Cleiton Xavier

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cleiton Xavier
Cleiton Xavier
Cleiton Xavier no Metalist Kharkiv
Informações pessoais
Nome completo Cleiton Ribeiro Xavier
Data de nasc. 23 de março de 1983 (31 anos)
Local de nasc. São José da Tapera (AL),  Brasil
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Altura 1,78 m
Destro
Apelido CX10, O Maestro, Rei das Assistências
Informações profissionais
Clube atual Ucrânia Metalist Kharkiv
Número 10
Posição Meio-Campista
Clubes de juventude
1999-2000 Brasil CSA
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
20012002
20022008
2005
2005
2006
2006
20072008
20092010
2010-
Brasil CSA
Brasil Internacional
Brasil Sport (emp.)
Brasil Brasiliense (emp.)
Brasil Gama (emp.)
Brasil Marília (emp.)
Brasil Figueirense (emp.)
Brasil Palmeiras
Ucrânia Metalist Kharkiv
0031 0000(19)
095 0000(8)
0012 0000(2)
0015 0000(5)
0016 0000(7)
0024 000(12)
061 000(12)
088 000(17)
109 000(41)
Seleção nacional
2003
2009
Brasil Brasil Sub-20
Brasil Brasil
005 0000(0)
000 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 17 de março de 2013.

Medalhas
Jogos Pan-Americanos
Prata Jogos Pan-Americanos 2003

Cleiton Ribeiro Xavier, mais conhecido como Cleiton Xavier (São José da Tapera, 23 de março de 1983), é um futebolista brasileiro que atua como meia. Atualmente, joga no Metalist Kharkiv, da Ucrânia.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Revelado pelo CSA, jogou no clube alagoano até 2002, quando foi contratado pelo Internacional. Cleiton chegou a disputar, pela Seleção Brasileira, os Jogos Pan-americanos de 2003.

Depois da passagem pelo clube colorado, foi emprestado diversas vezes, mas só no Figueirense conseguiu grande destaque nacional.

Palmeiras[editar | editar código-fonte]

Contratado pelo Palmeiras no começo de 2009, alcançou uma marca histórica no clube, fez cinco gols em seus cinco primeiros jogos, feito obtido, até então, apenas pelo meia Humberto Tozzi e pelo atacante Tupãzinho.[1] Apesar de não ter conseguido conquistar um título pelo Palmeiras, foi decisivo em alguns jogos importantes para o clube, como na partida da primeira fase da Copa Libertadores da América de 2009, contra o Colo Colo, do Chile, em que fez o gol da dramática classificação palmeirense para as oitavas de final da competição nos últimos minutos de jogo.

Foi o líder em assistências do Campeonato Brasileiro.[2]

Metalist Kharkiv[editar | editar código-fonte]

Em 14 de julho de 2010, transferiu-se para o Metalist Kharkiv, da Ucrânia, por 4,5 milhões de euros.[3]

Em 21 de abril de 2013, na vitória do Metalist por 3 a 1 sobre o Chornomorets, pela Liga Ucraniana, Xavier marcou um golaço do meio-campo, surpreendendo, inclusive, o goleiro Dmytro Bezotosnyi, que retornava à sua meta.[4]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Em 7 de setembro de 2009, quando vivia grande fase no Palmeiras durante a disputa do Campeonato Brasileiro, Cleiton Xavier foi convocado pelo então treinador Dunga para o jogo da Seleção Brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo, contra o Chile.[5] Na partida, não chegou a entrar em campo.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Palmeiras[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
Paulista
Campeonato
Brasileiro
Copa do
Brasil
Copa
Libertadores
Copa
Sul-Americana
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Brasil Palmeiras 2009 17 3 32 3 0 0 12 3 0 0 61 9
2010 15 5 7 1 5 1 0 0 0 0 27 7
Total 32 8 39 4 5 1 12 3 0 0 88 16

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Sub-20[editar | editar código-fonte]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Internacional
Figueirense

Outras Conquistas[editar | editar código-fonte]

Palmeiras

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.