Ford F-1000

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ford F-1000
Ford F-1000 Galáxia.
Visão Geral
Produção 1979 - 1998
Fabricante Ford
Modelo
Classe Caminhonete grande
Ficha técnica
Transmissão 4 Marchas manual

5 Marchas manual

Modelos relacionados
Chevrolet Silverado/Chevrolet D20, Dodge Ram
Cronologia
Último
Último
Ford F-100
Ford F-250
Próximo
Próximo

F-1000 foi uma linha de caminhonetes pesadas ("Full Size") produzida pela Ford entre 1979 e 1998.


História[editar | editar código-fonte]

Anos 70 e 80[editar | editar código-fonte]

O início da produção da caminhonete F-1000 com motor 3.9 diesel MWM com 86.4 cv foi em 1979, na verdade era uma continuação da Ford F-100, pois utilizava o mesmo chassi e a mesma carroceria, com algumas poucas mudanças. Em 1985 foi fabricado versão F-1000 SSS (Super Série Special) e versão F-1000A com motor 3.6 álcool de 6 cilindros (115 cv). A reestilização frontal com quatro faróis retangulares veio em 1986. Em 1988 o eixo traseiro foi redimensionado e as lanternas traseiras iguais à da Pampa. O motor 3.6 passa a ter a versão a gasolina e opção de câmbio de cinco marchas para o motor a diesel a partir de 1989.

Anos 90[editar | editar código-fonte]

Em 1990 a F-1000 foi a primeira caminhonete diesel com turbocompressor com 119 cv. Em 1991 começou a ter o tanque de combustível em plástico polietileno, com capacidade para 114 litros.

A reestilização e motor turbodiesel um pouco mais potente, com 122,4 cv, veio no início de 1992. Tração 4x4 e a cabine estendida (Supercab), com 56 centímetros adicionais e um banco traseiro para duas pessoas foram as mudanças em 1994. Motor 4.9i de seis-cilindros em linha com injeção eletrônica com 148 cv em 1995, que seria seu último ano de fabricação, pois seria substituída pela Ranger, mas, como a sua principal rival lançou a S-10, e a Ranger não fez sucesso logo de partida, no ano de 1996 a Ford voltou a fabricar o veículo, mas todos modelo 1997, sendo, portanto, inexistente o modelo 1996.

Em 1997 as mudanças foram retoque na aparência, linhas mais arredondadas e suaves, grade mais ampla, faróis com as luzes de direção embaixo, nos modelos XL e XLT equipada com o motor 2.5 HSD da Maxion, turbinada e intercoolada. A Série especial Lightning com o motor de 4.9 litros a gasolina em 1998, e também o modelo mais o motor diesel mais forte que já a equipou, o motor MWM X10 4.10 com 133cv. No mesmo ano sua produção foi encerrada, sendo sucedida pela F-250, caminhonete de maior porte, cuja produção teve início no ano seguinte.