Char 2C

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Char 2C ou FCM 2C
Char2Cpainting8.JPG
Concepção Artística do Char 2C
Tipo Carro de combate Pesado
Local de origem  França
História operacional
Em serviço 1921-1940
Utilizadores  França
Guerras Segunda Guerra Mundial
Histórico de produção
Data de criação 1917
Fabricante FCM
Período de
produção
1921
Quantidade
produzida
10
Variantes Char 2C bis
Especificações
Peso 69 t (152 000 lb)
Comprimento 10,27 m (34 ft)
Largura m (9,8 ft)
Altura 4,09 m (13 ft)
Tripulação 12
Blindagem do veículo 45 mm (1,8 in)
Armamento
primário
Canhão de 75 mm (3,0 in)
Armamento
secundário
Quatro Metralhadoras de 8 mm (0,31 in) (frente, lados e torres traseiras)
Motor Dois motores
500 hp (373 kW)
Alcance
Operacional
150 km (93,2 mi)
Velocidade 15 km/h (9,32 mph)

O Char 2C (conhecido também como FCM 2C) foi um carro de combate pesado desenvolvido pela França para a Primeira Guerra Mundial. Nunca foi utilizado em combate. Projetado no final da Primeira Guerra Mundial, foi projetado para participar da grande ofensiva planejada para 1919, este tanque fortemente armados era capaz de transpor trincheiras de até 5,20 M e dar apoio de fogo direto à infantaria. Era um projeto extremamente ambicioso para a capacidade industrial francesa. Foi dada a ordem para o começo de sua fabricação em janeiro de 1918, onde apenas 10 foram fabricados pela Forges Chantiers de la Méditerranée em seus estaleiros a partir de 1919, e foram entregues em 1921.

Com a entrada da França na Segunda Guerra Mundial, oito tanques em serviço dependiam do 511º Regimento de Tanques, que foi dissolvido e agrupados no 51º Batalhão de Tanques sob o comando do Major Fournet, que possuía mais dois desses tanques. Em 12 de julho de 1940, esses tanques que estavam escondidos na mata de Briey deveriam ser separados: dois deveriam ir para Mainville e outros dois para Piennes. Os outros seis restantes embarcaram na estação de trem em Landres. Na noite de 13/14 de julho esse comboio passou por um bombardeio por parte da Regia Aeronautica Italiana. Em 15 de julho, às 7 da noite, esses tanques tiveram que ser sabotados por sua tripulação para evitar que fossem capturados pelos alemães. Em um desses tanques a carga explosiva falhou e ele acabou por ser capturado pelos alemães e enviado à Berlim, onde foram capturados pelos soviéticos no fim da guerra.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referência[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Veículos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.