Sérgio Capparelli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Sérgio Caparelli)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sérgio Capparelli
Nascimento 11 de julho de 1947 (72 anos)
Uberlândia,  Brasil
Prémios Prémio Jabuti (1982), (1983)
Género literário Literatura infantil, poesia
Movimento literário Pós-modernismo
Página oficial
www.capparelli.com.br

Sérgio Capparelli (Uberlândia, 11 de Julho de 1947), é um escritor de literatura infanto-juvenil, jornalista e professor universitário brasileiro.

Viveu, trabalhou em Uberlândia, Pará de Minas, Goiânia, Curitiba, Porto Alegre, Munique, Paris, Londres, Grenoble e Montreal. Estabeleceu-se em Porto Alegre em 1966 e, desde 2005, vive em Beijing, na China, onde trabalha na agência de notícias Xinhua News Agency.

É formado em jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Fez doutorado em Comunicação pela Universidade de Paris e pós-doutorado pela Universidade de Grenoble, na França. Trabalhou durante muitos anos como repórter dos jornais Zero Hora e Folha da Manhã,, ambos de Porto Alegre. Foi professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul até se aposentar.

Tem mais de trinta livros publicados, entre eles Os meninos da Rua da Praia (36ª edição), Boi da cara preta (29ª edição), Vovô fugiu de casa (17ª edição), 33 ciberpoemas e uma fábula virtual (7ª edição), As meninas da Praça da Alfândega (9ª edição) e O velho que trazia a noite (7ª edição).

Além de uma obra dedicada a crianças e adolescentes, Sérgio Capparelli tem vários estudos publicados sobre jornalismo e comunicação de massa. É autor do ensaio Televisão e Capitalismo no Brasil, com o qual ganhou o prêmio Jabuti em Ciências Humanas, em 1983.

Traduziu do chinês para o português, em parceria com Márcia Schmaltz, o livro 50 fábulas da China fabulosa, publicada pela editora LP&M.

Principais prêmios[editar | editar código-fonte]

  • 1981 / 1982 / 1984 / 1989 / 1995 / - Selo de Ouro para Livro Infantil (altamente recomendável), Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ);
  • 1982 / 1995 - Prêmio Jabuti de Literatura Infantil, Câmara Brasileira do Livro;
  • 1983 / 1989 / 1999 - Prêmio APCA de Literatura Infantil, da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA);
  • 1983 - Prêmio Jabuti em Ciências Humanas, Câmara Brasileira do Livro;
  • 1991 - Láurea de Excelência, Université de Montréal, Canadá;
  • 1995 / 1997 - Prêmio Odilo Costa, Filho - Poesia para Crianças, Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ);
  • 1995 / 1996 / 1997 / 2000 - Prêmio Açorianos de Literatura Infantil, Prefeitura Municipal de Porto Alegre;
  • 1995 - Prêmio Açorianos de Literatura Infanto-Juvenil, Prefeitura Municipal de Porto Alegre;
  • 1996 - Lista de Honra da International Board on Books for Young People (IBBYP);
  • 1997 - Prêmio Monteiro Lobato de Tradução, Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ);
  • 1999 - Prêmio Luiz Beltrão de Ciências da Comunicação, na categoria Maturidade Acadêmica, INTERCOM - Sociedade de Estudos Interdisciplinares da Comunicação;
  • 2000 / 2001 / 2002 / 2004 - Láurea Altamente Recomendável, pelo livro A árvore que dava sorvete (2000), Um elefante no nariz (2001), Poesia visual (2002), 111 poemas para crianças (2004), Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ).
  • 2005 - Prêmio Jabuti de Literatura Juvenil, Câmara Brasileira do Livro;

Prêmio Jabuti[editar | editar código-fonte]

N BJVBJBHL
Precedido por
Mirna Pinsk
Jabuti 01.jpg
Prêmio Jabuti - Literatura Infantil

1982
Sucedido por
Sylvia Orthof
Precedido por
Aracy Amaral
Jabuti 01.jpg
Prêmio Jabuti - Ciências Humanas

1983
Sucedido por
Dino Preti
Precedido por
Marina Colasanti / Luiz Antonio Aguiar / Jorge Miguel Marinho
Jabuti 01.jpg
Prêmio Jabuti - Literatura Infantil

1995
Sucedido por
Graziela Bozano Hetzel / Alberto Martins / Darcy Ribeiro
Precedido por
Marco Túlio da Costa
Jabuti 01.jpg
Prêmio Jabuti - Literatura Juvenil

2005
Sucedido por
Jorge Miguel Marinho

Ligações externas[editar | editar código-fonte]