Transformers: Dark of the Moon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Transformers: Dark of the Moon
Cartaz do filme
No Brasil Transformers: O Lado Oculto da Lua
Em Portugal Transformers 3
 Estados Unidos
2011 •  cor •  157 min 
Direção Michael Bay
Produção
Coprodução
  • Ken Bates
  • Allegra Clegg
Produção executiva
Roteiro Ehren Kruger[1]
Elenco
Gênero
Música Steve Jablonsky
Cinematografia Amir Mokri
Direção de arte Nigel Phelps
Figurino Deborah L. Scott
Edição
Companhia(s) produtora(s)
Distribuição Paramount Pictures
Idioma inglês
Orçamento US$ 195 milhões[2]
Receita US$ 1.123.794.079[3]
Cronologia
Transformers: Revenge of the Fallen
(2009)
Transformers: Age of Extinction
(2014)

Transformers: Dark of the Moon (bra: Transformers: O Lado Oculto da Lua[1]; prt: Transformers 3[4]) é um filme em live-action estadunidense de 2011, dos gêneros ação e ficção científica, dirigido por Michael Bay.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Sam acaba de se formar na faculdade e agora procura emprego, mas terá que enfrentar, novamente, as ameaças de Megatron e seus aliados, numa batalha que começou na década de 1960 com a corrida à Lua. Para esse desafio, contará com o apoio de Optimus e dos outros autobots, além de sua nova namorada.[1]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em 1 de outubro de 2009, Michael Bay revelou que Transformers: Dark of the Moon ia entrar na fase de produção, e seu lançamento anunciado para a data 1 de julho de 2011, ao invés de 2012.[5] Devido ao interesse revivido em tecnologia 3D, trazido pelo sucesso de Avatar, conversações entre Paramount, ILM e Bay tinham considerado a possibilidade de o próximo Transformadores filme que está sendo filmado em 3-D, e os testes foram realizados para trazer a tecnologia no trabalho de Michael Bay.[6] Bay originalmente não estava muito interessado no formato como ele sentiu que não encaixava seu "estilo agressivo" do cinema, mas ele estava convencido depois de conversar com Avatar diretor James Cameron, que, inclusive, ofereceu a equipe técnica do filme. Michael Bay foi fazer os testes com as pesadas câmeras de 3D estereoscópico (a tecnologia usada em Avatar), mais desistiu da ideia, alegando que as câmeras não suportavam seu ritmo de filmagem.[7] Mais tarde foi convencido pelo o estúdio e iniciou as filmagens em 3D, sem conversões de 2D para 3D.[8]

Filmagens[editar | editar código-fonte]

A preparação para as filmagens começaram em 7 de abril de 2010, no norte de Indiana,[9] As filmagens principais começaram em 18 de maio de 2010, com locações, incluindo Chicago, Flórida, e Moscou.[10][11] As primeiras seis semanas foram gastas em Los Angeles, As próximas quatro semanas foram em Chicago. Locais filmadas em Chicago foram: LaSalle Street , Avenida Michigan e ao redor da Torre Willis. As cenas filmada na Avenida Michigan contou com uma quantidade substancia de dublês. O final de setembro a produção mudou para a Flórida, pouco antes do lançamento do Space Shuttle missão STS-133.[12] Algumas cenas tendo que ser apenas gravadas em 2D e convertidas posteriormente.[13]

Música[editar | editar código-fonte]

Mais uma vez, Linkin Park terá uma música na saga de filmes Transformers. Desta vez será a canção "Iridescent" do álbum A Thousand Suns. Além do Linkin Park, a trilha sonora tem participações das bandas Black Veil Brides, My Chemical Romance, The Goo Goo Dolls e uma versão remixada da canção "Awake and Alive" da banda Skillet, entre outros. A banda Paramore também está na trilha sonora com a canção "Monster", lançada no site oficial do grupo dia 3 de Junho de 2011. O álbum foi lançado oficialmente em 14 de junho de 2011.[14]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Critica[editar | editar código-fonte]

Dark of the Moon recebeu criticas mistas para negativas dos especialistas. A Rotten Tomatoes deu um parecer de 36% de aprovação baseado em 100 reviews.[15] Muitos elogios foram feitos aos efeitos especiais e as sequência em 3D,[16] mas muitas criticas negativas foram feitas aos atores e ao roteiro; o Rotten Tomatoes deu ao filme um percentual de 38% baseado em 203 reviews e deu uma nota de 4.9/10, dizendo que "Os Efeitos especiais — e as cenas em 3D — são muito impressionantes mas não são o suficiente para cobrir as falhas, o timing ruim ou, o que estragou tudo, o roteiro mal escrito".[17]

O site brasileiro Omelete classificou o filme como impressionante, deslumbrante e burro, dizendo que "de qualquer maneira, visualmente, Transformers 3 é o filme mais impressionante desde Avatar. Na coreografia da guerra particular de Bay, explosões reais e tridimensionais acontecem simultaneamente, enquanto exércitos se chocam em um espaço impossível de ser discernido como real ou imaginário, no que dá a impressão de ser o filme mais caro já feito, tamanha a sua qualidade. Explosivo e deslumbrante, mas burro. Muito burro".[18]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Transformers 3 bateu vários recordes de bilheteria, e alcançou no dia 2 de agosto de 2011 a marca de 1 bilhão sendo o único dos três filmes a alcançar tal meta, mesmo como críticas negativas e o público com opinião dividida.[19] O filme foi o 10º filme a atingir 1 bilhão de dólares. Hoje é a sétima maior bilheteria da história. Passou os filmes The Lord of the Rings: The Return of the King, Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides, Toy Story 3 e Pirates of the Caribbean: Dead Man's Chest.[20]

Indicações[editar | editar código-fonte]

Apesar das opiniões mistas da crítica sobre Transformers: Dark of the Moon, o filme teve três indicações aos Academy Awards (Oscar), sendo todas categorias secundárias. As indicações são de Melhores Efeitos Visuais, Melhor mixagem de Som e Melhor edição de Som. Em todas as categorias em que Transformers: O Lado Oculto da Lua foi indicado, o filme Hugo venceu.[21]

Sequência[editar | editar código-fonte]

Lorenzo di Bonaventura, produtor dos três primeiros filmes da série, anunciou em 13 de janeiro de 2012, que o filme Transformers 4 será lançado nos Estados Unidos em 29 de junho de 2014.[22]

Michael Bay tem sido o porta-voz das noticias sobre a continuação do filme e segundo ele, Transformers 4 será o último filme da franquia. Em uma recente entrevista concedida ao jornal estadunidense Los Angeles Times, o diretor declarou: "Não será um reinício, esta é uma palavra errada". "Não quero dizer que é um reinício porque senão as pessoas acharão que será igual a O Espetacular Homem-Aranha, começando do zero. Iremos aproveitar a história que você já viu nos demais filmes, mas iremos em uma nova direção. Não iremos abandonar o que já aconteceu".[23][24] Além disso, o diretor revelou um pouco sobre enredo, dizendo que o longa se passará no espaço, e também que pretende ter um orçamento menor, em relação aos filmes anteriores da série. Michael Bay disse: "Nosso objetivo é cortar cerca de US$ 30 milhões". O longa anterior, Transformers: Dark of the Moon, teve um orçamento de US$ 195 milhões.[24]

Referências

  1. a b c d «Transformers: O Lado Oculto da Lua». Brasil: CinePlayers. Consultado em 21 de dezembro de 2019 
  2. «'Transformers: Dark of the Moon' Box Office» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 16 de outubro de 2017 
  3. «'Transformers: Dark of the Moon' Box Office» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 16 de outubro de 2017 
  4. «Transformers 3». Portugal: CineCartaz. Consultado em 21 de dezembro de 2019 
  5. Michael Bay. Transformers 3: July 1st, 2011 Arquivado em 2012-09-14 no Archive.is. Página visitada em 17 de outubro de 2012.
  6. Peter Sciretta. Michael Bay Testing 3D for Transformers 3. Página visitada em 17 de outubro de 2012.
  7. Eric Ditzian. 'Breaking Dawn,' 'Transformers 3' And Other Films That Might Go 3-D. Página visitada em 17 de outubro de 2012.
  8. Jorge Pereira. Michael Bay desmente problemas com o 3D de 'Transformers: The Dark of the Moon'.[ligação inativa] www.c7nema.net. Página visitada em 17 de outubro de 2012.
  9. Transformers 3 Scenes to be Shot in Gary[ligação inativa]. Inside Business Indiana. Página visitada em 17 de outubro de 2012.
  10. Michael Bay. Transformers 3 Headed to Chicago and Moscow. Página visitada em 17 de outubro de 2012.
  11. Christopher Collette. (2010/10/01). "'Transformers 3' começa a ser filmado este outono na Flórida" . WTSP Arquivado em 2012-09-19 no Archive.is. Gannett Company. Página visitada em 17 de outubro de 2012.
  12. "Transformers 3" To Shoot at Kennedy Space Center. Página visitada em 17 de outubro de 2012.
  13. Biz crosses blurry line on 'true 3D'. Página visitada em 17 de outubro de 2012.
  14. iTunes. Transformers: Dark of the Moon (The Score) Steve Jablonsky. Página visitada em 17 de outubro de 2012.
  15. «: Dark of the Moon (2011)». Rotten Tomatoes. 28 de julho de 2011. Consultado em 2 de novembro de 2011 
  16. Lisa Schwarzbaum (3 de julho de 2011). «Transformers: Dark of the Moon (2011)». Ew.com (Entertainment Weekly). Consultado em 4 de julho de 2011 
  17. «Transformers: Dark of the Moon (2011)». Rotten Tomatoes. 2 de junho de 2011. Consultado em 4 de julho de 2011 
  18. Érico Borgo (29 de junho de 2011). «Transformers 3 - O Lado Oculto da Lua». Omelete.com.br. Consultado em 4 de julho de 2011  Texto " Crítica" ignorado (ajuda)
  19. Ultimo Segundo IG. Bilheteria de "Transformers 3" supera US$ 1 bilhão. Página visitada em 17 de outubro de 2012.
  20. Marcelo Hessel. Transformers 3 ultrapassa a marca de US$ 1 bilhão mundialmente. www.omelete.uol.br. Página visitada em 17 de outubro de 2012.
  21. Marcelo Hessel. Oscar 2012 | Filmes indicados. omelete.uol.com.br. Página visitada em 17 de outubro de 2012
  22. Lucas Salgado. Transformers 4 ganha data de estreia. adorocinema.com. Página visitada em 17 de outubro de 2012.
  23. Diario de Pernambuco. Transformers 4 deve se passar no espaço, diz diretor Michael Bay Arquivado em 26 de junho de 2012, no Wayback Machine.. Página visitada em 17 de outubro de 2012.
  24. a b AdoroCinema. Michael Bay diz que Transformers 4 terá um orçamento menor e pode se passar no espaço. Página visitada em 17 de outubro de 2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.