Coruscant

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Distância de Core 10,000 anos luz
Region1 Core Worlds
Oversector Centro Imperial Oversector (durante as regras imperiais)
Sector Coruscant (Imperial durante o governo do Império)
Sistema Coruscant
Periodo de Órbita 368 days (reduzido para 212 depois que osYuuzhan Vong moveram o planeta para mais perto de seu sol)
Periodo de Rotação 24 hours (Galactic Standard)
Gravidade 13,91 m/s² (Galactic Standard)
Número de Sóis 1
Número de luas 4 (3 depois que osYuuzhan Vong destruiram uma para formar um sistema planetário em anel)
Terreno Urbano
Espécies Taung (original, extinto), Varias…
Linguagem Principal Básico
População 1 Trilhão
Pontos de interesse Jedi Temple, Supreme Chancellery, Imperial Palace, Manarai Mountains, Galactic Senate Building
Superfície recoberta por água 29% (nas calotas polares)
Affiliation República Galáctica, Galactic Empire, Yuuzhan Vong Empire, New Republic, Galactic Federation of Free Alliances

Coruscant (pronuncia-se: corussam) é um planeta fictício da saga Star Wars. É a capital da República Galáctica. Durante a era do Império, teve seu nome alterado para Centro Imperial. Depois da queda do império, voltou a ser Coruscant e a capital da Nova República.

Antes da história da Hexalogia, aproximadamente no ano de 3653 antes da batalha de Yavin (no filme IV), a República Galática estava em guerra contra o Império Sith. Ambos os lados estavam desgastados após 28 anos de guerra, até que o Império Sith, como ato de desespero, atacou Coruscant de surpresa. Sob a liderança do lord sith Darth Malgus, o exército Sith atacou Coruscant, destruindo o templo Jedi, e forçando o senado a assinar o Tratado de Coruscant, pondo um fim à guerra e declarando o Império Sith vitorioso. Pela primeira vez desde a criação da Republica, Coruscant passou a ser posse dos Sith, assim como mais da metade da galáxia. A situação assim permaneceu durante os próximos mil anos, num periodo chamado Guerra Fria, onde o império e os remanecentes da república (que adotaram como capital o planeta Tython) tiveram pequenas rixas locais. Então, começou as Novas Guerras Sith, com os siths querendo invadir o já diminuto território da república, para ter total controle da Galáxia. Porém, todos os usuários do lado negro são gananciosos, e o Império acabou sofrendo conflitos internos. Isso deu vantagem aos Jedi, o que acabou levando vitória à República, e a quase aniquilação da ordem Sith. O unico sobrevivente foi Darth Bane, que instituiu a Lei dos Dois, ditando que a partir daquele momento, os siths seriam apenas Um Mestre e Um aprendiz. Coruscant voltou a ser capital da República. Esses eventos aconteceram aproximadamente no ano 1000 A.B.Y. (antes do quarto filme).

O Supremo Chanceler Tarsus Valorum, promoveu então a Reforma Ruusan, promovento uma reforma politica na república. A principal característica é que os Jedi perderam sua autonomia, colocando-se sob o departamento judicial da república, dissolvendo suas forças militares (que só seriam devolvidas durante as Guerras Clônicas 1000 anos depois) e que nenhum Jedi deveria se envolver com a politica (antes de seu mandato, praticamente todos os Supremos Chanceleres antecessores a ele eram membros da Ordem Jedi, após o Tratado de Coruscant). Foi nessa época em que o Templo Jedi foi re-construído. Toda forma de conhecimento sith seria considerada Ilegal e destruída.

Durante a República Galática, o Senado Galáctico e o Templo Jedi ficavam em Coruscant.

Coruscant é uma ecumenópolis, ou seja, um planeta-cidade, totalmente coberto por paisagens urbanas e metropolitanas, com altíssimos arranha-céus que passam das nuvens, e vias de tráfego intenso.

Coruscant é o centro da história na trilogia inicial, tendo várias passagens e acontecimentos nesse planeta, como a perseguição de carros no início do episódio II e o atentado ao templo Jedi no episódio III. Já na trilogia clássica, Coruscant é apenas citada (como Centro Imperial), só vindo a ser mostrada no final do Episódio VI.