Terceiro Comando Jovem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Terceiro Comando Jovem era uma facção criminosa carioca formada nos anos noventa como uma espécie de ala juvenil do Terceiro Comando, por oposição ao Comando Vermelho Jovem.[1]

A história desta facção remete a 1997, quando após uma reportagem a respeito do CJV, as primeiras píchações com a sigla o TCJ foram vistas em Acari.[2]

A facção chamada Primeiro Comando Jovem, do qual nunca houve muitos registros, chegou a ser apontada como uma dissidência do TCJ, em 2001.[3]

Desde a cisão entre o Terceiro Comando a ADA ocorrido após o massacre promovido por Fernandinho Beira-Mar no Presídio Bangu I em 2002, não se tem tido mais notícias desta facção, considerada então como extinta.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. folha (14 de agosto de 2001). «Facção é a maior rival do Comando Vermelho no narcotráfico». Consultado em 27 de dezembro de 2014 
  2. Marcos Alvito. «As cores de Acari: uma favela carioca». p. 118. Consultado em 27 de dezembro de 2014 
  3. folha (2002). «PCJ surgiu da primeira infiltração do PCC no Rio». Consultado em 27 de dezembro de 2014