Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Ré, veja Ré (desambiguação).
Re
Representação de Rá, baseada em pinturas de tumbas construídas durante o Reino Novo (1550–1069 a.C.)
Outro(s) nome(s)
Nome nativo
r
a
N5
Z1
C2
Local de culto Heliópolis
Símbolo Falcão
Falcão 
Sol
Disco solar
Cônjuge(s) Hator
Sacmis (em relatos)
Bastet
Mut
Pais Nenhum (auto criou-se)
Neite (em relatos)
Irmão(s) Apep
Tote
Suco
Sélquis
Filho(s) Shu
Téfnis
Bastet
Maat
Hator
Sélquis (em relatos)

[1] ou [2] (em egípcio: *ri:ʕu) é o deus do Sol do Antigo Egito. No período da Quinta Dinastia se tornou uma das principais divindades da religião egípcia, identificado primordialmente com o sol do meio-dia. O principal centro de seu culto era a cidade de Heliópolis (chamada de Inun, "Local dos Pilares", em egípcio),[3] onde era identificado com o deus solar local, Atum. Através de Atum, ou como Atum-Ra, também era visto como o primeiro ser, responsável pela egípcia Enéade, que consistia de Shu e Téfnis, Geb e Nut, Osíris, Seti, Ísis e Néftis.

Nos textos das pirâmides, Rá e Hórus são claramente distintos (por exemplo, Hórus remove para o sul do céu o trono de Rá)[4], mas em dinastias posteriores Rá foi fundido com o deus Hórus, formando Rá-Horaqueti ("Rá, que é o Hórus dos Dois Horizontes"), e acreditava-se que era soberano de todas as partes do mundo criado (o céu, a terra e o mundo inferior.)[3] É associado com o falcão ou o gavião. No Império Novo o deus Amom se tornou proeminente, após fundir-se com Rá e formar Amom-Rá.

Durante o Período de Amarna, Aquenáton modificou o culto de Rá para Aton, outra versão da divindade solar, porém com a sua morte o culto tradicional de Rá foi restaurado.

O culto do touro Mnévis, uma encarnação de Rá, também teve seu centro em Heliópolis, onde existia um cemitério oficial para os touros sacrificados.

A partir do fim do Império Antigo, os faraós proclamaram-se ‘filhos de Rá’, aumentando ainda mais a adoração dos egípcios ao deus Rá.[5]

Iconografia[editar | editar código-fonte]

Brooklyn Museum
Figura de Ra-Horakhty, 3rd century bc

foi representado de várias formas. A forma mais comum era um homem com a cabeça de um falcão e um disco solar no topo e uma serpente enrolada ao redor do disco. Outras formas comuns são um homem com a cabeça de um besouro em sua forma como Khepri), ou um homem com a cabeça de um carneiro.

Ra também foi retratado como carneiro, besouro, fênix, garça-real, serpente, touro, gato ou leão, entre outros. Ele era mais comumente caracterizado como sendo a cabeça de um carneiro no mundo dos mortos. Desta forma, Ra é descrito como sendo o "carneiro do oeste" ou ″carneiro encarregado de seu harém″.

Em alguns livros, Ra é descrito como um rei envelhecido com carne dourada, ossos de prata e cabelos de cor azul-lápis.

Referências

  1. Única forma listada no Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado (Lisboa, Livros Horizonte, 2003. ISBN 972-24-0842-9), que também menciona a forma .
  2. Alguns autores, como Araújo, Luís Manuel (dir.), Dicionário do Antigo Egito (Lisboa, Editorial Caminho, 2001. ISBN 972-21-1447-6) consideram a forma onomástica mais correcta em língua portuguesa. Segundo eles, Rá foi usado durante muito tempo por influência de obras historiográficas em língua inglesa, onde a transliteração do nome do deus é Ra; porém, nas transliterações para português, Rá é apenas admissível enquanto elemento inicial ou medial de um nome egípcio, mas nunca em forma final ou isolada - daí Ramessés («nascido de Ré»), mas por exemplo, Setepenré (o nesu-biti do faraó Ramessés II, significando «o escolhido de Ré», onde surge vocalizado como Ré e não Rá).
  3. a b Hart, George. The Routledge Dictionary of Egyptian Gods and Goddesses, ISBN 0-415-34495-6
  4. Textos das pirâmides, 2158a, na tradução de Samuel A. B. Mercer
  5. Quem é Rá (ou Ré, o deus do Sol) http://knoow.net/religioes/mitolegipcia/ra-ou-re Acesso em 25 de nov. de 2019.
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Ra».