Panzerkampfwagen I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sd. Kfz. 101 Aufs B
SdKfz101.jpg
Panzerkampfwagen I
Tipo Carro de combate leve
Local de origem  Alemanha Nazi
História operacional
Em serviço De 1934 até final da Segunda Guerra Mundial
Utilizadores Flag of German Reich (1935–1945).svg Alemanha Nazista
Flag of Bulgaria.svg Bulgária
Flag of the Republic of China.svg República da China
 Hungria
Espanha Espanha Nacionalista.
Guerras Segunda Guerra Mundial, Guerra Civil Espanhola e na Guerra Sino-Japonesa
Histórico de produção
Fabricante Henschel & Sohn, MAN, Krupp, Daimler e Rheinmetall-Borsig
Especificações
Peso 11 905 lb (5 400 kg)
Comprimento 13,19 ft (4,0 m)
Largura 6,76 ft (2,1 m)
Altura 5,64 ft (1,7 m)
Tripulação 2, comandante e motorista
Blindagem do veículo Entre 7 e 13 mm
Armamento
primário
2 metralhadoras MG13 de 7,92 mm, um canhão de 20 mm Breda e uma metralhadora MG13 (versão alterada pelos tripulantes, comum na Guerra Civil Espanhola
Motor Krupp M 305 4 cilíndros refrigerado a ar
59hp
Alcance
Operacional
124 mi (200 km), estrada e 109 mi (175 km), na terra.
Velocidade 50km/h estrada e 37km/h fora de estrada.

O Sd.Kfz. 101 Panzerkampfwagen I foi um carro de combate leve projetado na Alemanha antes de 1934, quando a Alemanha sofria limitações em suas forças armadas por causa do Tratado de Versalhes, que pôs fim a Primeira Guerra Mundial. Para dissimular este descumprimento, era designado como trator agrícola.

Foi empregado na Guerra Civil Espanhola, onde se provou que não era um veículo para combate direto devido ao seu fraco armamento e fina blindagem, apesar de dar conta de tanques como o T-26 soviético usado pelos republicanos. Alguns modelos foram equipados pelas próprias tripulações com canhões Breda de 20 mm, o que aumentava seu poder de fogo significativamente. No início da Segunda Guerra Mundial, este veículo já era considerado obsoleto, porém ainda foi utilizado nas primeiras campanhas, como a Invasão da Polônia, onde o único tanque que esse era capaz de destruir era o tanquete TK-3/TKS polonês. Foi aos poucos relegado a função de treinamento das tripulações. O chassis do veículo serviu de plataforma para canhões autopropulsados. Foram produzidas mais de 1.800 unidades.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Veículos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.