Coolio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde fevereiro de 2013).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Coolio
Coolio.jpg
Coolio na base do exército americano na Bósnia (2002)
Informação geral
Nome completo Artis Leon Ivey, Jr.
Nascimento 1 de agosto de 1963 (51 anos)
Monessen, Pensilvânia
Origem Compton, Califórnia
País  Estados Unidos
Gênero(s) West Coast hip hop, gangsta rap, G-funk
Ocupação(ões) MC, ator
Período em atividade 1990 - atualmente
Gravadora(s) Tommy Boy/Warner Bros. Records
Afiliação(ões) WC and the Maad Circle, MC Eiht, Kel Mitchell, Kenan Thompson, 2Pac, Snoop Dogg
Página oficial www.coolio.com

Coolio (nome artístico de Artis Leon Ivey, Jr.; Monessen, 1 de agosto de 1963) é um rapper americano, conhecido pela canção "Gangsta's Paradise" tema do filme Dangerous Minds (Mentes Perigosas), lançada em 1995.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Coolio nasceu em Monessen, na Pensilvânia, filho de Artis Leon Ivey, Sr., um carpinteiro, e Jackie Slater, uma funcionária de uma fábrica, mas após o divórcio de seus pais se mudou para Compton, cidade do condado de Los Angeles, Califórnia, que revelou o N.W.A., de onde saíram Ice Cube, Dr. Dre e Eazy-E, nomes de destaque do rap dos Estados Unidos. Coolio se meteu em confusões fora de casa quando começou a andar com membros da gangue dos Crips, embora ele jamais tenha entrado para a gangue. Artis começou sua carreira musical no anos 80, quando participava de competições de rap em Compton durante sua juventude, e também quando lançou dois singles, "Whatcha Gonna Do" e "You're Gonna Miss Me", porém nenhum deles fez sucesso. Após isso Artis trocou a carreira de rapper pela de traficante, vendendo Crack e Cocaína. Após a reabilitação, ele trabalhou nos corpos de conservação da Califórnia, e trabalhou como Bombeiro nas florestas do norte da Califórnia, tudo isso nos anos 80. Após o lançamento daqueles singles, Coolio também desenvolveu uma forte conexão com o Hip hop de Los Angeles, e acabou por ingressar na banda de Gangsta rap WC and the Maad Circle. Juntos, eles lançaram dois álbuns. Através do país eles não fizeram muito impacto, mas na Califórnia, fizeram muito sucesso.

Após lançar pelo prestigiado selo Tommy Boy o single "County Line", em 1993, e estourar com o hit "Fantastic Voyage", versão hip hop de uma música do grupo Lakeside, lançada originalmente em 1980, veio o álbum It Takes a Thief de 1994, abusando de batidas e renovando o rap, criando juntamente com The Chronic e Doggystyle o G-funk, assim renovando o rap, até então limitado ao estilo gangsta.

Contraditoriamente, foi o clima soturno e épico de Gangsta's Paradise que o projetou no mundo todo, superando a repercussão do hit anterior. A música, do álbum de mesmo nome lançado em novembro de 1995, foi construída sobre um sampler de "Pastime Paradise", de Stevie Wonder, e permaneceu por várias semanas no Top 10 dos Estados Unidos. No entanto, Coolio não havia abandonado seu estilo despachado e hilário, como mostravam "1, 2, 3, 4 (Sumpin' New)" e "Too Hot", que tiveram participação na milionária vendagem de Gangsta's Paradise.

O sucesso trouxe o artista ao Brasil, para shows em São Paulo e Rio de Janeiro em 1996. Lançado no ano seguinte, My Soul apresentava as batidas de funk características de Coolio, porém com maior cuidado com a melodia. Apesar de não ter emplacado nenhum hit como seus antecessores, recebeu críticas positivas devido ao uso de violinos e guitarra, além de samplers obscuros. Em 2001 saiu a coletânea Fantastic Voyage: The Greatest Hits, com a inédita "Aw Here It Goes".

Em janeiro de 2004, Coolio tentou ganhar uma gravação no concurso da Comeback Show de uma televisão alemã, mas eventualmente a banda Smokie ganhou isto em vez dele. Mesmo assim conseguiu participação em alguns seriados de televisão.

Em setembro de 2005, ele assinou um contrato de registro mundial para três álbuns com a Subside Records do produtor italiano Giovanni Giorgilli. Vanni G, como ele é melhor conhecido na cena eletrônica italiana, foi o gerente e produtor do até então novo álbum de Coolio. A primeira colaboração é em "Gangsta Walk", com participação de Snoop Dogg, presente no álbum The Return of the Gangsta lançado em 4 de outubro de 2006, e conta com várias participações especiais. Em 28 de outubro de 2008 é lançado Steal Hear, que conta com a produção do próprio Coolio, além de várias participações de outros cantores.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Título Gráfico de posições Álbum
EUA Hot 100 EUA R&B EUA Rap
1993 "It Takes a Thief" - - - It Takes a Thief
"County Line" - 97 27
1994 "I Remember" - 83 48
"Fantastic Voyage" 3 12 2
"Mama I'm in Love Wit' a Gangsta" - - 49
1995 "Gangsta's Paradise" (feat. L.V.) 1 2 1 Gangsta's Paradise
"Too Hot" 24 31 6
1996 "1, 2, 3, 4 (Sumpin' New)" 5 24 6
"It's All the Way Live (Now)" 29 47 9 Eddie / trilha sonora
1997 "Hit 'Em High (The Monstars' Anthem)"
(com B-Real, Method Man, LL Cool J & Busta Rhymes)
- - - Space Jam / trilha sonora
"The Winner" - - -
"C U When U Get There" (feat. 40 Thevz) 12 34 7 My Soul
"Ooh La La" - - -
2001 "Somebody's Gotta Die" (feat. Krayzie Bone) - - - Coolio.com
2003 "I Like Girls" - - - El Cool Magnifico
"Ghetto Square Dance" - - -
"What Is An MC" - - -
"Sunshine" - - -
2006 "Gangsta Walk" (feat. Snoop Dogg) - - - The Return of the Gangsta
"Do It" (feat. Goast) - - -
2008 "Boyfriend" (feat. Artis Ivey Junior) - - - Steal Hear

Filmografia selecionada[editar | editar código-fonte]

Coolio fez numerosas aparições em televisão e filmes, a maioria pequenos papéis ou camafeus.

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

A canção de Coolio "Gangsta's Paradise" de 1995 recebeu vários prêmios, incluindo Melhor Performance de Rap Solo no Grammy Awards, e Melhor Vídeo de Rap e Melhor Vídeo para um Filme no MTV Video Music Awards. Ele, Coolio, recebeu vários prêmios, incluindo de Artista Favorito de Rap/Hip Hop no American Music Awards, em 1996. No Grammy Awards, em 1997, o cantor recebeu três indicações: Melhor Álbum de Rap por Gangsta's Paradise, Melhor Performance de Rap Solo por "1, 2, 3, 4 (Sumpin' New)", e Melhor Performance de R&B com Vocal por um Duo ou Grupo por "Stomp". Ao todo, Coolio recebeu cinco prêmios a partir de treze indicações.

American Music Awards[editar | editar código-fonte]

O American Music Awards é uma cerimônia de premiação anual criada por Dick Clark em 1973. Coolio recebeu um prêmio de duas indicações.[1] [2] [3]

Ano Trabalhos indicados Prêmios Resultado
1996 Coolio Artista Favorito de Rap/Hip Hop Venceu
1997 Coolio Artista Favorito de Rap/Hip Hop Indicado

Grammy Awards[editar | editar código-fonte]

O Grammy Awards é concedido anualmente pela National Academy of Recording Arts and Sciences dos Estados Unidos. Coolio recebeu um prêmio de seis indicações.[1] [4] [5] [6]

Ano Trabalhos indicados Prêmios Resultado
1995 "Fantastic Voyage" Melhor Performance de Rap Solo Indicado
1996 "Gangsta's Paradise" Melhor Performance de Rap Solo Venceu
Gravação do Ano Indicado
1997 Gangsta's Paradise Melhor Álbum de Rap Indicado
"1, 2, 3, 4 (Sumpin' New)" Melhor Performance de Rap Solo Indicado
"Stomp" Melhor Performance de R&B com Vocal por um Duo ou Grupo Indicado

MTV Video Music Awards[editar | editar código-fonte]

O MTV Video Music Awards é uma cerimônia anual estabelecida em 1984 pela MTV. Coolio recebeu três prêmios de cinco indicações.[1] [7] [8]

Ano Trabalhos indicados Prêmios Resultado
1994 "Fantastic Voyage" Melhor Vídeo de Rap Indicado
1996 "Gangsta's Paradise" Melhor Vídeo de Rap Venceu
Melhor Vídeo para um Filme Venceu
"1, 2, 3, 4 (Sumpin' New)" Melhor Vídeo de Dança Venceu
Melhor Vídeo Masculino Indicado

Referências

  1. a b c Coolio. Rock on the Net. Página visitada em 2008-10-18.
  2. Los Angeles Times (1996-01-30). .
  3. The Washington Post (1997-01-26). .
  4. Hartford Courant (1995-03-01). .
  5. Hilburn, Robert (1996-02-29). .
  6. The Washington Post (1997-02-23). .
  7. 1994 Video Music Awards. MTV. Página visitada em 2008-10-18.
  8. 1996 Video Music Awards. MTV. Página visitada em 2008-10-18.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]