Tormenta (RPG)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Tormenta, veja Tormenta (desambiguação).
Tormenta
Autor Marcelo Cassaro, Rogério Saladino, J.M. Trevisan, Guilherme Del Svaldi, Gustavo Brauner, Leonel Caldela
Editora(s) Editora Trama, Daemon Editora, Jambô Editora
Idiomas português brasileiro
Lançamento 1999 (Dragão Brasil #50)
Gênero Fantasia medieval
Sistema 3D&T, Sistema Daemon, Sistema d20/Sistema OGL
Licença Open Game License
Faixa etária Inadequado para menores de 14 anos i DEJUS (Brasil)[1]
Website Página Oficial

Criado por Marcelo Cassaro, Rogério Saladino e J. M. Trevisan, Tormenta é um cenário de fantasia para uso em jogos de RPG. Foi apresentado em numerosos livros básicos, compatíveis com numerosos sistemas de RPG. Desde 2005, o cenário é publicado pela Jambô Editora[2] .

Seus autores são conhecidos como Trio Tormenta.[3] .


História[editar | editar código-fonte]

Em 1998, Marcelo Cassaro publicou Holy Avenger, uma aventura para Advanced Dungeons and Dragons e GURPS Fantasy em 3 partes nas edições 44 a 46 da revista Dragão Brasil.[4] [5] [6] Segundo Trevisan e Saladino, editores assistentes da Dragão Brasil, na iminência da edição de número 50 da revista, uma reunião editorial foi feita no apartamento do editor-chefe Marcelo Cassaro, tendo em vista um projeto para a comemoração do número 50 da publicação, algo único em uma revista nacional do gênero.

Na edição comemorativa das 50 edições, uma revista extra com 80 páginas explicava o cenário de Tormenta[7] . Suas regras abrangiam os sistemas GURPS, AD&D e 3D&T, sendo este um sistema dos editores. Rapidamente, as revistas esgotaram das bancas, sendo que a procura pela revista foi tão grande que foram reportados casos em que bancas de revista vendiam a revista extra separadamente da revista original. Logo em seguida, foi publicado uma nova edição separada apenas para 3D&T,[8] , afim de evitar problemas com direitos autorais.[9] Holy Avenger ganharia uma revista em quadrinhos no estilo mangá com roteiros de Cassaro e arte de Érica Awano.[7]


O inesperado sucesso do cenário se refletiu nas edições seguintes da revista. Mais matérias eram feitas especificamente para o cenário. Embora diversos leitores reclamavam pelo excesso de matérias sobre o mesmo, maior era a quantidade de leitores que pediam mais informações sobre ele. Em poucos meses, diversas informações novas surgiram. O grupo (que por conta do sucesso do cenário passou a ser conhecido como Trio Tormenta) se viu obrigado a lançá-lo separadamente, que também rapidamente esgotou nas bancas.


A criação de Holy Avenger e Tormenta é parecida com a de The Record of Lodoss War, criação do Group SNE que surgiu como "replays" de Dungeons & Dragons, transcrições das sessões de RPG publicadas na revista japonesa Comptiq e se tornou uma franquia de mangá e anime. [10]

Nos anos seguintes, a quantidade de novas informações, inclusive algumas criadas pelos fãs, pediu novas edições e revisões. Houve inclusive, mudanças nos sistemas usado. Sendo lançada em 2001, Tormenta terceira edição, uma adaptação para outro sistema brasileiro Daemon, da Editora Daemon[11] . No mesmo ano, foi lançada no Brasil, a terceira edição de Dungeons and Dragons pela Devir Livraria e traz para o país, a Open Game License (OGL), que permite que outras editoras usem um sistema inspirado em D&D, o chamado Sistema d20[12] Em 2003, foi lançado o Tormenta D20,[13] , logo em seguida, é lançada uma adaptação de Tormenta baseado no Manual Turbinado de 3D&T.[8]

Com o passar do tempo, o cenário começou a fazer tanto sucesso que nem todas as informações que eram apresentadas na revista Dragão Brasil conseguiam cobrir a vontade dos jogadores. Foi então que o Trio Tormenta, decidiu criar, junto á Talismã, uma revista separada, nomeada de Revista Tormenta, cujos leitores teriam todas as informações do cenário disponíveis ali. A revista fez sucesso, e teve 17 edições lançadas, até terminar.

Em 2005, o Trio Tormenta sai da Talismã, e começam a trabalhar com outras editoras, lançam a revista RPGMaster (dedicada a 3D&T) para a Mythos Editora[14] e a Revista Dragon Slayer para Manticora (editora que havia publicado a D20 Saga), que seguia o estilo da antiga Dragão Brasil, adotando um padrão de lançamento bimensal e inicialmente com conteúdo voltado principalmente para o Sistema d20 e Open Game License. No mesmo ano, é lançado um novo manual pela Daemon[15] e uma nova versão de Tormenta D20 pela Jambô Editora, baseado em D&D 3.5,[16] publicado pela Devir no ano anterior.[17]

Em 2008, 3D&T volta a ser publicado pela Jambô, com o nome de 3D&T Alpha.[18] . Em 2008, partir da edição #24 da revista Dragon Slayer, Cassaro, Saladino e Trevisan deixaram de ser editores da revista, em seu lugar entraram Guilherme Del Svaldi, Gustavo Brauner, Leonel Caldela,[19] que ficaram conhecidos como Trio Tormenta Ultimate[20]


Em 2010, é lançado o "Tormenta RPG", escrito pelos dois trios, por conta da nova licença, GSL, ficou impossibilitado o uso da marca D20,[21] [22] tal qual o Pathfinder Roleplaying Game, Tormenta se mantém fiel as regras anteriores a quarta edição, tendo influencias da adaptação de Star Wars e do próprio Pathfinder,[23]

no mesmo ano, Tormenta volta a ser adaptado para 3D&T com o lançamento do Manual do Aventureiro Alpha. onde há vários elementos do cenário,[24] [25] em 2013, é lançada uma versão revisada do Tormenta RPG, contendo uma errata do livro anterior e 16 novas páginas.[26]


Em 2015, a Jambô lançou Ataque a Khalifor de Guilherme Dei Svaldi, primeiro livro-jogo baseado em Tormenta.[27]

Cenários[editar | editar código-fonte]

Esta é a lista de cenários do RPG Tormenta, publicado pela Editora Jambô.[28]

Arton[editar | editar código-fonte]

É um continente[28] .

Locais[editar | editar código-fonte]
Tapista[editar | editar código-fonte]

Tapista é um reino do mundo de Arton, do cenário de RPG Tormenta. Localizado ao noroeste do reinado, é habitado por minotauros.[29]

Deheon[editar | editar código-fonte]

Sua principal cidade é Valkaria, a cidade-capital de toda Arton.[28] .

Referências

  1. "Tormenta". Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação. 
  2. Talude (23/07/2005). "Dragão Brasil : Dragão Brasil #113 - Tópico a Tópico". Rede RPG. 
  3. Carlos Costa (02/02/2004). "Entrevista: Cassaro". HQ Maniacs. 
  4. Dragão Brasil #44
  5. Dragão Brasil #45
  6. Dragão Brasil #46
  7. a b Érico Borgo (31 de Março de 2003). "Omelete entrevista: Marcelo Cassaro fala sobre Dungeon Crawlers". Omelete. 
  8. a b press release (29/05/2004). "Promoção da Talismã no EIRPG". RedeRPG. 
  9. Gustavo Brauner (12 de julho de 2006). "Entrevista com Marcelo Cassaro". Sobrecarga. 
  10. Brian Camp,Julie Davis. Anime Classics Zettai!: 100 Must-See Japanese Animation Masterpieces. Stone Bridge Press, 2007. ISBN 9781611725193
  11. press release (03/06/2005). "RPG: Tormenta : Tormenta Daemon – Um cenário bem mais maduro". Rede RPG. 
  12. Wagner Luiz Schmit (25/07/2008). "RPG e Educação: alguns apontamentos teóricos" (PDF). Universidade Estadual de Londrina. 
  13. Richard Garrel (08/05/2003). "Tormenta D20". RedeRPG. 
  14. Talude (27/07/2005). "RPGMaster #01 - Tópico a Tópico". RedeRPG. 
  15. Press Release (03/06/2005). "Tormenta Daemon – Um cenário bem mais maduro". RedeRPG. 
  16. Press Release (25/11/2005). "Guia do Mestre 3.5". RedeRPG. 
  17. Addison Araújo (14 a 16/06/2012). (PDF). Intercom Game: uma aventura, um aprendizado http://www.intercom.org.br/papers/regionais/nordeste2012/resumos/R32-1410-1.pdftítulo=Roleplaying Game: uma aventura, um aprendizado |url= incorrecta (Ajuda).  Falta o |titulo= (Ajuda)
  18. Marcelo Cassaro. "A volta de 3D&T". Jambô Editora. 
  19. Equipe Dragon Slayer (turbinada) [et al.]. (2009). "Editorial". Dragon Slayer (24). Editora Escala.
  20. Marcelo Lacerda (16/01/2011). "Tormenta RPG e Valkária: Como fragmentar um sistema fragmentado". Rede RPG. 
  21. "Rede RPG faz concurso de aventuras de D&D". Bigorna.net. 
  22. (2009) "Notícias do Bardo - OGL, GSL, SRD... PQP!". Dragon Slayer (24). Editora Escala.
  23. Tzimisce (27/11/2010). "Tormenta RPG (resenha)". RedeRPG. 
  24. Manual do Aventureiro Alpha Jambô
  25. "DragonSlayer nº 31". Jambô Editora. 
  26. Thiago Colás (20/03/2013). "Jambô lança edição revisada de Tormenta". HQManiacs. 
  27. Ataque a Khalifor
  28. a b c Jambô Editora (Data desconhecida). "Tormenta RPG". sítio jamboeditora.com.br. Arquivado desde o original em 16 de Janeiro de 2013. Consult. 2 de Fevereiro de 2013. 
  29. Tzimisce (27 de Novembro de 2010). "Tormenta RPG (resenha)". sítio rederpg.com.br. Consult. 2 de Fevereiro de 2013. 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]



Ícone de esboço Este artigo sobre Role Playing Game é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.