Medjed (peixe)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Duas estatuetas de bronze do peixe Oxyrhynchus

Medjed era uma espécie de peixe-elefante adorada em Oxyrhynchus na antiga religião egípcia. Acredita-se que esses peixes tenham comido o pênis do deus Osíris depois que seu irmão Seti desmembrou e espalhou o corpo do deus. Um assentamento no Alto Egito, Per-Medjed, recebeu o nome do peixe e agora é mais conhecido sob o nome grego Oxyrhynchus.[1]

O peixe-elefante (família Mormyridae) é um peixe de água doce de tamanho médio e abundante no Nilo. Eles figuram em várias obras de arte egípcias e outras. Algumas espécies de Mormyridae têm focinhos distintos, dando-lhes o nome comum de narizes de elefantes entre aquaristas e ictiólogos. Uma estatueta de Oxyrhynchus de um dos peixes sagrados de Medjed tem muitos atributos típicos dos Mormyridae: uma barbatana anal longa, uma pequena barbatana caudal, barbatanas pélvicas e peitorais muito espaçadas e o focinho virado para baixo.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Blumell, Lincoln H. (2012). Lettered Christians: Christians, Letters, and Late Antique Oxyrhynchus. [S.l.]: BRILL. p. 1. ISBN 9789004180987  Fn. 3 and 4, referring also to Plutarch, De Iside et Osiride 353C.
  2. «Bronze statuette of Oxyrhynchus fish: date uncertain». Imaging Papyri Project. 1998. Consultado em 25 de maio de 2007 
Ícone de esboço Este artigo sobre Egiptologia é um esboço relacionado ao Antigo Egito. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.