Shu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura por outras acepções, veja SHU.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Shu
H6 G43 A40
Parentesco águas de Nu/Atum
Cônjuge Tefnut
Filho(s) Geb,Nut

Shu (também grafado na forma aportuguesada Chu) é o deus egípcio[1] do ar seco, do estado masculino, calor, luz e perfeição. Juntos, Shu e Tefnut geraram Geb e Nut. Shu é o responsável por separar o céu da terra[2] (sendo representado como um homem tendo Geb, a terra, em seus pés, e levantando Nut, o céu, com os braços, numa representação que se assemelha ao Atlas da mitologia grega). É ele também quem traz a vida com a luz do dia. É representado como um homem usando uma grande pluma de avestruz na cabeça. Criou também as estrelas pelas quais os seres humanos podem elevar-se e atingir os céus e as colocou na cidade de Gaaemynu. Ele só se tornou popular a partir do Império Novo.

Shu na cultura popular[editar | editar código-fonte]

  • O personagem de quadrinhos Adão Negro é dito ter a resistência de Shu.

Referências

  1. «SHU - the Egyptian God of Air (Egyptian mythology)». Godchecker - Your Guide to the Gods. Consultado em 2 de março de 2016 
  2. «Shu, Egyptian God - Glossary - The Tabernacle of Ancient Israel». www.bible-history.com. Consultado em 2 de março de 2016