordes de temperatura: 01/03/1973 a 30/06/2003)[6][7]

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

A cidade está dividida em cinco distritos:

  1. São Fidélis (sede)
  2. Ipuca
  3. Pureza
  4. Colônia
  5. Cambiasca

Turismo[editar | editar código-fonte]

Exemplar de Bismarckia (ou Palmeira Azul), na Praça Guilherme Tito de Azevedo, principal praça pública da cidade de São Fidélis, estado do Rio de Janeiro.

Cachoeira do Oriente[editar | editar código-fonte]

Com área total de aproximadamente 70 m e altura de 10 m, destacam-se no atrativo três saltos, intercalados por pequenos patamares em rochas.

Seu entorno é formado de encostas rochosas, com vegetação de alto e médio porte, além de típica vegetação cactácea e grande concentração de bromélias.

Com águas claras, transparentes e mornas, apresenta ótimas possibilidades para banhos em seus escorregas, duchas e piscinas naturais.

São várias piscinas, com a maior delas situada entre 2 saltos da cachoeira, cuja profundidade atinge, em alguns trechos, mais de 3 metros.

À margem esquerda, junto a esta piscina, se destaca uma rocha com suave inclinação, que é usada como um "escorrega" natural.

O salto do meio forma a maior queda do atrativo, com altura aproximada de 4 metros.

Registra-se na área a presença de uma praia, acima da formação da cachoeira, que também se identifica como excelente local para banhos.

Cachoeira do Recreio[editar | editar código-fonte]

Com altura aproximada de 70 metros e largura de 10 metros, forma-se junto ao topo de um moro da Serra do Recreio.

Com dois saltos principais, um deles com mais de 60 metros, possui águas límpidas, claras e frias.

Logo após os saltos, há várias piscinas naturais propícias a banhos, situadas entre densa vegetação e que estendem por uma extensão de 200 metros.

Seu entorno é composto pelo recorte da Serra do Recreio, com vegetação de alto e médio porte próximo ao seu cume, e rasteira junto às bases dos morros.

Percorrendo mais 1,2 km pela estrada que liga os municípios de São Fidélis a Santa Maria Madalena, em leito natural, chega-se ao topo do morro, nascente da cachoeira.

Do local, descortina-se bela paisagem que abrange todo o vale, onde correm o Córrego do Recreio e o Rio do Colégio, além de se avistar o belo recorte da Serra de Itacolomi.

Cachoeira Pedra d'água[editar | editar código-fonte]

Grande lajeado, em declive, com aproximadamente 15 metros de largura e 40 metros de extensão.

Encontra-se com trechos represados por pequenas muretas de pedra, que formam três piscinas, além de pequenas barragens.

Suas águas são muito claras, transparentes e mornas.

Próximo ao atrativo destaca-se, entre vegetação existente um frondoso ficus que sombreia parte da área do atrativo.

Fidelenses notáveis[editar | editar código-fonte]

Oscar Pereira da Silva, um dos maiores pintores do Brasil, é nascido em São Fidélis

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «São Fidelis -- Estações Ferroviárias do Estado do Rio de Janeiro». www.estacoesferroviarias.com.br. Consultado em 4 de agosto de 2020 
  6. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura mínima (°C) - São Fidélis». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 11 de julho de 2018 
  7. a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura máxima (°C) - São Fidélis». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 11 de julho de 2018 
  8. «BDMEP - série histórica - dados diários - precipitação (mm) - São Fidélis». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 11 de julho de 2018 
  9. «BDMEP - série histórica - dados mensais - precipitação total (mm) - São Fidélis». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 11 de julho de 2018 
  10. «NORMAIS CLIMATOLÓGICAS DO BRASIL». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 11 de julho de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre São Fidélis