Família do Norte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Família do Norte
Fundação 2007-2009
Local de fundação Periferias de Manaus
 Amazonas
Anos ativo 2007–presente
Território (s)  Amazonas,  Acre, Pará Pará,  Ceará,  Rondônia, Rio Grande do Norte [1]
Atividades Assassinatos, assaltos, tráfico de drogas, extorsão e rebeliões.
Aliados Comando Vermelho​
Rivais PCC

A Família do Norte (FDN) [2] é a maior organização criminosa criada no Amazonas sob a liderança dos narcotraficantes Zé Roberto da Compensa e Gelson Lima Carnaúba,como reação ao controle exercido pelo Primeiro Comando da Capital (PCC) nas atividades do tráfico.[3] A partir de 2011, atritos entre PCC e FDN deram início a um confronto que eclodiu na Guerra entre PCC e CV em 2016.[4]

Em 01/01/2017 a Família do Norte foi responsável pelo 2° maior massacre da história do Brasil,quando degolou e esquartejou 56 traficantes rivais que faziam parte do PCC no Complexo Penitênciario Anísio Jobim.

Hoje a Família do Norte conta com um efetivo de 200.000 "narco-soldados" de acordo com a polícia federal.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Família do Norte

Referências

  1. Ponte Jornalismo, ed. (18 de outubro de 2016). «Guerra no crime: PCC começou hoje a rastrear os membros do CV em São Paulo». Consultado em 24 de dezembro de 2016 
  2. Jose Divanilson Cavalcanti Junior e Lúcia Dídia Lima Soares (2016). «Crime organizado : uma nova luta pelo domínio da territorialidade (especialmente páginas 201 e 202)». Revista de Sociologia, Antropologia e Cultura Jurídica. Consultado em 25 de fevereiro de 2017. Cópia arquivada em 25 de fevereiro de 2017 
  3. A Crítica, ed. (22 de março de 2014). «Segundo no comando da FDN, 'João Branco' é sangue e droga». Consultado em 24 de dezembro de 2016 
  4. El País, ed. (1 de novembro de 2016). «Família do Norte, a facção que fez a guerra entre o PCC e o Comando Vermelho». Consultado em 24 de dezembro de 2016