Conflito das Ilhas Hanish

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Conflito das Ilhas Hanish
Hanish.jpg
Mapa das Ilhas Hanish
Data 15 de Dezembro de 1995–17 de Dezembro de 1995
Local Grande Hanish, Arquipélago Zukur-Hanish
Desfecho Vitória militar eritreia.
Vitória política iemenita .
Mudanças
territoriais
Ocupação eritreia da ilha.
A Corte Permanente de Arbitragem determinou que o arquipélago pertence ao Iêmen, enquanto algumas ilhas pertenciam à Eritreia.
Combatentes
 Eritreia  Iêmen
Principais líderes
Sebhat Ephrem Ali Abdullah Saleh
Forças
desconhecida até 200
Vítimas
12 mortos 15 mortos
185 capturados
17 civis iemenitas capturados

O Conflito das Ilhas Hanish [1] foi uma disputa entre o Iêmen e a Eritreia pela posse da ilha Grande Hanish (ou Hanish al Kabir), uma das três principais ilhas do disputado arquipélago Zukur-Hanish. Os combates ocorreram ao longo de três dias a partir 15 de dezembro a 17 de dezembro de 1995.

Até 1995, a região havia sido habitada somente por um grupo de pescadores iemenitas. O arquipélago está localizado no sul do Mar Vermelho (perto de Bab-el-Mandeb), que neste ponto possui 50 quilômetros de largura. Desde a ocupação britânica de Áden, este havia sido considerado como parte do Iêmen, apesar de estar ao sul, na parte do estreito pertencente a Eritreia.

Em 1998, a Corte Permanente de Arbitragem determinou que a maior parte do arquipélago pertencia ao Iêmen.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Outros nomes:
    • Conflito fronteiriço Eritreia-Iêmen (Air University Library Publications)
    • Disputa pelas Ilhas Hanish (Schofield (citado por Dzurek))
    • Disputa Eritreia-Iêmen (Dzurek)
    • Crise das Ilhas Hanish (Wertheim. p. 1033)
    • Guerra Odd (Younis)

Referências[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]