Panzerkampfwagen IV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sd.Kfz. 161 Panzer IV
Panzer IV Ausf J Parola 2.jpg
Panzer IV Ausf J
Tipo Carro de combate médio
Local de origem Flag of the NSDAP (1920–1945).svg Alemanha Nazista
História operacional
Em serviço 1939 - 1945
Utilizadores Flag of the NSDAP (1920–1945).svg Alemanha Nazista
Flag of Romania.png Reino da Romênia
Flag of Hungary (1920–1946).svg Hungria
Flag of Bulgaria.svg Bulgária
Finlândia Finlândia
Espanha Espanha
Flag of Egypt (1972-1984).svg Síria
Guerras Segunda Guerra Mundial e Guerra dos Seis Dias
Histórico de produção
Criador Rheinmetall-Borsig, Krupp e MAN
Data de criação 1934-1936
Fabricante Krupp-Gruson AG, Nibelungenwerke e Volkswagen
Período de
produção
1940-1945
Quantidade
produzida
Mais de 9.000
Especificações (Pz IV Ausf H, 1943)
Peso 55 114,64 lb (25 000 kg)
Comprimento 19,42 ft (5,9 m)
Largura 9,45 ft (2,9 m)
Altura 8,79 ft (2,7 m)
Tripulação 5
Blindagem do veículo 10 a 80 mm
Armamento
primário
Canhão KwK 40 L/48 de 75 mm com 87 projéteis
Armamento
secundário
Duas metralhadora MG34, de 7,92 mm com 3.192 projéteis
Motor Maybach HL 120 TRM, 12 cilindros
300 hp
Alcance
Operacional
200Km
Velocidade 38Km/h

O Sd.Kfz. 161 Panzerkampfwagen IV ou Panzer IV foi um carro de combate médio projetado na Alemanha.

Numericamente, foi o carro de combate mais importante empregado pelas forças alemãs durante a II guerra mundial.

Foi produzido até o final da guerra, pois não foi desenvolvido um veículo economicamente viável que pudesse substituí-lo. Inicialmente o modelo mark IV foi desenvolvido como veículo de apoio para a infantaria, com um canhão de 75mm de cano curto, adequado para disparar munição explosiva, mas incapaz de disparar contra a blindagem de outros carros de combate.

Quando a Alemanha invadiu a União Soviética em 1941 o Panzer IV era o maior tanque alemão, mas não tinha como se debater contra os tanques soviéticos como o T-34 e o KV-1.

Rapidamente foi necessário desenvolver versões mais capazes, que receberam mais blindagem e principalmente um novo armamento constituido por um canhão de calibre idêntico, mas de cano longo, que finalmente tinha capacidade para entrentar em condições de igualdade o T-34, mas ainda com deficiência em algumas partes em comparação com o T-34.

O seu chassi foi empregado no desenvolvimento de inúmeros veículos blindados, indo desde blindados de reparo a veículos blindados anti-aéreos. O Panzer IV, assim como vários outros modelos alemães, britânicos, americanos e soviéticos, sofreram diversas modificações ao longo da guerra, ganhando inúmeras variantes. As primeiras versões eram armadas com canhões de cano curto de 76 mm, e era destinado a apoio a infantaria (o tanque foi inicialmente feito para esse propósito), mas foi começou a ser estudada uma modificação de emergência quando Adolf Hitler, viu os tanques franceses e britânicos destruidos durante a invasão da França em Maio-Junho de 1940. Novos modelos foram estudados e estudou-se a reconversão dos modelos existentes para receber novos canhões de 75 mm mais adequados para combater outros blindados.

Mais tarde as peças de cano curto de 75mm seriam aproveitadas para colocar nos carros Panzer III, uma vez que ele se provou ineficaz contra o T-34 e foi relegado a apoio a infantaria.

Foram fabricadas mais 9.000 unidades entre todas as versões.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Veículos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.